Em homenagem a Fauzi Arap, Sesi-SP apresenta suas peças no Centro Cultural Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, os palcos do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso vão receber peças de um dos mais importantes dramaturgos e encenadores do teatro brasileiro: Fauzi Arap. Em um projeto com idealização de Denise Fraga, Nilton Bicudo, Elias Andreato, José Maria e Fábio Atui, além da curadoria de Aimar Labaki, serão apresentadas três leituras e três montagens de espetáculos de Arap.

Na programação, a montagem e estreia do último texto dramatúrgico do autor (“A Graça do fim”, apresentações de outras duas obras de destaque de sua produção artística (“Chorinho” e “Coisa de Louco”) e leituras dramáticas de textos emblemáticos de sua dramaturgia visceral e poética (“Às margens do Ipiranga”, “Mocinhos Bandidos” e “O mundo é um moinho”).

“Somos todos um pouco filhos de Fauzi Arap. Alguns diretamente o tivemos como mestre, amigo, diretor. Outros, como espectadores e leitores, por ser sua obra daquelas que mais do que marcar, impregnam. De uma forma ou de outra, não se passa incólume por ele”, afirma Aimar Labaki, curador do projeto.

“Publicar, produzir, dirigir, dizer as palavras de Fauzi é uma forma de preservar sua memória e divulgar sua obra, mas também é uma maneira de prolongar a convivência e o aprendizado com essa figura central da cultura brasileira da segunda metade do século XX e de nossas vidas.

Denise Fraga, que foi uma das idealizadoras do projeto e esteve no elenco de “Chorinho”, apresentado nesta segunda-feira (01/12), conta que, até hoje, lembra das orientações do dramaturgo. “Trabalhei com Fauzi pela primeira vez em 1996. Desde então nunca mais fiz uma peça, um filme ou encarei qualquer personagem sem me lembrar do que ouvi dele”, diz.

Denise Fraga (no fundo), em cena com o espetáculo "Chorinho", no Centro Cultural Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp

“Às vezes, estou em cena e o sinto, como que soprando em meu ouvido: ‘Inventa uma loucura interpretativa qualquer! O teatro não pode ser banal! Não me obedeça! Se aproprie!’. Fauzi era um mestre e me sinto privilegiada pelas tantas vezes que sentei naquele escritório. ‘Mergulhe! Viva! Não se esqueça da alegria de representar! Use a sua insatisfação criativa!’”, lembra a atriz.

Confira a programação completa no site do Sesi Cultura.

 

Serviço

Homenagem à Fauzi Arap

Data: 1°, 2, 8, 9, 15 e 16 de dezembro e de 30 de janeiro a 22 de fevereiro

Local: Centro Cultural Fiesp

Censura: 12 anos

Entrada gratuita 

Reservas de ingresso on-line pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi

Serão distribuídos ingressos remanescentes uma hora antes do início de cada espetáculo, na bilheteria do Teatro.