Com Fabi como capitã, seleção feminina de vôlei é campeã do Grand Prix

Agência Indusnet Fiesp, com informações da Confederação Brasileira de Vôlei

A seleção brasileira feminina de vôlei venceu o Grand Prix pela décima vez, neste domingo (24/08), após derrotar o Japão por 3 sets a 0 (25/15, 25/18 e 27/25), no Ariake Collesium, em Tóquio, no Japão. Com a atleta do Sesi-SP, a central Fabiana Claudino, como capitã, a seleção disputou 14 partidas e perdeu apenas uma. Além de Fabi, a ponteira Monique, outra jogadora do Sesi-SP, também integrou a seleção brasileira.

No jogo decisivo contra as japonesas brilhou a estrela da bicampeã olímpica Sheilla. A oposto foi a maior pontuadora do confronto, com 16 acertos (12 de ataque, três de bloqueio e um de saque), e deixou a quadra com o prêmio de melhor jogadora da partida. A central Fabiana também pontuou bem, com 10. Fabi foi escolhida para a seleção do campeonato, como segunda melhor central do Grand Prix.

“Se analisarmos o Grand Prix inteiro fica claro que o nosso time jogou bem. Perdemos apenas uma partida em 14 jogos. Tirando o jogo com a Turquia, fomos uma equipe constante e disciplinada taticamente. Contra o Japão, ogamos muito bem”, afirmou Fabi, em entrevista à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Jogadoras brasileiras comemoram a vitória neste domingo (24/08). Foto: GetPhoto

Jogadoras brasileiras comemoram a vitória neste domingo (24/08). Foto: GetPhoto

 

“O Japão vinha tendo boas atuações e tinha ganho de todas as equipes na etapa decisiva. Jogamos taticamente e concentradas toda a partida. O grupo mereceu a vitória e mais esse título.”

O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre as dificuldades de uma competição longa como o Grand Prix.”Essa competição foi um grande teste para todos nós. Aprendi muito, principalmente com a Fabiana e a Sheilla, que me ajudaram em diversos momentos durante essas cinco semanas”, analisou.

“O Grand Prix é muito desgastante. São muitas viagens, jogos e pressão todo o tempo. Tenho que agradecer ao grupo, mas principalmente as mais experientes que foram de uma extrema dedicação e bom senso durante todo esse campeonato”, afirmou o técnico, homenageado da Federação Internacional de Voleibol pelos anos de bons serviços prestados ao voleibol.

Com o resultado, o time verde e amarelo dobrou o número de conquistas em relação a segunda seleção com mais títulos. Enquanto as brasileiras venceram pela décima vez (1994, 1996, 1998, 2004, 2005, 2006, 2008, 2009, 2013 e 2014), os Estados Unidos, segunda equipe com mais conquistas, têm cinco.

Vôlei feminino do Sesi-SP vence Praia Clube e está na semifinal da Superliga

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

No playoff mais disputado da Superliga feminina 2014, deu Sesi-SP. Em um jogo disputadíssimo, a equipe do Serviço Social da Indústria de São Paulo venceu o Praia Clube/Banana Boat por 3 sets a 2 (parciais de 17/21, 21/14, 19/21, 21/13 e 15/09), na noite de sexta-feira (04/04), no Ginásio da Vila Leopoldina.

Equipe comemora vitória de virada. Foto: Everton Amato/Fiesp

 

Com a vitória, o Sesi-SP já está entre os quatro melhores times do Brasil. Agora, enfrenta o Osasco na semifinal.

O Sesi-SP entrou em quadra com Fabiana, Dani Lins Pri Daroit, Francine, Suelle, Ivna e Suelen. Durante a partida, entraram Carol Albuquerque, Neneca e Dayse, que recebeu o troféu Viva Vôlei. A central e capitã do Sesi-SP, Fabiana Claudino, foi a maior pontuadora da partida, com 23 pontos.

“A gente sabia que ia ser um jogo difícil, mas mesmo com toda dificuldade, a equipe se manteve unida o tempo inteiro”, comentou Fabi, que saiu de quadra feliz por ter sido a maior pontuadora, mas também por ter sido a líder que a equipe precisava. “Ser capitã é complicado, porque temos que pensar no nosso jogo, mas também ajudar a equipe. Então, busquei ir pra cima e passar segurança para as meninas. Graças a Deus, consegui exercer bem o meu papel.”

Sobre a semifinal, Fabi acredita que o time precisa diminuir os erros. “O Osasco é uma grande equipe, com grandes atacantes. Mas estamos treinando e buscando para chegar a mais uma final. Para jogar com elas, não podemos errar. É um jogo que precisa de bastante sabedoria.”

Satisfeito com o desempenho da equipe, o técnico Talmo de Oliveira afirmou que a equipe estava preparada para uma disputa difícil com o Praia Clube. “Avisei no vestiário que o time tinha que se preparar para um jogo longo. Foi um grande jogo, definido em detalhes. Valeu a experiência da nossa equipe nos momentos decisivos, principalmente no tie-break, quando tivemos uma consistência boa.”

Para o técnico do Sesi-SP, o momento agora é de comemorar. “Colocamos o coração dentro da quadra e é isso que me dá a certeza de que demos o nosso melhor. Agora, temos que curtir esse momento, valorizar tudo que fizemos, comemorar o que aconteceu essa semana, descansar um pouco para depois pensar na semifinal.”

Assusta saber que a disputa da semifinal é contra o supercampeão Osasco? “Não, não. É um jogo de seis contra seis. Os quatro times que chegaram nessa etapa são os melhores, com melhor qualidade e os melhores elencos. Quem souber aproveitar melhor o momento e estiver mais preparado passa para a final.”

Equipe mostrou força de recuperação para virar o placar. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

O jogo

O primeiro set começou mostrando como seria o jogo. Foi o Praia Clube que fez o primeiro ponto, mas na sequência só deu Sesi-SP, que marcou 4 a 1. O time mineiro não facilitou a partida, passou na frente, marcando 9 a 8 e equilibrou a partida. Depois do segundo tempo técnico para o Sesi-SP, o Praia Clube veio pra cima e fechou o set por 21 a 17.

O Sesi-SP saiu na frente no segundo set, buscando impor seu jogo. Talmo mexeu no time, colocou a ponteira Dayse,  e deu mais força para o ataque. Foi o momento em que o time da casa conseguiu disparar no placar e abriu 11 a 6. O Praia Clube tentou virar, mas o set ficou com o Sesi-SP por  21 a 14.

Com a partida empatada, o terceiro set foi o mais disputado, com as duas equipes dando o seu melhor.  Atrás no placar no começo do set, o Sesi-SP virou com 13 a 12 e  agarrou a liderança, mas acabou cedendo no final e o Praia Clube venceu o set por 21 a 19.

Dayse recebeu o Troféu Viva Vôlei, reconhecimento dado ao melhor do jogo de acordo com escolha da comissão técnica da equipe vencedora. Foto: Fiesp

Para o Sesi-SP, ganhar o quarto set era obrigação para continuar na Superliga. Mas o Praia Clube queria definir o jogo. Ou seja, não faltou vontade, grandes jogadas e rallies incríveis dos dois lados da quadra.  Mas a partir do segundo tempo técnico, o Sesi-SP fechou a defesa, acertou o bloqueio e foi eficiente no ataque. O resultado foi a vitória por 21 a 13 e a chance de levar a decisão para o tie-break.

O set decisivo começou bem para o Sesi-SP, com um ace da central Fran. Mas como não podia deixar de ser uma decisão, a disputa não foi fácil. Ponto a ponto, nenhuma das equipes conseguia abrir vantagem. Mas o time da casa mostrou superioridade, com destaque para a atuação da capitã Fabiana Claudino, e a tão esperada vaga na semifinal ficou com o Sesi-SP, que ganhou o quinto set por 15 a 9.

Vôlei feminino do Sesi-SP apresenta troféu do Sul-Americano para Paulo Skaf

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp 

Em clima de confraternização, o time de vôlei feminino do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) encontrou-se  na manhã deste segunda-feira (24/02) com o presidente da instituição e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e com o superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni Gonçalves.

Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP e da Fiesp, parabeniza a equipe de vôlei feminino campeã do Sul-Americano de clubes. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A visita, no edifício-sede da Avenida Paulista, foi a primeira da equipe após o título inédito de campeã do Campeonato Sul-Americano Feminino de Vôlei no último dia 09/02.

No encontro, as jogadoras convidaram o presidente para viajar com a equipe classificada para o Mundial de Clubes, que acontece de 6 a 11 de maio, na Suíça. “Gostaríamos de convidá-lo a nos acompanhar e a torcer por nós”, disse a capitã Fabiana.

Skaf disse que ainda não pode confirmar a presença, mas garantiu a torcida. “Vocês estão de parabéns por essa conquista”, afirmou o presidente.


>> Confira a campanha do Sesi-SP na conquista do Sul-Americano de Vôlei Feminino

Conheça a nova equipe de vôlei feminino do Sesi-SP

Ariett Gouveia e Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

A equipe de vôlei feminino do Sesi-SP está pronta para a disputa da temporada 2013-2014. Mantendo a base vencedora com as medalhistas olímpicas Dani Lins e Fabiana, o Sesi-SP se reforçou com atletas experientes para lutar pela conquista dos mais importantes títulos da temporada, entre eles o Paulista e a Superliga.

Para o técnico Talmo de Oliveira, a principal qualidade da nova equipe do Sesi-SP é o equilíbrio. “É uma equipe jovem, com uma média de idade mais baixa do que no ano passado, mas também com jogadoras experientes, que estiveram equipes de grande porte e até internacionais. Sobre a parte técnica, é uma equipe equilibrada, com poderio de alternar as jogadoras para suprir a necessidade de cada momento específico. Esperamos superar todas as expectativas e fazer um belo campeonato esse ano.”

Nova equipe de vôlei feminino do Sesi-SP. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Conheça as atletas do Sesi-SP:

 

01 – FabianaNome: Fabiana ClaudinoPosição: Central
Peso: 75 kg
Altura: 1,94 m
Nascimento: 24/01/85
Local de nascimento: Belo Horizonte (MG)
 “Ano novo. Equipe renovada. A expectativa é de trabalhar firme e forte para atingir o objetivo maior que chegar à final do Paulista, para entrar forte depois na Superliga. Acredito que com a renovação da equipe e com o grupo focado conseguiremos alcançar essas metas. O Sesi-SP tem uma estrutura fantástica que está crescendo cada vez mais, o que nos possibilita buscar cada vez mais títulos”.

 

02 – Mariele
Nome: Mariele de Souza CamargoPosição: Oposta
Peso: 78 kg
Altura: 1,77 m
Nascimento: 12/06/93
Local de nascimento: Araraquara (SP)
“Expectativa boa para a temporada. É o ano mais importante e decisivo da minha carreira, porque sou atleta da base e quero conseguir uma vaga no time adulto. É minha última temporada como juvenil. Quando cheguei aqui fiquei encantada com a estrutura. Espero disputar os títulos da temporada com as melhores equipes e ser campeã.”


03 – Dani LinsNome: Danielle Rodrigues Lins  Posição:LevantadoraPeso: 70 kg
Altura: 1,83 m
Nascimento: 05/01/85
Local de nascimento: Recife (PE)
 “A equipe renovou a equipe e eu adorei! As expectativas são boas. Já joguei com praticamente metade das meninas e sei que são atletas que gostam de jogar, que são alegres. Se Deus quiser, a gente vai se dar muito bem com esse time. Queremos chegar mais longe do que no ano passado e ir até uma final do Paulista e da Superliga. Vamos tentar quebrar a hegemonia de Osasco e Rio.”


  04 – SuelleNome: Suelle do Prado Oliveira   Posição: Ponta
Peso: 71 kg
Altura: 1,86 m
Nascimento: 29/04/87
Local de nascimento: Curitiba (PR)
 “Começo de temporada é o começo dos sonhos, quando a gente começa a imaginar tudo que vai acontecer. No ano passado, eu me lesionei, operei o ombro e estou retornando agora. Daqui a dois meses eu volto a atacar, tem uma fase de adaptação, mas estou na mão de pessoas competentes e ainda conto com a estrutura do Sesi-SP. Em relação à equipe, as peças que encaixaram esse ano são muito especiais. Já joguei com a maioria e sei o quanto elas são dedicadas e se entregam à camisa que vestem. Acho que só vem coisa boa pela frente.”


  05 – NenecaNome: Alessandra Januário dos Santos  Posição: Oposto
Peso: 64 kg
Altura: 1,76 m
Nascimento: 13/04/88
Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)
 “Temos um grupo muito bom e estou me sentindo muito bem por fazer parte do Sesi-SP. Quero me enturmar logo com o grupo e me divertir, que é como eu me sinto quando eu jogo. Trabalhar com o Talmo vai ser uma experiência nova. Ele me recebeu muito bem, dizendo que me conhecia porque eu sempre dei muito trabalho para ele! Espero que seja uma temporada maravilhosa.”


06 – BárbaraNome: Bárbara Louise Bruch Posição: Central
Peso: 86 kg
Altura: 1,87 m
Nascimento: 28/05/87
Local de nascimento: Blumenau (SC)
 “Estou muito feliz de voltar para São Paulo, depois de uma temporada em Minas Gerais, e para uma equipe tão boa como o Sesi-SP. Estou honrada de fazer parte desse grupo, que tem jogadoras de seleção. Estou ansiosa para começar logo o campeonato e começar a jogar com essa galera boa. Nosso objetivo é estar sempre lá em cima, entre os primeiros.”

 

  07 – Pri DaroitNome: Priscilla Zalewski  Daroit  Posição:Ponta
Peso: 74 kg
Altura: 1,82 m
Nascimento: 24/01/85
Local de nascimento: Porto Alegre (RS)
 “O Sesi-SP formou uma grande equipe para a temporada 2013-2014. Por isso, a expectativa é a melhor possível. É um grupo forte, que vai entrar pra disputar os campeonatos e títulos. O grupo se fortaleceu com as novas contratações. É um conjunto novo, cujo objetivo é pôr o Sesi-SP nas finais de todos os campeonatos que disputarmos.”


  08 – SuelenNome: Suelen Santana Pinto  Posição: Líbero
Peso: 89 kg
Altura: 1,70 m
Nascimento: 04/10/87
Local de nascimento: Belo Horizonte (MG)
 “Tenho as melhores expectativas. Acho que podemos chegar longe, tanto no Paulista quanto na Superliga. Já conhecia as meninas e tive oportunidade de jogar com quase todas, inclusive com a Dani Lins na seleção. O grupo é bem bacana, reuniu jogadoras jovens com as mais experientes. Tem tudo para dar muito certo.”

 

 Ana Clara 09 – Ana ClaraNome: Ana Clara Wollmann Saldanha  Posição: Levantadora
Peso: 70 kg
Altura: 1,80 m
Nascimento: 24/01/85
Local de nascimento: Piraí do Sul (PR)
 “Para mim, que sou juvenil e estou tendo a oportunidade de subir para um time profissional como o Sesi-SP, a expectativa é a melhor possível. Estou muito feliz por poder jogar com pessoas tão experientes, até campeãs olímpicas, que vão ajudar tanto a gente. Ainda mais a Carol e a Dani Lins, que são da mesma posição que eu. Quero melhorar muito, treinar muito e quem sabe um dia chegar à seleção também.”

 

 Mariana 10 – Mari CassemiroNome: Mariana Alves Cassemiro  Posição: Ponta
Peso: 74 kg
Altura: 1,84 m
Nascimento: 27/03/87
Local de nascimento: Sete Lagoas (MG)
 “É um time mais jovem do que no ano passado. Por isso, vai ralar bastante e incomodar muita gente. Vamos surpreender! Não vejo a hora de começar os treinos, porque adoro treinar e jogar. Ano passado, joguei na Suíça, onde o ritmo de treino não é igual ao brasileiro. Então eu vou puxar todo mundo comigo, porque estou com energia sobrando.”

 

  11 – IvnaNome: Ivna Franco Marra  Posição: Oposto
Peso: 79 kg
Altura: 1,84 m
Nascimento: 25/01/90
Local de nascimento: Coromandel (MG)
“Estou muito feliz com esse novo time. Individualmente, cada uma tem sua forma de jogar, mas juntas vai ser um timaço, com tudo para chegar às finais, tanto do Paulista quanto da Superliga. Na hora que juntar todo mundo dentro de quadra, vai ser um espetáculo!”


 

  13 – FranNome: Francyne Aparecida Jacinto  Posição: Central
Peso: 70 kg
Altura: 1,90 m
Nascimento: 16/07/92
Local de nascimento: Maringá (PR)
 “Como na temporada passada, a gente vai trabalhar firme. Para ser campeão do Paulista e para ir mais longe na Superliga. Mudaram algumas jogadoras, o time ficou melhor. Não temos só um ponto forte, cada jogadora vai ajudar o todo e colaborar muito com o time nessa temporada.”

 

  14 – DayseNome: Dayse Cristine de O. Figueiredo  Posição: Ponta
Peso: 75 kg
Altura: 1,83 m
Nascimento: 27/06/84
Local de nascimento: João Pessoa (PB)
 “Estou muito feliz de ter vindo para aqui porque está na equipe do Sesi-SP todo mundo que começou comigo desde que eu cheguei a São Paulo para jogar vôlei, pessoas que são muito próximas de mim. Então, além da estrutura do clube, eu sei que a convivência da equipe vai ser muito legal. É um time foi montado para chegar nas finais.”

 

 

  17 – Ju CostaNome: Juliana do Nascimento Costa  Posição: Ponta
Peso: 79 kg
Altura: 1,84 m
Nascimento: 05/09/82
Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)
 “Jogar apoiada por uma estrutura como a do Sesi-SP é gratificante. Estar aqui jogando no meu país é um presente e minhas expectativas são as melhores para essa temporada. É um ano de grandes desafios, com equipes muito fortes disputando os campeonatos. Todo time quer ganhar a Superliga. É isso que esperamos, mas também temos o Paulista e a Copa São Paulo.”

 

  18 – JulianaNome: Juliana Paes Filippelli  Posição:Líbero
Peso: 56 kg
Altura: 1,64 m
Nascimento: 18/05/94
Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)
 “Jogar pelo Sesi-SP é uma oportunidade única, que vou tentar aproveitar ao máximo. É um sonho jogar com a Fabi e a Dani, jogadoras olímpicas, muito vencedoras, e ter uma estrutura e um apoio como esse que temos aqui. O time se fortaleceu e as expectativas são as melhores possíveis.”

 

  20 – BiaNome: Ana Beatriz Silva Correa  Posição:Central
Peso: 78 kg
Altura: 1,88 m
Nascimento: 02/07/92
Local de nascimento: Sorocaba (SP)
 “Espero estar presente em todas as finais desta temporada. Acho que o time tem capacidade para isso, já que foi muito bem reforçado. No momento estou me recuperando de uma fratura, mas já focada nos campeonatos que estão se aproximando. Os títulos são os objetivos que iremos perseguir”.