Fiesp e Prefeitura de SP assinam acordo de cooperação técnica para a Expo 2020

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Com o objetivo de estabelecer ações de subsídio à candidatura da cidade de São Paulo para receber a Exposição Universal de 2020 – Expo 2020, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, e prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, assinaram nesta quinta-feira (04/10) um termo de cooperação técnica entre as instituições.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220763

Presidente da Fiesp, Paulo Skaf, assina termo de cooperação na Prefeitura de São Paulo. Foto: Junior Ruiz


A Expo 2020 é o terceiro maior evento mundial em termos de capacidade de fomento do desenvolvimento social e econômico – atrás apenas dos Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. O evento – referência na troca de experiências em temas como urbanismo e sustentabilidade – tem duração de seis meses e acontece a cada cinco anos, quando reúne dezenas de nações.

O termo de cooperação foi assinado na sede da Prefeitura, no Vale do Anhagabaú, e traz o compromisso da Fiesp em desenvolver ações, como a elaboração de estudos e projetos que subsidiarão a administração municipal  na candidatura da capital paulista.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220763

Walter Vicioni (superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP), Paulo Skaf (presidente da Fiesp)e Carlos Cavalcanti (diretor-titular do Deinfra) na reunião com prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (à direita), momentos antes da assinatura do termo de cooperação. Foto: Junior Ruiz

“Essa abertura por parte da prefeitura, de buscar a sociedade, é que permitiu que pudéssemos ter essa participação. O Brasil está em um momento muito positivo. Daqui até 2020, grandes eventos terão sido realizados e  essa grande exposição vai criar uma sinergia em todos esses bons momentos pelos quais o país irá passar”, afirmou Skaf logo após a assinatura do termo.

A escolha do país-sede acontecerá em novembro de 2013. As outras candidatas a sediar a Expo 2020 são Ayutthaya (Tailândia), Dubai (Emirados Árabes Unidos), Esmirna (Turquia) e Iekaterimburgo (Rússia). “Ainda temos uma votação, mas com a grande articulação entre os governos estadual e federal mostra que o negócio está indo muito bem”, ponderou Skaf.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, destacou que a vinda da Fiesp para a liderança da candidatura em conjunto com a prefeitura dá “envergadura” ao projeto. “Não é apenas a chancela da Fiesp, é a participação e a liderança de um árduo processo que envolve uma campanha de caráter universal junto a 160 países, que terão a oportunidade de escolher no ano que vem o país-sede  da Expo Universal 2020”.

Cerimônia

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220763

Participaram do evento, pela Fiesp, o chefe de Relações Governamentais e Institucionais, Sérgio Barbour; o assessor para assuntos estratégicos da presidência, Carlos Alberto Demeterco; a gerente do Departamento Jurídico Corporativo, Luciana Freire; o diretor do Departamento de Infraestrutura (Deinfra) da entidade, Carlos Cavalcanti; e o superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni.

Também estiveram presentes à assinatura do termo, por parte da prefeitura de São Paulo, o secretário de Relações Internacionais e vice-presidente do Comitê de Candidatura São Paulo Expo 2020, Alfredo Cotait; o chefe de gabinete da secretaria de Relações Internacionais, Elcio de Oliveira Junior; o secretário executivo da Candidatura São Paulo Expo 2020, Carlos Kendi; e o secretário adjunto, Guilherme Mattar.