Walter Vicioni prestigia inauguração de exposição sobre o processo de fundição artística

Agência Indusnet Fiesp

O superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, participou da inauguração da exposição Fundição Artística no Brasil, que aconteceu noite desta segunda-deira (17/12), no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso.

Realização do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), com curadoria de Gilberto Habib Oliveira, a mostra tem como objetivo destacar a importância da preservação do patrimônio cultural brasileiro com enfoque na tecnologia da fundição artística e na capacitação de jovens profissionais.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540150677

Walter Vicioni na abertura da exposição Fundição Artística no Brasil. Foto: Everton Amaro


No total, apresenta 20 obras museológicas de importantes acervos, dentre eles peças da Pinacoteca do Estado de São Paulo e trabalhos que ilustram o processo de fundição, desenvolvidos por professores, alunos e técnicos da Escola Senai Nadir Dias de Figueiredo, de Osasco, que mantém o Centro Técnico em Fundição Artística, núcleo de referência nesse setor.

O processo de fundição artística pelo método de cera perdida, uma das técnicas ensinadas no Centro Técnico do Senai de Osasco, é utilizado para a formação de jovens profissionais interessados em atuar no ramo da metalurgia artística.

As principais especificidades e os desdobramentos desse processo são apresentados na exposição, bem como o lastro cultural a ele associado.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540150677

Peça da mostra Fundição Artística no Brasil. Foto: Everton Amaro

Entre os destaques, obras de Rodolfo Bernardelli, “escultor oficial” do Brasil durante o período Republicano e obras de Amadeu Zani, autor de vários monumentos públicos em São Paulo e no Rio de Janeiro, professor do Liceu de São Paulo e responsável pela vinda ao Brasil de artistas fundidores que ajudaram a formar jovens artesãos.

Outro ponto forte da exposição é o “Busto D. Pedro II”, de 1839, de autoria de Zépherin Ferrez, pertencente ao acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo. A obra que retrata o Imperador foi recentemente fundida em bronze pelo Senai-SP, a partir do original em gesso pertencente a Pinacoteca, onde foram aplicados recursos tecnológicos digitais, tais como prototipagens e simulações para auxílio nos processos metalúrgicos. Ainda estarão expostas maquetes de monumentos de Victor Brecheret, Galileo Emendabili, Julio Guerra e Leopoldo e Silva, autores de grandes obras em espaços públicos da cidade de São Paulo.


Imagem relacionada a matéria - Id: 1540150677

Abertura da exposição Fundição Artística no Brasil. Foto: Everton Amaro


Serviço

Exposição Fundição Artística no Brasil
Local: Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso (Av. Paulista, 1.313 – Metrô Trianon-Masp)
Período expositivo: 18 de dezembro de 2012 a 10 de fevereiro de 2013.
Datas e horários: segunda-feira, das 11 às 20 horas; terça a sábado, das 10 às 20 horas; e domingo, das 10 às 19 horas (entrada até 20 minutos antes do fechamento). De 17 a 21 de dezembro, a exposição ficará aberta até 21h.
Classificação indicativa: livre
Informações: (11) 3146-7405 e 7406
Entrada franca. O espaço tem acessibilidade.