Frente Parlamentar da Defesa Nacional quer fortalecer setores estratégicos

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540174468

Da esq.p/ a dir.: Ricardo Zarattini Filho, ex-deputado federal; Jairo Cândido, diretor-titular do Comdefesa da Fiesp e Carlos Zarattini, deputado federal e presidente da FPDN

Durante a reunião plenária do Departamento da Indústria de Defesa Zarattini (PT-SP) apresentou as ações da Frente Parlamentar da Defesa Nacional no Congresso Nacional.

Zarattini, que preside a FPDN, explicou que a Frente surgiu a partir da decisão do governo Lula de implantar a Estratégia Nacional da Defesa. Para o Brasil, que está no caminho para ser a quinta economia do mundo, baseada no mercado interno como motor da expansão, a discussão exige o fortalecimento de três setores estratégicos: espacial, cibernético e nuclear.

Entretanto, é necessário certificar a pesquisa e o desenvolvimento científico no País por meio do poder de compra do Estado brasileiro, para garantir a transferência de tecnologia de alta complexidade. Segundo o deputado, isso aceleraria o desenvolvimento das Forças Armadas e criaria condições de se equiparar com as mais modernas do mundo.

Outro ponto é a articulação das Forças Armadas brasileiras com a União de Nações Sul-Americanas (Unasul). “Acreditamos que a Unasul é fundamental para criarmos uma defesa mais ampla em mais países da América do Sul, garantindo assim a possibilidade de um mercado ainda maior para nossos produtos de defesa”, ressaltou Zarattini.

Mas ideias sem orçamento não saem do papel. Carlos Zarattini afirmou que a discussão da partilha dos royalties do pré-sal estará na pauta do Congresso no segundo semestre deste ano, e espera uma parcela significativa que garanta a Política de Defesa Nacional.

“Essa é uma das principais atividades da Frente Parlamentar de Defesa Nacional”, assegurou o deputado, ao antecipar que neste mês de agosto haverá a primeira reunião da Frente com todos os deputados que a constituem para coordenar estas ações.

Reconhecimento

Ao final da reunião, Jairo Cândido, diretor-titular do Departamento da Indústria de Defesa (Comdefesa) da Fiesp, fez a entrega da placa de homenagem ao deputado federal Carlos Zarattini e a seu pai, o ex-deputado federal Ricardo Zarattini Filho, pelos trabalhos em prol do setor industrial de Defesa.

“Estamos muito felizes pela homenagem da Fiesp tanto a mim quanto a meu pai, que já tinha iniciado este trabalho de política de estratégia de Defesa quando foi deputado há alguns anos”, agradeceu Carlos Zarattini.