Design que traz informações ao consumidor

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

Ofereça mais informação ao seu cliente para vender mais. Informação e também valor, usabilidade, ergonomia, beleza. Tudo isso a partir da incorporação do design como estratégia. A orientação é uma das bandeiras do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) para as empresas do setor moveleiro, principalmente as de pequeno porte. Nesse sentido, a instituição tem realizado palestras sobre o tema e oferecido suporte aos empresários que queiram se aprofundar no assunto.

“O design pode auxiliar as empresas a buscar novas formas de abordar o mercado alvo, o cliente final, compreendendo as suas necessidades e expectativas”, explica o designer da Escola Senai “Roberto Mange”, em Campinas, Fabio Ueno. “E isso considerando a viabilidade técnica e a adequação ao modelo de negócios”.

Em suas palestras sobre o assunto pelo estado, Ueno destaca o fato de que o design “traz informações ao consumidor”. “A visão do design pode ajudar a empresa a organizar melhor seu modelo de negócio, seu portfólio de produtos e a própria identidade da marca”.

Dessa forma, explica Ueno, é possível desenvolver projetos de novos produtos, criar ou revisar a imagem da marca, rever os itens oferecidos.

E isso com foco no longo prazo. “A observação das empresas concorrentes, no que os outros estão fazendo, e não no desenvolvimento da própria identidade, faz com que olhemos para o lado e não para a frente”, diz Ueno. “Assim, não conseguimos ser mais do que o concorrente e cria-se a cultura da cópia”.

Na Itália

De acordo com o designer, a Itália é uma referência nesse sentido. “A Itália é a melhor expressão dessa visão do design dentro das empresas, principalmente nas pequenas”, explica. “Como o valor dado ao tema é grande, todos os caminhos levam em conta esse parâmetro. Como resultado, todo o setor se fortalece a partir do alto padrão de exigência demandado”.

Em São Paulo, empresários de móveis interessados em investir em design podem entrar em contato a partir da unidade do Senai mais próxima, sendo direcionados para o atendimento.

Além disso, é possível ficar de olho nas palestras sobre o assunto realizadas em todo o estado. “Essas palestras foram inseridas no programa de inovação Inova Senai deste ano e já são parte do cronograma de eventos dos alunos da unidade “Roberto Mange”, de Campinas”, diz Ueno. “Existe uma grande rede de especialistas, equipamentos e laboratórios de alta tecnologia que podem trazer as soluções mais adequadas às empresas, independentemente de sua localização”.