Troféu José Finkel: estrutura do Sesi-SP oferecida a atletas supera expectativas

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

O suporte dado aos nadadores que competem no Troféu José Finkel 2012, no complexo aquático do Sesi-SP, na Vila Leopoldina, é um show à parte. Além dos organizados espaços para o público acompanhar as competições, nas quadras poliesportivas, foram montadas tendas para o preparo e descanso dos atletas.

“Lá tem tudo o que eles precisam: massagistas, fisioterapeutas, piscina de gelo, frutas, água. O pessoal que voltou recentemente da Olimpíada de Londres elogiou muito, é um estrutura de primeiro mundo”, afirmou Fernando Possenti, técnico de natação do Sesi-SP.

Essa é também a opinião do fisioterapeuta do Clube de Regatas Flamengo (RJ), Raldrei Natividade. “Há muito tempo não víamos uma estrutura assim, com conforto e espaço para trabalharmos”, observou, destacando que a área destinada a atletas e comissão técnica ajudou a promover interação entre as equipes, que trocaram experiências e informações. “O Sesi-SP está de parabéns, a logística foi o mais importante, pois todas as equipes estão felizes”, completou.

Segundo o fisioterapeuta, apesar de todos os times conviverem nas tendas durante o torneio, não há espaço para rivalidade. “A rivalidade aqui não existe, ela só aparece dentro d’água. Aliás, uns incentivam os outros, pois todos fazem parte de uma equipe chamada Brasil”.

Correspondência

A visão de Miguel Carlos Cagnoni sobre o evento vai na mesma direção. O presidente da Federação Aquática Paulista (FPA) elogiou o Sesi-SP ao dizer que a entidade “não mediu esforços para oferecer um equipamento [complexo aquático] de ponta”.

“A ótima estrutura proporcionada pelo Sesi-SP foi muito importante para receber um campeonato como esse. Geralmente, o atleta ou o técnico reclamam de quase tudo em competições com piscinas novas, e aqui eu não ouvi queixa nenhuma”, declarou o dirigente, que acredita que a boa organização aliada ao equipamento adequado como um todo ajudou nos resultados.

“Alguns recordes importantes foram quebrados aqui e muitos índices para campeonato mundial foram conquistados. Então, está tudo correspondendo”, analisou Cagnoni.

No encalço

A nadadora juvenil do Sesi-SP, Gabriele Lima e Silva, de 16 anos, participou na tarde desta quinta-feira (23/08) da final dos 50 metros costas, disputando com experientes nadadoras bem mais velhas do que ela. Gabriele, a mais nova entre as atletas, ficou em 8º lugar, com o tempo de 29s70.

“Foi muito bom representar o Sesi-SP nessa prova, e manhã [sexta-feira] cedo tenho outras duas: 50 metros borboleta e 100 metros costas. Quero ver se consigo ir a mais uma final. À tarde, participo do revezamento 4×100 livre”, disse ao sair da piscina, com um sorriso ofegante no rosto.

Leia mais

 

Equipe Sesi-SP consegue boas marcas no I Torneio Sesi-FPA/Federação Paulista de Atletismo

O I Torneio Sesi-FPA teve de tudo: participação de atletas consagrados, como Jadel Gregório, Thiago Carahyba e Maureen Maggi, boas marcas da equipe Sesi-SP e alto nível técnico nas competições.

Realizado no sábado (10), na pista sintética do Sesi Piracicaba, o evento contou com cerca de mil atletas das categorias menor, juvenil e adulta vindos de 50 clubes de todo o País.

O Sesi-SP enviou 11 atletas à competição: Kamila Lourenço, Jéssica Pellário, Daniel Alcântara, Davi Alcântara, Ataíde Felipe de Souza, Guilherme Rocha, Carlos Felipe, Gabriel França, Pedro Delgado, Alexsandro Martins e Leonardo Mello.

Leonardo Mello, da categoria juvenil de Arremesso de Peso, foi um dos primeiros da equipe Sesi-SP a obter grande destaque na competição ao atingir marca pertencente à categoria adulta da modalidade, e arremessar peso de 7,260 kg a uma distância de 10m58 cm. Outro bom resultado foi conquistado pelo atleta Carlos Felipe Delgado na prova de Salto com Vara, marcando 2m80.

Na prova de 1.500m, Daniel Alcântara conseguiu baixar seu recorde pessoal em 4 segundos, passando de 4m11s para 4m7s, o que praticamente garantiu vaga para o Campeonato Brasileiro Menor.

Já na prova de 5.000m, Ataíde de Souza obteve o tempo de 16m38s, bem melhor em relação às últimas provas que disputou em seis meses. Na de 400m com barreiras, Gabriel França, da categoria menor, conseguiu baixar sua marca pessoal em mais de 1 segundo, indo de 64,86s para 63,61 segundos.

No entanto, um dos melhores resultados da competição foi atingido por Jessica Pellário Bueno na prova dos 1.500m. A atleta da categoria juvenil do Sesi-SP cruzou a linha de chegada com o tempo de 4m52s e com isso assegurou sua participação no Troféu Brasil de Atletismo, que será disputado no segundo semestre deste ano com os melhores atletas do Brasil e do mundo.