Luciano Coutinho se compromete a estudar proposta para usinas apresentada por empresária de Sertãzinho

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Reunião de empresários da Fiesp e do Ciesp com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, mostrou-se o lugar certo para uma proposta da empresária Maria Conceição Ferreira Turini, de Sertãozinho (SP) que pode atenuar a perda de empregos em sua região. Ela fez um apelo ao presidente do BNDES para que considerasse conceder uma linha de crédito ao seu projeto de retrofit para usinas de cana-de-açúcar.

Segundo ela, o projeto consiste na modernização de usinas para a produção e venda de energia a partir do bagaço da cana. O investimento varia conforme o porte e nível técnico de cada usina.

Maria Conceição Ferreira Turini, presidente da Fertron Automação, entrega projeto de retrofit ao presidente BNDES, Luciano Coutinho. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Maria Conceição Ferreira Turini, presidente da Fertron Automação, entrega projeto de retrofit ao presidente BNDES, Luciano Coutinho. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

“Tem projeto que pode custar R$7 milhões e outros de até R$ 100 milhões”, disse Maria Conceição, presidente da Fertron Automação e Elétrica Industrial.

De acordo com cálculos da empresária, a indústria da região já registrou uma perda de aproximadamente dois mil empregos de janeiro até agosto deste ano.

“Se esse ano saíssem 15 projetos, a cidade de Sertãozinho iria minimizar a questão do desemprego”, completou.

Encontro marcado

Ao dar o seu depoimento durante a reunião da Fiesp e do Ciesp, Maria Conceição conseguiu entregar em mãos o projeto de retrofit de sua empresa para Coutinho. O presidente do BNDES se comprometeu a se reunir com a empresária.

Em contato com a assessoria de Coutinho, o encontro ficou marcado para a próxima semana. “Senti muita firmeza da parte dele. Acho que gente conseguiu sensibilizá-lo”, declarou Maria Conceição.