Comitê da Fiesp abre trabalhos para aproximar cadeia produtiva do papel, gráfica e embalagem

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539950481

Skaf: união dará maior força ao setor. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

O Comitê da Cadeia Produtiva do Papel, Gráfica e Embalagem (Copagrem) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) teve na tarde desta terça-feira (09/04), na sede da entidade, a sua primeira reunião.

O encontro, que contou com a presença do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, abriu os trabalhos com um diálogo sobre uma proposta para uma campanha de valorização do papel e da comunicação impressa. Também foi abordado, em outro ponto de pauta, o novo modelo tributário para o chamado papel imune, em exposição do diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Fiesp, Roberto Gianetti da Fonseca.

“A gente percebeu que a cadeia produtiva do papel, da indústria de comunicação impressa e das embalagens – que também é comunicação impressa – estava precisando se encontrar e começar a discutir suas questões de forma coordenada, integrada e sinérgica”, explicou antes do encontro, em entrevista ao site da Fiesp, o coordenador do comitê e presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas de São Paulo (Sindgraf-SP), Fabio Arruda Mortara.

“Então, surgiu a oportunidade, com o apoio fundamental da Fiesp, de reunir mais de trinta entidades da cadeia produtiva – a grande maioria de âmbito nacional, que vai de agências de propaganda, jornais, livros e revistas, até a indústria de papel e celulose, de tecnologia da indústria gráfica –, para poder listar as questões mais importantes do setor e passar a tratá-las de forma eficiente e coordenada”, acrescentou  Mortara.

Ao participar da solenidade de abertura da reunião, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf,  destacou que cada empresa tem sua particularidade, mas que nada é possível sem união, trabalho e bom senso. “A união realmente dá a força. E dará maior força ao setor”, disse Skaf.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539950481

Reunião teve presença de lideranças de sindicatos, associações e outras instituições do setor de papel, gráfico e de embalagem. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A reunião inaugural contou com representantes das seguintes instituições:

Sindicato das Indústrias de Artefatos de Papel, Papelão e Cortiça de SP (Siapeco)
Sindicato das Agências de Propaganda de SP (Sinapro)
Sindicato das Indústrias Gráficas de São Paulo (Sindgraf)
Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas de São Paulo/Capital (Sindjore)
Sindicato das Indústrias de Papel, Celulose e Pasta de São Paulo (SIP)
Sindicato Nacional do Comércio Atacadista de Papel e Papelão (Sinapel)
Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel)
Sindicato das Indústrias de Tintas e Vernizes de São Paulo (Sitivesp)
Sindicato das Indústrias de Material Plástico de São Paulo (Sindplast)

Associação Brasileira da Indústria de Artefatos Papel, Papelão, Cortiça e Embalagens Especiais ou Personalizadas (Artefatos)
Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa)
Associação Brasileira de Marketing Direto (Abemd)
Associação Brasileira das Indústrias de Etiquetas Adesivas (Abiea)
Associação Brasileira das Indústrias de Material Fotográfico e de Imagem (Abimfi)
Associação Brasileira das Indústrias Recicladoras de Papel (Abirp)
Associação Brasileira das Indústria de Tintas para Impressão (Abitim)
Associação Brasileira de Papel Ondulado (Abpo)
Associação Brasileira das Indústrias de Formulários Contínuos (Abraform)
Associação Brasileira de Embalagem (Abre)
Associação Brasileira de Editores de Livros (Abrelivros)
Associação Brasileira das Empresas de Rotativas Offset (Abro)
Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel (Abtcp)
Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (Abtg)
Associação dos Agentes de Fornecedores de Equipamentos e Insumos para Indústrias Gráfica (Afeigraf)
Associação Nacional dos Distribuidores de Papel (Andipa)
Associação Nacional dos Editores de Revistas (Aner)
Câmara Brasileira do Livro (CBL)
Sociedade Brasileira de Sivicultura (SBS)