Vinte estudantes do Senai-SP representarão o Brasil no Worldskills 2013

Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) levará 20 alunos para a 42ª edição do Worldskills, que será realizado em Leipzig, de 2 a 7 de julho, na Alemanha. Os estudantes paulistas competirão em 17 modalidades da indústria e representam mais da metade da delegação brasileira no evento.

Além dos jovens de São Paulo, 19 alunos do Senai de seis Estados (Minas, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Pernambuco e Santa Catarina) representarão mais 17 ocupações. Outros cinco estudantes do Senac de cinco Estados brigarão por medalhas em atividades do comércio.

O Worldskills é o maior torneio de formação profissional do mundo, que reunirá mais de 900 competidores de mais de 50 países, dentre eles Coréia, Japão, Singapura, Alemanha, França e Inglaterra.

Para Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Senai-SP, o resultado reflete o comprometimento dos docentes de todo o Estado com a qualidade de ensino. “A indústria paulista tem investido fortemente na educação profissionalizante e básica, e resultado tão bom como esse é fruto do engajamento dos docentes, instrutores e demais profissionais do Senai-SP.”

Walter Vicioni, diretor regional do Senai-SP e superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi-SP), acredita que a competição internacional é um momento especial para expor a educação profissional oferecida pela entidade. “O desempenho dos estudantes de São Paulo prova que estamos brigando em pé de igualdade com outras nações do mundo.”

Na edição anterior do mundial, realizada de 5 a 8 de outubro de 2011 em Londres, quatro dos sete alunos paulistas subiram ao pódio. No geral, a delegação brasileira, representada por 28 estudantes, faturou seis medalhas de ouro, três de prata, duas de bronze e dez certificados de excelência, batendo grandes potencias educacionais como Japão, Suíça, Alemanha e Singapura. A pontuação brasileira só foi superada pela Coréia do Sul, primeira colocada na competição.

“Diferentemente dos economistas, que se referem aos trabalhadores como recursos humanos, os olhamos como pessoas que têm recursos que podem ser potencializados”.

Representantes do Senai São Paulo:

– CAD: Paulo Kazuo Inoue
– Caldeiraria: Kleber da Silva Santos
– Confeitaria: Patrícia Cristina Martins
– Construção de Moldes: Bruno Ramalho
– Fresagem a CNC: Henrique da Silva Santana
– Funilaria e Reparação Automotiva: Lucas Moreno Claro
– Jardinagem e Paisagismos: Hipólito Ribeiro dos Santos; e Michel John Martins Miranda dos Santos
– Joalheria: Renata da Silva Santos
– Manufatura Integrada: Arivaldo Júnior Donato; Arthur Zuliani de Oliveira; e Daniel Henrique Minutti
– Manutenção Aeronáutica: Bruno Batista Moreira
– Manutenção e Suporte a Redes PC: Thiago Villamagna Machado
– Marcenaria: Leandro de Lima Rosolen
– Mecânica de Automóveis: Bruno Pereira de Assis
– Polimecânica: Richard Souza da Silva
– Refrigeração: Felipe Barbosa Benicio
– Soluções em Programas de Computador para Negócios – TI: Leonardo Félix Gajardo
– Web Design: William Adriano Martins

Representantes de Minas Gerais:
. Cabeamento em Redes de Informação – Jader Lucas de Souza Santos
. Tornearia a CNC – Jacques Dias Prado
– Eletrônica – Sávio Vieira Silva Moura
– Eletricidade Industrial – Caique Ferreira de Faria
– Sistemas de construções a seco – Marcos Assis de Oliveira
– Robótica Móvel – Guilherme Douglas Rodrigues; e Gustavo Lemar Cardoso
– Pintura automotiva – Carlos Guilherme da Silva Pascoal
– Cozinha – Gabriela Rabelo Freitas Melo (Senac)

Rio Grande do Sul
– Mecatrônica – Henrique Baron; e Maurício Zangali Toigo
– Impressão Offset – Lucas de Souza Cardoso
– Instalação Hidráulica e a Gás – Paulo Facchin
– Design Gráfico – Ricardo Calvi Vivian

Santa Catarina
– Construção em Alvenaria – Ariel Bertoluci
– Marcenaria de Estruturas de Madeira – Antonio Elizeu da Cunha Júnior

Rio Grande do Norte
– Soldagem – Rafael Wenderson Morais Pereira
– Estruturas Metálicas – Danilo Batista da Silva

Distrito Federal
– Aplicação de Revestimento Cerâmico – Geovane Oliveira da Silva
– Técnico de Enfermagem – Jessyca dos Santos Cardoso Pacheco (Senac)

Pernambuco
– Instalações Elétricas Prediais – Leandro Figueredo Oliveira
– Tecnologia da Moda – Charlene Darvyllen dos Santos Oliveira (Senac)

Ceará
– Cabeleireiro – Patrícia de Sousa Gomes (Senac)

Paraná
– Serviço de Restaurante – Ueslei Felipe de Oliveira Vale (Senac)


Leia mais


Alunos da faculdade Senai-SP obtiveram nota máxima no Enade, destaca Vicioni

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544868276

Superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, faz balanço do ano. Foto: Helcio Nagamine

“Dois mil e doze foi um ano simplesmente maravilhoso para o Sesi-SP [Serviço Social da Indústria] e o Senai-SP [Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial]”, declarou o superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, durante a entrevista coletiva sobre o balanço do ano de 2012 e perspectivas para 2013, realizada nesta terça-feira (18/12), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Entre os avanços realizados pela indústria paulista na área da educação, Vicioni destacou o desempenho dos estudantes dos cursos superiores de tecnologia de automação industrial e tecnologia em fabricação mecânica da Faculdade Senai-SP, que obtiveram nota máxima no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

”Fiquei muito impressionado com o resultado porque o Enade, além de avaliar o desempenho dos alunos, também analisa o currículo dos professores. Isso mostra que estamos no caminho certo. Hoje as faculdades do Senai-SP estão no mesmo nível de excelência das universidades tradicionais”, avaliou o diretor regional do Senai-SP.

Educação de excelência

No entendimento de Vicioni, os investimentos feitos na gestão do presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, Paulo Skaf, na educação básica de qualidade foram decisivos para que os alunos do ensino regular do Sesi-SP superassem, com 10 anos de antecedência, a meta estabelecida pelo movimento Todos Pela Educação.

“A nota alcançada pelos alunos do Sesi-SP na Prova Brasil [realizada pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica – Saeb] deste ano foi superior à meta proposta pelo movimento Todos Pela Educação para 2022”, sublinhou o superintendente do Sesi-SP, destacando o empenho de Skaf, para quem a educação é principal ferramenta de mudança social.

“O Sesi-SP e o Senai-SP oferecem uma oportunidade de mudança não só para os seus alunos, mas para toda comunidade. Com isso, eles [estudantes] poderão construir o seu caminho e terão oportunidades iguais no mercado de trabalho”, salientou Vicioni. E completou: “Eu sempre digo que enquanto estivermos sob a regência do presidente Paulo Skaf estas instituições de ensino continuarão sendo um sucesso”.

Para dar competitividade ao Brasil, indústria prioriza educação, diz Paulo Skaf

Alice Assunção e Flávia Dias, Agência Indusnet

Ao discursar na cerimônia de abertura da 7ª Olimpíada do Conhecimento – principal torneio ente alunos do ensino profissional do país –, o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, ressaltou que faz parte da estratégia da indústria investir em educação para trazer competitividade ao Brasil.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544868276

Paulo Skaf, presidente da Fiesp/Ciesp/Senai-SP/Sesi-SP: Indústria prioriza educação para trazer competitividade ao Brasil

“A indústria se orgulha muito de tudo isso que está acontecendo e prioriza a educação porque sabe que é importante para a competitividade do país”, afirmou Skaf – também presidente do Serviço Nacional e Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP).

Ao menos 600 estudantes do ensino profissional de todo o país estão competindo em 52 modalidades. Somente o Senai-SP participa da competição com 84 alunos. Os vencedores da disputa que começa nesta segunda-feira (12/11) e termina no domingo (18/11) estão automaticamente classificados para o World Skills, torneio internacional com estudantes de mais de 50 países que deve acontecer em 2013, na Alemanha.

“Quando o Brasil participou pela primeira vez de um World Skills, em uma competição com 18 países, a equipe brasileira terminou em 16º andar. No World Skills na Inglaterra, no ano passado, entre mais de 40 países, o Brasil terminou em segundo lugar. Nós temos evoluído muito”, lembrou Skaf.

Lula

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544868276

Paulo Skaf, Lula e Robson Braga de Andrade, na abertura da Olimpíada do Conhecimento. Foto: Junior Ruiz


O importante é competir e não desistir de ser primeiro lugar. A afirmação foi feita pelo ex-presidente da República, Luiz  Inácio Lula da Silva, a alunos do Senai competidores da 7ª Olimpíada do Conhecimento durante a cerimônia abertura do evento.

“Que vença quem estudou mais”, afirmou Lula, que já foi aluno do curso de torneiro mecânico do Senai de São Paulo (Senai-SP) na década de 1960.

O ex-presidente destacou a importância de cursos profissionalizantes como os oferecidos pelo Senai para movimentar a economia e gerar renda. “Eu fui o primeiro da minha casa a ter um diploma do primário, o primeiro a ter um diploma como o do Senai. E graças a isso fui o primeiro a ter uma casa própria e emprego”, lembrou, acrescentando que “esse país vai fazer uma revolução industrial”.

Lula parabenizou a organização do evento, por incluir entre competidores alunos portadores de deficiência. “Eu aprendi que o portador de deficiência não quer que a gente tente um tratamento diferente. O que eles querem é provar a sua capacidade, e é isso que o Senai está fazendo”, afirmou.

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, também participou da abertura da Olimpíada do Conhecimento e declarou que as escolas do Sesi e do Senai representam “uma oportunidade de levar desenvolvimento aos Estados brasileiros”.

Fiesp e CNI lançam Olimpíada do Conhecimento 2012 nesta quinta (20/09)

Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), e Robson Braga de Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), lançam nesta quinta-feira (20/09), às 10h, na sede da Fiesp, a 7º edição da Olimpíada do Conhecimento. Trata-se do maior torneio de educação profissional realizado nas Américas.

Este ano, a Olimpíada do Conhecimento colocará em disputa mais de 600 estudantes do ensino profissional de todo o país, de 12 a 18 de novembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Os melhores colocados nas 52 profissões avaliadas classificam-se para o WorldSkills – torneio internacional com a presença de jovens de mais de 50 países que será realizado em 2013 em Liepzig, na Alemanha.

Durante a cerimônia de lançamento, será divulgado o Mapa do Trabalho Industrial – uma pesquisa inédita com a projeção da necessidade de qualificação de mão de obra de nível técnico e de média qualificação para os próximos três anos em todo o Brasil.

No Foyer do Teatro do Sesi São Paulo, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, haverá exposição de equipamentos com  tecnologias de última geração utilizadas na indústria.

Com 809 unidades operacionais em todo o país, o Senai é a maior rede privada de educação profissional da América Latina e que atende 28 setores industriais. No ano passado, a entidade contabilizou mais de 2,5 milhões de matrículas e tem expectativa de chegar a 4 milhões em 2014.

Serviço
Evento: Lançamento da Olimpíada do Conhecimento – Etapa Nacional
Data/horário: 20 de setembro de 2012, às 10h
Local: Espaço Fiesp – Térreo Inferior (Av. Paulista, 1313)


CEO da Localiza encontra jovens empreendedores da Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

CEO e fundador da Localiza – empresa de aluguel de carros –, Salim Mattar é o convidado da quinta Reunião Ordinária de 2012 do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE), da Fiesp.

Na entidade, Mattar falará a um grupo de estudantes e jovens empreendedores na próxima terça-feira (27/06), a partir das 18h45. O encontro acontecerá na sede da Fiesp, na av. Paulista, 1313, 15º andar.

Em 2012, Mattar foi indicado como um dos 50 CEOs de melhor desempenho da América Latina, pela revista Harvard Business Review, além de ser eleito por dois anos consecutivos Best CEO, pela Revista Institucional Investors.

Formado em Administração de Empresas pela Fumec-MG, Salim Mattar, aos 23 anos, empreendeu e, juntamente com seus sócios Antonio Claudio Resende, Eugenio Mattar e Flavio Resende, criou a Localiza Rent Car – na época, um negócio de aluguel de carros em Belo Horizonte com apenas seis fuscas usados e comprados via crédito.

Hoje, depois de 38 anos, a Localiza possui mais de 500 agências em oito países e uma frota de mais de 100 mil carros, com receita de R$ 2,9 bilhões em 2011.


Serviço
Data: 26 de junho de 2012, terça-feira, às 18h45
Local: Espaço Nobre, sede da Fiesp, 15º andar. Av. Paulista, 1313, capital