Cônsul da Itália apresenta Expo Milão 2015 na Fiesp; tema é ‘Alimentar o planeta’

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) recebeu nesta terça-feira (04/11) o cônsul geral da Itália, ministro Michele Pala, e representantes da organização da Expo Milão 2015, para uma apresentação do evento a empresários brasileiros. Serão 164 dias de exposição, de maio a outubro do ano que vem. O tema á está definido:  “Alimentar o planeta, energias para a vida”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540088971

“Será uma oportunidade para a Itália mostrar nossas excelências", disse Pala. Foto: Everton Amaro/Fiesp

O cônsul afirmou que a promoção da Expo é uma prioridade desde o começo do seu mandato no consulado, não só do ponto de vista turístico, mas também comercial. “Acredito muito na grande oportunidade que o evento representa. A Expo acontecer em 2015 é muito importante porque o ano vai marcar o começo do crescimento econômico da Itália”, garantiu Pala.

“Será uma oportunidade para a Itália mostrar nossas excelências, mas também de todos os países que vão participar”, concluiu o cônsul.

De acordo com o diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex), William Marmonti, a Fiesp intensificou ao longo dos últimos anos a sinergia com a Itália, o que resultou em encontros B2B e fechamentos concretos de investimentos italianos no Brasil. Em 2015, reforçou Marmonti, os interesses serão ainda mais focados na Itália.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540088971

Para William Marmonti, do Derex, é importante incentivar acordos bilaterais. Foto: Everton Amaro/Fiesp

“A oportunidade de hoje expormos a Expo 2015 é um fator que pode agregar ainda mais essa sinergia para todos que querem ter uma relação mais estreita com o nosso país-irmão”, disse Marmonti.

“Queremos trazer ao Brasil o que a Itália tem de melhor, como o contato com os polos de tecnologia, no agrobusiness, na competitividade, na bio e na nanotecnologia, no tratamento de resíduos. Tudo isso nos leva a querer nos dedicar ainda mais a esses acordos bilaterais.”

Apresentando um panorama geral do evento, o presidente da Câmara Ítalo-Brasileira (Italcam), senador Edoardo Pollastri adiantou que participará da Expo Milão um total de 144 países, além de organizações internacionais como a ONU. O tema alimentos será abordado sob os aspectos da tecnologia, inovação, cultura, tradições e criatividade.

Os principais objetivos do evento, segundo Pollastri, serão melhorar a qualidade e a segurança dos alimentos e prevenir as novas enfermidades sociais do nosso tempo, além da preservação da biodiversidade, criar melhores ferramentas de controle e inovação e assegurar novas fontes de alimentos.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540088971

"Um total de 144 países participarão da Expo Milão 2015", garante o senador Edoardo Pollastri. Foto: Everton Amaro/Fiesp

“A Expo Milão 2015 parece ter sido feita exatamente para um país como o Brasil que, no mundo do futuro, vai ter um papel importantíssimo na questão da alimentação e da água, já que é uma potência agroalimentar e tem a maior reserva hídrica do mundo”, concluiu o senador, que também falou sobre a atual situação brasileira e italiana.

“Os dois países estão com problemas econômicos que têm que ser solucionados. Mas têm a mesma oportunidade e, eu espero, terão o mesmo sucesso.”

Representantes da embaixada italiana e da Apex-Brasil falaram sobre as oportunidades para o setor privado brasileiro. Com dados sobre as negociações entre Brasil e Itália, Cristiano Musillo, adido comercial da Embaixada, afirmou que houve um crescimento acumulado de mais de 200%, mas ainda há potencial para crescer mais, por serem economias complementares.

Vinícius Estrela, gerente da Apex, fez uma apresentação do pavilhão brasileiro na Expo Milão, que traz um conceito de rede, para mostrar a união de várias forças para que o país se tornasse um dos principais players na área de alimentos.

Também participaram da apresentação o analista de mercado da Agência Nacional Italiana de Turismo (Enit) de São Paulo, Roger Zichelli, e o diretor da Promos do Brasil, Bruno Aloi.

Zichelli falou sobre a importância do turismo para a Itália e como ele será fomentado pela Expo. Já Aloi mostrou as plataformas inovadoras de negócio que serão aplicadas durante o evento.