Projeto Cão-Guia Sesi-SP entrega mais dez filhotes a famílias acolhedoras

Danusa Etcheverria, Agência Indusnet Fiesp

No último domingo (18), o projeto Cão-Guia Sesi-SP entregou mais dez filhotes da raça Labrador para socialização, durante evento no canil e centro de treinamento localizado em Embu das Artes.

A partir dessa adoção temporária, as dez famílias voluntárias serão responsáveis, pelos próximos meses, pela socialização urbana do cão que possui uma missão futura especial: ser os olhos de quem não enxerga. Além disso, a temporada de convívio será marcada por aprendizado m6

Durante a manhã ensolarada de domingo, cerca de 30 pessoas estiveram à espera do primeiro encontro com os cães que ajudarão a socializar. Logo após a abertura do portão do canil, os filhotes correram e rolaram pelo gramado do sítio, encantando crianças e adultos, como o psicólogo Marco Antônio Martins, 43 anos, e seu afilhado, Felipe, 5.

O macho de pelagem chocolate e olhos verdes, batizado Ian, assim que esbarrou em Felipe não saiu mais de perto. O garoto serelepe, de cabelos do mesmo tom, confirmou: “É esse, quero esse!”. O filhote Ian escolheu Felipe e Marco Antônio. “A possibilidade de participar e contribuir com o projeto de inclusão social me motivou. Tenho alguns pacientes com deficiências físicas e a presença do Ian na rotina do consultório irá agregar qualidade aos tratamentos e ao treinamento dele”, disse Martins, que planeja ainda compartilhar a socialização do filhote com Felipe, três vezes na semana em programações infantis.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf, destacou a importância do projeto na criação de uma metodologia de treinamento de cães-guia no Brasil e na formação de treinadores e instrutores: “Nossa missão, além da inclusão social e profissional de deficientes visuais, é estimular um efeito multiplicador e a sensibilização da sociedade”.

projeto Cão-Guia foi criado para permitir a inclusão social e profissional de deficientes visuais da indústria paulista. Dividido em três fases – Acolhimento e Socialização, Treinamento e Instrução da Dupla –, tem como parceiros o Instituto Meus Olhos têm Quatro Patas e a Fundação Dorina Nowill. Atualmente, 29 filhotes estão em socialização e mais três serão entregues até o final do ano.

Leia mais:

Saiba mais sobre o Projeto Cão-Guia do Sesi-SP.

Projeto Cão-Guia Sesi-SP entrega mais oito filhotes a famílias acolhedoras

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp 

Amor à vista. Essa era a reação de pouco mais 20 pessoas, reunidas no canil de Embú das Artes, na manhã do último sábado (30), durante a adoção de mais oito cães do Projeto Cão Guia Sesi-SP. Logo após a abertura do portão, filhotes de labradores corriam alegremente pelo gramado do sítio, encantando crianças e adultos, como Luciano Vannini Vallim Bellocchi, funcionário do Sesi-SP, responsável pela socialização da filhote de Labrador Europe.

“No último ano, enfrentei sérios problemas de saúde. Agora que estou recuperado, tenho certeza que a minha participação no projeto é a melhor forma de agradecer por tudo”, disse Bellocchi, que apesar de ter mais dois cachorros já sabe que sentirá saudades quando chegar a hora de devolver Europe. “Preciso me preparar uns dois meses antes da entrega da Europe. Vou sentir muita falta, mas sei que a missão dela é muito bonita”, acrescentou.

Luiz Alberto Melchert de Carvalho e Silva, presidente do Instituto Meus Olhos têm 4 Patas, parabenizou as famílias acolhedoras pelo ato de solidariedade. “Muita gente fala que não teria coragem de abrir mão do cachorro. Sei que é duro. Mas ao mesmo tempo a família de acolhimento estará em contato com a pessoa que vai usar o animal. É a família voluntária que entrega o arreio para o cego no dia da cerimônia”, afirmou.

Lançado no mês de julho, o projeto recebeu o apoio da sociedade, e conta com uma lista de espera de 102 famílias que aguardam a oportunidade de contribuir com a formação dos futuros cães-guias.

Sabia mais sobre o Projeto Cão Guia Sesi-SP no site e na Fã-page.

Leia mais:

Time de vôlei do Sesi-SP apoia o Projeto Cão Guia