Retrospectiva 2012 – Sucesso de público, Humanidade 2012 foi palco de discussões sobre sustentabilidade em paralelo à Rio+20

Agência Indusnet Fiesp

Instalações do Humanidade 2012 no Forte de Copacabana. Foto: Helcio Nagamine

Mais de 210 mil pessoas passaram pela mais visível iniciativa paralela à Rio+20, o Humanidade 2012, resultado de uma realização conjunta da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal.

Idealizado com o objetivo de realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável, o espaço – amplamente elogiado pela imprensa brasileira –reuniu autoridades, especialistas e sociedade civil entre os dias 11 e 22 de junho.

Ao todo foram 49 eventos realizados, com 105 painéis temáticos e grupos de trabalho. A principal atração foi o circuito expositivo no Forte de Copacabana, um dos principais cartões postais da cidade do Rio de Janeiro.

Paulo Skaf durante o Humanidade 2012. Foto: Divulgação

Na avaliação do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, o evento superou as expectativas. “Nós vamos nos esforçar muito para que perdure esse astral que houve aqui durante esses 11 dias de exposição aberta ao público”, afirmou o presidente da Fiesp em entrevista coletiva.

Skaf publicou o artigo ‘Humanidade 2012’, no jornal Diário de S. Paulo, em que resume a visão da entidade sobre os desafios da humanidade com relação ao desenvolvimento sustentável.

A desigualdade é insustentável

Durante o Humanidade 2012, a Fiesp e a Firjan divulgaram o documento ‘A desigualdade é insustentável, com a  visão da indústria sobre os principais temas que envolvem o desenvolvimento sustentável. O documento  foi entregue à delegação brasileira que participou da Rio+20. As entidades declararam forte engajamento para tornar realidade, por meio de ações viáveis e concretas, a valorização da diversidade humana, equidade de gênero e a preservação da biodiversidade do Planeta.

Para ler o documento na íntegra, clique aqui. Para facilitar o acesso das delegações estrangeiras ao documento, a indústria produziu versões em três outros idiomas: inglês, francês e espanhol.

Exposição

Uma das atrações do Humanidade 2012 foi o circuito expositivo, composto por 16 espaços – entre eles, a vista panorâmica do alto do Forte de Copacabana. A exposição, gratuita, continha diversas salas, com ventilação e iluminação naturais e foi idealizada pela diretora e cenógrafa Bia Lessa.

 

 

 

Visitas ilustres

Diversas autoridades e personalidades passaram pelo Humanidade 2012. Veja aqui uma seleção de imagens de algumas dessas visitas.

Homenagem

Gouvêa Vieira homenageia Skaf em agradecimento à parceria entre Fiesp e Firjan. Foto: Helcio Nagamine

O presidente do Sistema Firjan,  Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, homenageou o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, com uma placa em agradecimento pela parceria e o esforço na realização do Humanidade 2012.

Resíduos sustentáveis

Localizada no próprio Forte de Copacabana, a Central de Triagem de Resíduos do Humanidade 2012 funcionou a todo vapor durante os 12 dias de evento e recolheu mais de cinco toneladas de resíduos gerados no evento, sendo cerca de três toneladas de material reciclável. No final, todo esse material, bem como o usado na estrutura, foi destinado para reaproveitamento.

Discussões em pauta

Alguns departamentos da Fiesp participaram do evento, promovendo encontros e debates. Veja o resumo:
Departamento do Meio Ambiente (DMA) – Entre os diversos painéis, debates sobre temas como governança da água, saneamento básico, mudança de clima e biodiversidade. Para acessar os links de todas as notícias, clique aqui.

Departamento de Infraestrutura (Deinfra) – Infraestrutura e sustentabilidade, energias renováveis, biocombustíveis para aviação, entre outros temas foram o foco dos painéis realizados. Para acessar os links de todas as notícias, clique aqui.

Departamento de Agronegócio (Deagro) – Autoridades e especialistas reunidas nos diversos painéis discutiram temas como segurança alimentar, agricultura tropical, entre outros. Para acessar os links de todas as notícias, clique aqui.

Comitê de Responsabilidade Social (Cores) – O “Fórum Equidade de Gênero – pressuposto para o desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza” abordou a igualdade de oportunidades e de tratamento entre homens e mulheres nas empresas, instituições e organizações. Paulo Skaf propôs campanha para garantir creches a todas as mães que trabalham.

Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) – José Junior, da ONG carioca AfroReggae participou de um talk show no evento, a fim de debater sustentabilidade e transformação social.

Educação

Durante evento A Voz do Professor, Skaf destacou a importância dos professores. Além disso, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP encontrou-se com alunos do Sesi/Senai-SP de Cruzeiro. O evento foi palco também da premiação da categoria escolar do concurso Heróis do Futuro, tendo como vencedor o Sesi Igaraçu do Tietê.

Agradecimento

Ao final do evento, a Fiesp e o Sistema Firjan publicaram um anúncio em alguns dos principais veículos impressos do país, em agradecimento aos mais de 200 mil visitantes que passaram pelo Humanidade 2012.

 

Números do Humanidade 2012

Dias de evento: 12
Horas: 156
Minutos: 9.360
Segundos: 561.600
Eventos realizados: 49
Painéis temáticos e reuniões de trabalho: 105
Colaboradores que trabalharam no projeto: 300
Pessoas que atuaram na produção: 1.200
Alunos de escolas do Sesi e Senai de SP e do RJ e de escolas públicas do RJ que visitaram o
Humanidade 2012: + de 10 mil

 

‘Muito obrigado’, diz anúncio da Fiesp e Firjan aos visitantes do Humanidade 2012

Agência Indusnet Fiesp

Anúncio veiculado nos jornais.

Em alguns dos principais veículos impressos do país, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o Sistema Firjan, que representa o setor produtivo do Rio de Janeiro, publicaram neste final de semana anúncio com agradecimento aos mais de 200 mil visitantes que passaram pelo Humanidade 2012 – iniciativa idealizada em parceria com a Fundação Roberto Marinho, Sesi-SP, Sesi Rio, Senai-SP e e Senai Rio, entre os dias 11 e 22 de junho, no Rio de Janeiro, em paralelo à Rio+20.

O anúncio traz uma imagem aérea do edifício-andaime onde aconteceram as atividades do evento no Forte de Copacabana e também faz um agradecimento a colaboradores, palestrantes, empresários, artistas, jornalistas e autoridades.

O plano de mídia inclui veiculações em meia página na edição deste domingo (24/06) dos jornais Folha de S. Paulo, Estado de S.Paulo e O Globo, e em alguns dos principais diários do interior de São Paulo.

Também estampa páginas das revistas semanais Veja, Época e IstoÉ. Está acertada ainda uma veiculação na edição desta segunda-feira (25/06) nos jornais Valor Econômico e Brasil Econômico, e no jornal de bordo da TAM.

“É uma maneira de celebrar o enorme sucesso da iniciativa, que atraiu o dobro do público esperado”, diz Paulo Skaf, presidente da Fiesp.

“Isso sem contar as mais de 150 horas de mesas temáticas e debates com alguns dos palestrantes mais importantes quando o tema é desenvolvimento sustentável. Nas palavras da imprensa, de ministros, de autoridades e do público em geral, foi o evento mais democrático, atraente e surpreendente da Rio+20”, completa Skaf.

Veja no Flickr da Fiesp imagens ampliadas dos anúncios:

Humanidade 2012: iniciativa da Fiesp e parceiros já atraiu mais de 140 mil pessoas

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Quem passa pela Avenida Atlântica, um dos endereços cariocas mais famosos no Brasil, enxerga de longe uma estrutura com blocos imensos suspensos sobre as pedras do Forte de Copacabana.

É o Humanidade 2012, iniciativa idealizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e vários parceiros para realçar o papel do Brasil no debate mundial sobre desenvolvimento sustentável durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

O evento já recebeu um público de aproximadamente 140 mil pessoas – 46 mil somente no último sábado (16/06). Todas em busca de cultura, conhecimento e sustentabilidade.

É o caso da atriz Fernanda Torres. Acompanhada pelo filho Antônio, a atriz aguardava na fila para iniciar a visita pelo espaço. “Soube do Humanidade 2012 na TV. É uma aproximação dos temas, uma forma de ligar a consciência. Toda questão ecológica está ligada à maneira como o homem vive. E eu acho que um espaço como esse é de sensibilização de temas que atormentam a todos nós e que são importantes neste milênio”, disse Fernanda Torres.

Semeando o futuro

Os irmãos Sylvia e André Rola aproveitaram a manhã de domingo (17/06) para passear e aprender no Humanidade 2012.

“Não basta só olhar. Esse evento traz um corte na carne. Eu participei da Eco 92 [evento da ONU realizado também no Rio, em 1992) e hoje trago minha filha de 10 anos. É como semear o futuro”, disse André Rola, 48 anos, artista gráfico.

“O que estamos fazendo é tirar fotografias para postar e, de certa forma, através dessas imagens, sensibilizar para que as pessoas venham também”, afirmou a professora universitária Sylvia Rola, de 46 anos.

Assinado pela diretora e cenógrafa Bia Lessa, o espaço – aberto ao público até sexta-feira (22/06), data de encerramento da Rio+20 – convida a sociedade para ampliar seu conhecimento e refletir sobre um modelo de desenvolvido que leve em conta os impactos sociais e ambientais do passado, do presente e do futuro. A iniciativa propõe que o ser humano esteja no centro de qualquer decisão em prol do desenvolvimento sustentável.

Conscientização

A professora Maria do Socorro, 65 anos, aproveitou algumas horas antes do almoço para se atualizar sobre o assunto do momento – a sustentabilidade.

“Como educadora eu tenho que participar, não posso estar desatualizada. Vi as reportagens na televisão e todas falavam que estava ótimo. Essa geração de pequeninos vai ter muito mais consciência do que a minha geração”, disse a professora, acompanhada da afilhada, Tamara Chaves, estudante de letras de 18 anos. “Acho importante vir porque traz muita informação. Nem sempre temos acesso imediato a isso. Está muito bem reunido e apresentado”, comentou Tamara.

Liliana Miranda, da delegação oficial do Peru na Rio+20, também passou pelo espaço no fim de semana. “É um espaço muito interessante e é uma iniciativa que vale a pena replicar e levar a outras cidades também”, sugeriu Liliana.

Saiba mais sobre o Humanidade 2012

A agenda do Humanidade 2012 inclui encontros, palestras, seminários, oficinas e uma grande exposição que, de maneira lúdica, interativa e participativa, apresenta como conceitos de energia limpa, transformação social, reaproveitamento de resíduos e educação têm sido colocados em prática por meio de iniciativas e ações importantes em todo o país.

Ao longo do horário de visitação, ampliado desde sábado (16/06), famílias, turmas ou mesmo pessoas sozinhas sobem e desce as rampas suspensas por barras de ferro no espaço do Humanidade.

Todos os materiais utilizados, dos andaimes aos tapumes, passando por móveis e até o lixo gerado, serão reaproveitados ao final do evento.

Uma das atrações do espaço é o terraço, que proporciona uma vista privilegiada da região – de dia se sobressai a imensidão do mar e o Pão de Açúcar, um dos cartões postais do Rio. À noite, as luzes da cidade dão o tom de conectividade.

Humanidade 2012 pode ser visitado de 10h às 22h (última entrada às 21h). A iniciativa é resultado de uma parceria da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio e Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebra e da Caixa Econômica Federal.

Organização amplia horário de visitação do Humanidade 2012

Agência Indusnet Fiesp 

Boas notícias para quem pretende visitar o Humanidade 2012 – iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e outros parceiros. A partir deste sábado (16/06) o horário de funcionamento do evento será ampliado: o espaço fica aberto de 10h às 22h (última entrada às 21h). Até então, a visitação podia ser feita até 19h (última entrada às 18h).

Até o dia 22 de junho, o Humanidade 2012 apresenta uma série de seminários e debates relacionados aos temas da Rio+20, além de uma exposição aberta ao público, concebida pela artista Bia Lessa, no Forte de Copacabana, Rio de Janeiro. O evento tem como objetivo engajar a sociedade na discussão sobre como aliar o crescimento econômico ao desenvolvimento social e à conservação ambiental.

Humanidade 2012 é uma iniciativa da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal, concebida para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável. 

Circuito expositivo do Humanidade 2012 é destaque no jornal Folha de S. Paulo

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

Um diálogo entre professora e alunos do Sesi-SP durante visita ao circuito expositivo do Humanidade 2012, no Forte Copacabana, no Rio de Janeiro, abre a matéria publicada nesta sexta-feira (15/06) no jornal Folha de S. Paulo, sobre o evento realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e parceiros, em paralelo à Rio+20.

Com o título “Exposições no Forte de Copacabana atraem público recorde”, a matéria, assinada pela jornalista Laura Capriglione, destaca a biblioteca da Capela e afirma que a exposição Humanidade “tornou-se o mais importante evento em termos de afluência de público durante a Rio+20, porque é o único completamente aberto – sem credencial, sem ingresso”.

Leia a íntegra da notícia no site da Folha.com.

Aberta desde terça-feira (12/06), a exposição traz diversas salas, com ventilação e iluminação naturais – a assinatura é da diretora e cenógrafa Bia Lessa. O público pode conferir o espaço até o dia 22 de junho, das 9h às 18h, na Praça Cel. Eugênio Franco, Copacabana. A entrada é gratuita.

Humanidade 2012 é uma iniciativa da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal, concebida para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável. 

Veja as imagens da exposição do Humanidade 2012

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

Uma das atrações do Humanidade 2012 é o circuito expositivo, composto por 16 espaços – um deles a vista panorâmica do alto do Forte de Copacabana, um dos cartões postais do Rio de Janeiro.

Aberta desde terça-feira (12/06), a exposição traz diversas salas, com ventilação e iluminação naturais – a assinatura é da diretora e cenógrafa Bia Lessa. O público pode conferir o espaço até o dia 22 de junho, das 9h às 18h, na Praça Cel. Eugênio Franco, Copacabana. A entrada é gratuita.

Faça uma visita na galeria abaixo:

O Humanidade 2012 é uma iniciativa conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal.

Paulo Skaf guia visita de ministro das Relações Exteriores ao Humanidade 2012

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp 

Os presidentes da Fiesp, Paulo Skaf (à dir.), e da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira (à esq.) acompanham o ministro Antonio Patriota em visita ao circuito expositivo no Humanidade 2012.

Depois de um café da manhã com os governadores Simão Jatene (PA) e Omar Aziz (AM), o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, recebeu na manhã desta quinta-feira (14/06), nas instalações do Humanidade 2012, a visita do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota.

Ao lado de Skaf e de Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente do Sistema Firjan, o ministro Antonio Patriota conheceu o circuito expositivo no Forte de Copacabana, elogiando a iniciativa e afirmando que o conjunto de eventos oficiais e paralelos da Rio+20 já configuram um marco na história das conferências das Nações Unidas.

Patriota disse ficar alegre com a mobilização do país para discutir os temas da Rio+20. “A sustentabilidade envolve um olhar de médio e longo prazo e o engajamento contínuo de diversos atores da sociedade e das lideranças políticas. E a mudança de mentalidade envolve a educação e capacitação para os três pilares da sustentabilidade, o crescimento econômico, o desenvolvimento social e a justiça ambiental.”

Na visita, Patriota ficou impressionado com a estrutura do Humanidade 2012, especialmente com o espaço Capela, e disse ter vontade de voltar ao local, aberto ao público até o dia 22 de junho, para poder apreciar tudo com mais tempo.

A Capela reúne uma biblioteca formada por 10.000 títulos selecionados por 120 personalidades brasileiras – a ideia da diretora e cenógrafa Bia Lessa, ao conceber a sala, foi a de disponibilizar para consulta do público o percurso intelectual e afetivo dessas pessoas.

Somente na quarta-feira (13/06), o Humanidade 2012 recebeu 11.000 visitantes.

 

Alunos do Sesi e Senai-SP Cruzeiro visitam o Humanidade 2012

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Uma lição de cidadania e sustentabilidade. Com este propósito, cerca de 400 estudantes das unidades do Sesi e do Senai em Cruzeiro, interior paulista, participam nesta quinta-feira (14/06) de uma visita às instalações do Humanidade 2012, no Rio de Janeiro – evento paralelo à Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), idealizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e parceiros para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável.

A viagem ao Rio tem início com uma visita à unidade do Sesi Nova Iguaçu, onde os estudantes serão recepcionados por docentes e alunos da escola. Logo depois, o grupo segue para o Forte de Copacabana, onde vai conhecer de perto as instalações do Humanidade 2012, que tem como destaque uma biblioteca com 10 mil títulos selecionados por 120 personalidades brasileiras.

À tarde, os alunos assistem à cerimônia de premiação do concurso Heróis do Futuro, que acontece a partir das 15h, no Auditório das Humanidades, no Forte de Copacabana.

O concurso é uma iniciativa do Sistema Firjan, em parceria com a Fiesp, Sesi-SP e Senai-SP, com a finalidade de sensibilizar os estudantes sobre os desafios do desenvolvimento sustentável. Entre os finalistas da categoria escolar Sesi/Senai-SP estão as equipes: Ambiciência, Atitude Verde, Bioparceria e Cheiro Verde, do Senai Feliz Guisard (Taubaté), e o Stronger, do Sesi Igaraçu do Tietê.

Humanidade 2012 é uma realização conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal. 

Humanidade 2012: exposição gratuita aborda a sustentabilidade com foco no ser humano

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

Tem início na manhã desta terça-feira (12/06), a partir das 10h, no Forte Copacabana, no Rio, o circuito expositivo do Humanidade 2012 – iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e de diversos parceiros.

Com assinatura da diretora e cenógrafa Bia Lessa, o circuito expositivo mescla tecnologia, educação e cultura com os temas da Rio+20. A exposição conta com diversas salas e espaços e traz atividades que dialogam entre si. A entrada é gratuita.

A exposição, lúdica e interativa, tem destaque na Capela, o centro do evento, onde há um pêndulo fora do eixo indicando que a terra está fora de si e que é preciso colocá-la no prumo. Para isso, 100 pessoas precisam fazer simultaneamente um mesmo movimento, simbolizando uma ação global. Há também a “biblioteca mãe”, com cerca de sete mil livros indicados por personalidades.

A sala Biodiversidade Brasileira é coberta de espelhos e fotografias impressas em tecido, o que cria uma infinidade de imagens de vegetação. Na sala

Produções Humanas, há uma maquete de uma cidade fictícia que registra as linhas de abastecimento de energia, água, esgoto, entre outras. O Terraço do Olhar tem vista para a praia de Copacabana e será local de vigia: o visitante terá lentes de aumento para observar a vista com olhar para aspectos como o trânsito, a ciclovia e a sujeira deixada na praia.

“Trata-se de um espaço democrático, aberto, para que todos possam visitar. Estamos mostrando a sustentabilidade com foco no ser humano, por isso se chama Humanidade”, explica o presidente Fiesp, Paulo Skaf.

A exposição fica aberta ao público, gratuitamente, até o dia 22 de junho, de 9h às 18h, no Forte de Copacabana (Praça Cel. Eugênio Franco, Copacabana, Rio de Janeiro, RJ).

Conheça outros espaços da exposição:

  • Sala Mundo em que Vivemos: o visitante é apresentado à ideia do Antropoceno e convidado a fazer uma viagem reflexiva com início no século XVIII, através de máquinas, desenhos, luz e som para mostrar a ação do homem no planeta.
  • Sala Brasil Contemporâneo: dá sequência à sala “O Mundo Dividido”, formando uma espécie de tenda festiva, onde o mapa do Brasil é tecido a partir de fitas com o nome de cada país. Receberá um músico que vai tocar melodias brasileiras conhecidas do grande público.
  • Recepção e apresentação do projeto: onde os visitantes terão acesso ao terreno do Forte de Copacabana e poderão passear em um jardim para aproveitar a natureza.
  • Sala O Mundo Dividido: revestida externamente com fotografias de fome, pobreza, desastres e guerras. No interior, imagens de um mundo dividido em países separados, representados por suas respectivas moedas.
  • Sala Homem e suas Conexões: tem o objetivo de estabelecer a ligação entre as necessidades e desejos humanos com os meios de produção industrial, educacional, tecnológico etc.
  • Sala Diversidade Humana Brasileira: chão, teto e paredes também são de espelhos. Haverá 1800 fotografias de diversos brasileiros de diferentes raças e credos.
  • Sala do Rio de Janeiro: voltada para a apresentação do Rio como uma cidade que está se preparando para o futuro. Os visitantes terão acesso ao COR (Centro de Operações Rio), espaço que monitora o Rio de Janeiro 24 horas por dia.
  • Sala do Indivíduo e das Forças da Natureza: o visitante experimentará as forças da natureza e poderá deixar a sua mensagem para o futuro, que ficará exposta no Museu do Amanhã.
  • Sala Museu do Amanhã: apresenta o projeto do museu de ciências voltado à exploração das possibilidades de construção de diferentes caminhos para o futuro a partir de escolhas realizadas hoje.
  • Jardim dos Encontros: espaço de confluência das salas e de convivência dos visitantes coberto pelo céu de Copacabana e abraçado por uma vista privilegiada. Rodeado de bandeiras de todos os países, comemora a fraternidade entre os povos.
  • Café Cultural: espaço de contemplação do mar, reflexão e shows abertos ao público.
  • Auditório das Humanidades: espaço de conferências fechadas e de shows abertos ao público coberto por fotos que simbolizam diferentes grupos sociais através do mundo.

Humanidade 2012 é uma iniciativa conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal.

Começa hoje o Humanidade 2012, iniciativa da Fiesp e parceiros em paralelo à Rio+20

Agência Indusnet Fiesp

Engajar a sociedade no debate sobre como aliar o crescimento econômico ao desenvolvimento social e à conservação ambiental. Este é um dos principais objetivos do Humanidade 2012, iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e de diversos parceiros.

O megaevento no Forte de Copacabana, um dos cartões postais do Rio de Janeiro, começa nesta segunda-feira (11/06), dois dias antes da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

A cerimônia de abertura está confirmada para a tarde desta segunda-feira (11/06), com credenciamento às 17h30. Já a grade de seminários, encontros e debates tem início pela manhã, com dois eventos: TEDxRio+20 e Gescom Praias, Seminário Científico Internacional de Gestão Compartilhada de Praias.

Boa parte da programação do Humanidade 2012 terá transmissão on-line. O evento já está sendo divulgado na TV aberta, com um filme institucional de 30 segundos, estrelado por Max Fercondini, apresentador do Globo Ecologia.

Programação da Fiesp, Sesi-SP e Senai-SP

Da esq. p/dir: Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira (presidente da Firjan), Paulo Skaf (presidente da Fiesp) e Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro

Eduardo Gouveia (presidente da Firjan), Paulo Skaf (presidente da Fiesp) e Eduardo Paes (prefeito do Rio de Janeiro)

A Fiesp, assim como o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), tem programação proprietária no Humanidade 2012.

Entre os eventos desta primeira semana estão agendados três painéis organizados pelo Departamento de Meio Ambiente da Fiesp: “A Governança da Água” (quarta-feira, 13/06), “Diálogos sobre Mudança do Clima: cenários nacional e internacional” (também no dia 13/06) e “Produção e consumo sustentável: Governança Nacional e Global, avanços da indústria no Brasil e perspectivas pós-Rio+20” (sexta-feira, 15/06).

Também na sexta (15/06), o Comitê de Responsabilidade Social (Cores) da Fiesp promove o fórum “Equidade de Gênero – pressuposto para o desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza”. O Espaço das Humanidades recebe o evento.

Já a premiação do Heróis do Futuro, parceria do Sesi-SP e Senai-SP com seus equivalentes do Rio de Janeiro, está agendada para quinta-feira (14/06).

Exposição

Uma das atrações do Humanidade 2012 é o circuito expositivo, desenvolvido pela diretora e cenógrafa Bia Lessa. A abertura do espaço ao público será nesta terça-feira (12/06), a partir das 10h, em função das fortes chuvas que caíram sobre a cidade na semana passada.

No espaço, tecnologia, educação e cultura, em conjunto com os temas da Rio+20, apresentam o poder de transformação do ser humano como destaque. A entrada é gratuita. “Será um espaço democrático, aberto, para que todos possam visitar. Estamos mostrando a sustentabilidade com foco no ser humano. Por isso se chama Humanidade”, explica o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

O Humanidade 2012 é uma iniciativa conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal.

Presidente da Fiesp observa etapas finais das obras para o evento.

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

A exemplo da véspera, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, esteve no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (08/06) para acompanhar os preparativos que antecedem a abertura do Humanidade 2012.

Skaf foi acompanhado por engenheiros e pela diretora e cenógrafa Bia Lessa, responsável pela concepção do espaço. A programação do evento será aberta na próxima segunda-feira (11/06), no Forte de Copacabana, e prossegue até 22/06.

A cerimônia de abertura para convidados está confirmada para segunda-feira (11/06), com credenciamento às 17h30. O circuito expositivo será aberto para o público em geral na terça-feira (12/06), com entrada gratuita.

Humanidade 2012 é uma iniciativa conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio e do Sebrae.

Veja as imagens da visita, registradas pelo fotógrafo Junior Ruiz:

Paulo Skaf acompanha no Rio os preparativos finais do Humanidade 2012

Humanidade 2012: circuito expositivo tem nova data de abertura, informa organização

Agência Indusnet Fiesp

As fortes chuvas que caíram no Rio de Janeiro nos últimos dias forçaram o adiamento da data de abertura do circuito expositivo do Humanidade 2012. O público poderá visitar as salas com as diversas mostras na terça-feira (12/06), a partir das 10h.

Nada muda, no entanto, para os convidados. A cerimônia de abertura está confirmada para segunda-feira (11/06), com credenciamento às 17h30 – segue, portanto, inalterada a programação dos diretores da Fiesp/Ciesp.

O informe foi divulgado no final da tarde desta sexta-feira (08/06) pela assessoria de imprensa do evento, que acontece de 11 a 22 de junho, em paralelo à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Humanidade 2012 é uma iniciativa conjunta da Fiesp, Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi-Rio, Sesi-SP, Senai-Rio, Senai-SP, com patrocínio da Prefeitura do Rio e do Sebrae.

Leia na íntegra o nota distribuída à imprensa:

Face as fortes chuvas que caíram no Rio de Janeiro na madrugada de terça-feira, dia 5 de junho, e durante todo o dia 7, quinta-feira, a data de abertura ao público do circuito expositivo do Humanidade 2012 foi transferida para terça-feira, dia 12, a partir das 10h.

Estão mantidos na segunda-feira os eventos TEDx Rio+20 e Gescom, agendados para os auditórios do Humanidade 2012, nos horários previstos.

A cerimônia de abertura para convidados também está confirmada para segunda-feira, dia 11, com credenciamento às 17h30.”

Serviço
Humanidade 2012
Local: Forte de Copacabana
Data da exposição: de 12 a 22 de junho
Horário da exposição: de 10h às 21h
Área expositiva aberta ao público, gratuita
www.humanidade2012.net
www.facebook.com/humanidade2012
https://twitter.com/#!/Humanidade2012

Infográfico: veja como será a exposição do Humanidade 2012

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

O circuito expositivo é uma das atrações do Humanidade 2012, evento paralelo à Rio+20 que começa na segunda-feira (11/06), no Rio – a iniciativa é da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e outros parceiros.

Instalado no Forte de Copacabana, o circuito terá diversas salas e espaços expositivos, com ventilação e iluminação naturais, integrados à bela paisagem da região – a assinatura é da diretora e cenógrafa Bia Lessa. A exposição fica aberta ao público, gratuitamente, entre os dias 11 e 22 de junho, de 9h às 18h, na Praça Cel. Eugênio Franco, Copacabana. Saiba mais no infográfico abaixo:

O Humanidade 2012 é uma realização conjunta da Fiesp com os seguintes parceiros: Sistema Firjan, Fundação Roberto Marinho, Sesi e Senai São Paulo, Sesi e Senai Rio e Fundação Roberto Marinho. O patrocínio é da Prefeitura do Rio e do Sebrae.