No Brasil Econômico, Carlos Cavalcanti afirma que é triste que governo de SP milite contra redução da conta de luz

Agência Indusnet Fiesp

O jornal Brasil Econômico publicou nesta quarta-feira (05/12) um artigo do diretor-titular do Departamento de Infraestrutura (Deinfra) da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Carlos Cavalcanti.

O titular do Deinfra critica a decisão do governo do Estado de São Paulo, que na segunda-feira (03/12) anunciou a recusa da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) no plano de adesão proposto pela Medida Provisória 579 do governo federal, que prevê a redução de tarifas de energia  mediante renovação das concessões e indenização de investimentos não amortizados no setor elétrico.

“É com tristeza que a população de São Paulo assiste seu governo estadual militar contra a redução do preço da conta de luz”, afirma Cavalcanti no início do texto.

“A Fiesp fez a campanha ‘Energia a Preço Justo’ para beneficiar toda a população brasileira. Inclusive os brasileiros de São Paulo. Ganhamos. Mas fica, para todos nós, a sensação de vergonha do comportamento do Governo de São Paulo”, conclui Cavalcanti no artigo.