Em apoio à campanha ‘Doar é Legal’, Fiesp assina termo de parceria com Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Representando o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp),  Paulo Skaf, o coordenador do Comitê da Cadeia Produtiva da Bioindústria (BioBrasil) da entidade, Ruy Baumer, assinou, na tarde desta terça-feira (15/10), ao lado do desembargador Fernando Miranda, um termo de parceria entre a Fiesp e o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).

Com a parceria entre as duas entidades, a Fiesp passa a disponibilizar no site oficial um link para a campanha “Doar É Legal”, uma iniciativa do Poder Judiciário. O objetivo é incentivar adesões de possíveis doadores.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540345212

Na foto, Ruy Baumer (BioBrasil/Fiesp) e desembargador Fernando Miranda (TJ-SP), com o Termo de Parceria. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Segundo Baumer, desde 2009 a Fiesp  trabalha diretamente com diversas instituições para potencializar o número de doadores de órgãos.  “Acompanhamos, desde 2009, uma alta evolução de técnicas e nos números de casos bem-sucedidos. E, hoje, o Brasil é considerado um dos países mais avançados do mundo quando o assunto é transplante de órgãos”, disse.

De acordo com o dirigente, a população brasileira é quase que inteiramente a favor do método. “Mas é algo que precisa ser constantemente lembrado. Ações como a ‘Doar É Legal’ precisam ser amplamente divulgadas”, concluiu.

Antes da assinatura do termo, o desembargador Fernando Miranda, do TJ-SP, falou sobre a necessidade de o Brasil se aproximar dos países desenvolvidos.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540345212

Site da Fiesp passa a exibir banner com link para a página da campanha.

“A saúde pública precisa ser repensada. E ações como essa [a assinatura do termo] vêm para nos ajudar nesse sentido. E para nos posicionar mais próximos dos países ricos”, disse Miranda.

“A Fiesp, mais uma vez, levanta uma bandeira importante e benéfica à toda sociedade. Afinal, precisamos conscientizar cada vez mais as pessoas sobre a importância da doação”, encerrou.

A coordenadora de apoio ao Comitê de Ação Social e Cidadania do TJ-SP, Ana Raquel Orlando, ressaltou o trabalho que a instituição vem realizando com a campanha “Doar é Legal”.

“Em pouco tempo de campanha, temos 9.964 adesões. É o tribunal com melhor resultado no Brasil. Esperamos que, com a ajuda e a força da Fiesp, consigamos aumentar ainda mais esse já expressivo número”, disse.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540345212

Na foto, desembargador Fernando Miranda e Ana Raquel Orlando mostram camisa de campanha "Doar é Legal". Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Setores público e privado do Complexo da Saúde estudam oportunidades e acordos em reunião na Fiesp

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp 

Ao menos 200 representantes do empresariado e do governo se reuniram nesta quinta-feira (11/04) para lançar programas de saúde e assinar acordos voltados para o desenvolvimento e inovação do setor no Brasil.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540345212

Da esquerda para a direita: secretário da SCTIE/, Ministério da Saúde, Carlos Augusto Grabois Gadelha; ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel; presidente da Fiesp, Paulo Skaf; governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; e Ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Foto: Junior Ruiz/Fiesp

Empresários e membros do Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde (Comsaude) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), membros do Grupo Executivo do Complexo da Saúde (Gecis), do Ministério da Saúde, ministros e outras autoridades realizaram nesta tarde uma reunião conjunta na sede da Fiesp.

“Todas as vezes que vocês quiserem fazer essa reunião aqui, isso vai nos dar muita satisfação”, afirmou Paulo Skaf, presidente da Fiesp ao participar da abertura do encontro.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540345212

Geraldo Alckmin, governador do Estado de São Paulo, durante reunião do Comsaude. Foto: Everton Amaro/Fiesp

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, também participou da abertura e afirmou que “o maior PIB do mundo ainda vai ser da saúde, também a maior quantidade de empregos que o mundo vai ter”.

Na ocasião foram lançados o Profarma III e o Inova Med, pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Inova Farma, pelo presidente da Financiadora de Estudos Projetos (Finep/MCTI).