Seminário Finanças e Financiamento

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544555056    Imagem relacionada a matéria - Id: 1544555056

O Seminário Finanças e Financiamento – Como financiar hoje o futuro das pequenas e médias empresas” realizado no dia 22/07/2016 no Edifício Sede da Fiesp apresentou  modelos de financiamento e formas alternativas para viabilização dos negócios nas pequenas e médias empresas, bem como agentes financiadores.


PALESTRAS:

1.  A relação das empresas com os agentes financiadores – Flávio Vital (Dempi – Fiesp)
1.1. Portabilidade de  cadastro – Resolução Banco Central do Brasil

2.  Descubra como financiar hoje o futuro das Pequenas e Médias empresas – José Claudio Securato (Saint Paul Institute)
3.  Estratégias para concessão do crédito – (Serasa Experian)
4.  A importância da transparência e prestação de contas no processo de crédito – Eduardo Pozzi (Saint Paul Institute)

Soluções: Formas de Financiamento 
O que é relevante? / Como financiar hoje o seu negócio? / Pensando no futuro, como financiar?

5.  DESENVOLVE SP – Ana Paula Shuay, Superintendente de Negócios
6.  BNDES – Ana Paula Bernardino Paschoini, Gerente do Departamento Regional Sul
7.  BANCO DO BRASIL – Thiago J D Montero, Gerente de Mercado Pessoa Jurídica
8.  CAIXA Econômica Federal – Thiago Gomes de Souza, Gerente Regional de Pessoa Jurídica
9.  BRADESCO – Rinaldo de Martini, Gerente Departamental do Departamento de Empréstimos e Financiamento

Para visualizar ou baixar as apresentações realizadas no dia, acesse o menu ao lado


Seminário Finanças e Financiamento – Viabilizando o investimento na PME_17.11.14

Confira as apresentações

SEMINÁRIO FINANÇAS E FINANCIAMENTO:
Viabilizando o Investimento na Pequena e Média Empresa

realizado no dia 17/11/2014 na sede da Fiesp.


Programa realizado:

Abertura do Seminário
Carlos Bittencourt, Diretor do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria

Contextualização: “A Relação do Crédito com as Pequenas e Médias Empresas”

  • Flavio Vital, Assessor de Projetos do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria
  • Profa. Dariane Castanheira, Fundação Instituto de Administração – FIA

Palestra: Soluções do BNDES para Pequenas e Médias

  • Ricardo Garcia, Gerente do BNDES
  • Rafael Petrocelli, Economista do BNDES

A Estratégia dos Bancos para Atender às PMEs
Moderador: Claudio Luis Miquelin, Diretor do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria

Palestrantes:

  • Paula Figueiredo Pulcinelli, Superintendente de Repasses do Banco Santander
  • Carlos Eduardo Ferron Rossi, Superintendente de Produtos do Banco Santander
  • Eduardo Tadeu Saggiorato, Superintendente de Negócios da Desenvolve SP
  • José Ramos Rocha Neto, Diretor Departamental de Empréstimos e Financiamentos do Bradesco

Finanças: Organizando as Informações Empresariais
Moderador: Paulo Carvalho, Diretor do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria

  • Flavio Vital, Assessor de Projetos do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria
  • Profa. Dariane Castanheira, Fundação Instituto de Administração – FIA

Acesse ao lado a apresentação de seu interesse e faça o download.

Cerca de 40% consideram ‘ruim’ sua situação financeira no 1º semestre, aponta estudo Fiesp/Ciesp

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Ao comparar o primeiro semestre de 2012 com o mesmo período de 2011, os cerca de 1.000 entrevistados pela Federação das Indústrias do Estado e São Paulo (Fiesp) se mostraram mais pessimistas, principalmente com relação a renda, emprego e consumo.

A pesquisa Pulso Brasil Fiesp/Ciesp, realizada em âmbito nacional pelo Departamento de Estudos e Pesquisas Econômicas (Depecon) entidade, revelou que 42% dos entrevistados consideraram a situação de dinheiro ruim e muito ruim, nos primeiros seis meses de 2012. No ano passado, no entanto, 20% consideraram sua situação financeira ruim e muito ruim em relação ao mesmo período de 2010.

Comparando o primeiro semestre de 2012 com os seis primeiros meses de 2011, apenas 22% dos consultados julgaram sua situação de dinheiro melhor do que no ano anterior. Em contrapartida, em 2011, o número de satisfeitos chegava a 41% em relação a 2010.

Consequentemente, a percepção da população com relação ao consumo também piorou. O levantamento apurou que 18% dos entrevistados durante o primeiro semestre deste ano consideraram a situação para as compras mais favorável do que no mesmo período do ano anterior. Já em 2011, 47% avaliaram a situação de compras melhor do que nos primeiros seis meses de 2010.

Emprego

De acordo com a apuração do Depecon, 21% dos consultados no país analisaram positivamente o mercado de trabalho no primeiro semestre de 2012 ante igual período de 2012 – variação bem inferior, comparada aos dados do primeiro semestre de 2011, quando 48% dos entrevistados afirmaram que a situação de emprego estava boa e muito boa.

O quadro de emprego confirma a inversão de resultados da pesquisa. Em 2011, apenas 15% dos consultados consideraram o mercado de trabalho rui e muito ruim, enquanto que neste ano a cifra aumentou para 47%.

Política e Economia

A pesquisa Pulso Brasil também avaliou a perspectiva dos entrevistados para política e com o cenário econômico no segundo semestre de 2012.
Segundo o levantamento, 35% esperam que a política no segundo semestre do ano será ruim e muito ruim, enquanto 23% alimentam perspectivas boas e muito boas para os próximos meses do ano.

Em 2011, 18% mantinham expectativas ruins e muito ruins em relação à política no segundo semestre do ano passado, mas 43% tinham perspectivas boas e muito boas para o último semestre.

Com relação à economia do país, 15% estão otimistas com o segundo semestre. Na contramão, os pessimistas correspondem a 45% dos entrevistados. No ano passado, aconteceu o inverso: 44% estavam otimistas com o segundo semestre de 2011 e 14% mantinham perspectivas ruins e muitos ruins.

Clique aqui para ver a pesquisa na íntegra.