Brasil não precisa “reinventar” ensino, diz ministro da Educação

Alex de Souza e Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

O ministro da Educação, Cid Gomes, afirmou nesta quinta-feira (5/2) acreditar que o país não precisa de uma nova rota para a educação, mas deve aprender com os bons exemplos já existentes.

“Tenho absoluta consciência de que a gente não precisa reinventar rota. Em vez de começar tudo do zero, é melhor ver uma experiência que está sendo praticada aqui e procurar aplicá-la. Hoje eu conheci um Sesi que, além de escola, é um centro de formação atlética, e o Senai, que é padrão de formação para o Brasil”, afirmou Cid Gomes após visitar as escolas mantidas pela indústria na região da Vila Leopoldina.

Segundo o ministro, a esfera federal concentra apenas 1% das matriculas de educação. “Os outros 99% delas estão com os estados e municípios. Ou o ministério interage, ou a gente não vai conseguir o nosso objetivo que é dar mais qualidade e universalizar o acesso ao ensino básico”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544969337

Paulo Skaf e ministro Cid Gomes durante visita à escola do Sesi-SP em Vila Leopoldina. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Visitas

Acompanhado pelo presidente do Sesi-SP e do Senai-SP, Paulo Skaf, o ministro Cid Gomes conheceu na tarde desta quinta-feira a infraestrutura do ensino fundamental e médio, além das instalações do Centro de Atividades (CAT) Gastão Vidigal, onde treinam equipes de rendimento de vôlei, natação e polo aquático.

O superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, também participou do encontro. Durante sua vista, Cid Gomes cumprimentou os jogadores de vôlei do Sesi-SP Serginho e Murilo, e também a nadadora Ana Marcela.

No CAT Gastão Vidigal também estão concentradas instalações para iniciativas culturais, como o curso de formação de atores do Projeto Educacional Sesi-SP em Teatro Musical. Em conversa com a coordenadora pedagógica geral do curso, Christina Trevisan, o ministro elogiou a iniciativa.

Mais tarde, Paulo Skaf apresentou ao ministro Cid Gomes os laboratórios de elétrica, eletrônica, automação indústria da escola Senai Mariano Ferraz, também na zona oeste da cidade, além do Núcleo Odonto-Médico-Hospitalar e a Unidade Móvel de Nanotecnologia.

“Não adiantaria ter uma escola como essa, com instalações, prédios, e equipamentos como estes, se não tivéssemos também os professores e educadores dedicados tanto no Senai quanto no Sesi”,afirmou Skaf.

Verba

Questionado sobre o repasse do governo federal para o pagamento de despesas de creches e escolas públicas do país, o ministro Cid Gomes afirmou que os centros de educação infantil não considerados no Censo Escolar do ano passado  receberão verba.

O Ministério da Educação divulgou hoje os valores que devem ser repassados este ano para manutenção de centros de educação infantil públicos que, por terem ficado de fora do Censo, não têm direito a receber os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

“O que queremos é dar tranquilidade aos municípios de que as novas matriculas nos centros de educação infantil terão, independente do Censo, um valor para custear a manutenção”, disse.


Ministro da Educação visita instalações do Sesi-SP e do Senai-SP

Agência Indusnet Fiesp, 

O ministro da Educação, Cid Gomes, chegou por volta das 15h na escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), na Vila Leopoldina, para conhecer a infraestrutura do ensino fundamental e médio da unidade na zona oeste da capital paulista. O presidente da instituição, Paulo Skaf, acompanhou a visita.

O superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, também participou do encontro, cujo objetivo é conhecer ainda as instalações do Centro de Atividades (CAT) Gastão Vidigal, mantido nas dependências da escola, para a prática de esportes. No local treinam equipes de rendimento de vôlei, natação e polo aquático.

Durante sua vista, Cid Gomes cumprimentou os jogadores de vôlei do Sesi-SP Serginho e Murilo, e também a nadadora, e recordista mundial dos 50 metros costas, Etiene Medeiros.

No CAT Gastão Vidigal também estão concentradas instalações para iniciativas culturais, como o curso de formação de atores do Projeto Educacional Sesi-SP em Teatro Musical. Em conversa com a coordenadora pedagógica geral do curso, Christina Trevisan, o ministro elogiou a iniciativa.

Mais tarde, Paulo Skaf deve apresentar ao ministro Cid Gomes os laboratórios de elétrica, eletrônica, automação indústria da escola Senai Mariano Ferraz, também na zona oeste da cidade. O ministro da Educação deve conhecer as instalações do Núcleo Odonto-Médico-Hospitalar e a Unidade Móvel de Nanotecnologia.