Com estande e palestras, Fiesp participa da XV edição da Feira Internacional de Meio Ambiente Industrial de Sustentabilidade

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

O setor produtivo investe na criação de ideias inovadoras que estimulem a produção mais limpa. Pelo menos esta é a opinião do diretor-titular do Departamento de Meio Ambiente (DMA) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Nelson Pereira dos Reis, que participou, nesta terça-feira (06/11), da solenidade de abertura da XV edição da Feira Internacional de Meio Ambiente Industrial de Sustentabilidade (Fimai), realizada no Expocenter Norte. O evento reúne 380 expositoras de 23 países que estimulam o fomento de tecnologias ambiental e negócios sustentáveis.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539919672

Nelson Pereira dos Reis (3º junto à fita da esquerda para a direita) durante a abertura da Fimai. Foto: Everton Amaro.

“O caminho da sustentabilidade passa por soluções inovadoras. Por isso, é muito importante a realização de feiras onde são mostradas soluções em que a indústria se beneficia do ponto de vista de melhorar a sua performance e, também, da indústria que fabrica equipamentos que contribuam com a produção mais limpa”, avaliou Pereira dos Reis.

Presente na solenidade, o diretor da Fimai e da revista Meio Ambiente, Júlio Tocalino, destacou o pioneirismo da entidade que representa a indústria paulista. “A Fiesp é uma grande parceria e está conosco [Fimai] desde a primeira edição do evento. Há muitos anos a Fiesp levanta esta bandeira de defesa do meio ambiente, desenvolvendo ações para que o setor produtivo possa tomar medidas que evitem a poluição”, avaliou Tocalino.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539919672

Estande da Fiesp: palestras e outras atividades.

Com um estande moderno e interativo, a Fiesp oferece palestras com especialistas da área de meio ambiente, além da distribuição de estudos técnicos para os visitantes. Nesta quarta-feira (07/11), o especialista em controle de poluição ambiental e Produção Mais Limpa (P+L), Eduardo San Martin, e o representante do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Fiesp, José Valverde, participam da palestra “Responsabilidade da Indústria em Função da Politica Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS)”.

Entres os eventos realizados no primeiro dia de feira, os destaques são as palestras sobre o desenvolvimento de texturas a partir de resíduos finos de rocha de mármore e granito, ministrado pelo docente do Senai-SP. Outra participação da entidade paulista foi a palestra sobre “Marketing Ambiental”. As atividades integraram o evento paralelo, o Seminário Internacional de Meio Ambiente Industrial e Sustentabilidade (Simai).

Indústria verde

Com ideias inovadoras e ecologicamente corretas, as empresas expositoras oferecem uma série de soluções ecológicas para os mais variados segmentos do setor produtivo. Entre os destaques está a estação compacta para tratamento e reuso de efluentes (ECO). Com um tamanho compacto e baixo custo de instalação, o maquinário – com fabricação 100 nacional – foi instalado num posto de combustível que oferece lavagem, contribuindo com a economia de água e redução do de produtos químicos.

A recuperação de água verificada em projeto piloto foi de 90%, o que representa economia de recurso hídrico de 267,30 m³/mês. Como comparação, este mesmo volume, pode atender durante um mês um total de 90 pessoas de um condomínio. O case ganhou o primeiro lugar da 7ª edição do Prêmio Fiesp de Conservação e Reúso de Água.

Segundo o coordenador comercial da divisão ambiental do grupo MetalSinter, Reinaldo José Ferreira, o prêmio proporcionou visibilidade para empresa, que ampliou, de forma significativa, a sua cartela de clientes.

“O prêmio foi um divisor de água dentro da área comercial, técnica e engenharia. Metal Sinter ficou muito grata e feliz pelo reconhecimento da Fiesp. ”