Skaf anuncia investimento de R$ 15 milhões para a ampliação do Centro Educacional do Horto

Agência Indusnet Fiesp,

O município de Bauru receberá R$ 15 milhões em investimentos na área de educação. O anúncio foi feito hoje pela manhã pelo presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf, durante encontro com lideranças industriais locais, na sede do Ciesp.

Segundo o líder empresarial, o objetivo deste aporte é permitir o acesso ao Ensino Fundamental em tempo integral, ao Ensino Médio e ao ensino articulado entre o Ensino Médio e a formação técnica oferecida pelo Senai-SP aos 1.850 alunos da entidade atualmente atendidos no município.

“Nosso objetivo é ampliar o Centro Educacional 358, instalado no Horto, e transferir para ele as crianças que estão na unidade 296, no bairro Santa Luzia”, explicou Skaf. Ele também enfatizou que é meta de sua gestão padronizar essas diretrizes para todas as 120 mil crianças atendidas pela rede Sesi em todo o Estado.

O presidente da Fiesp/Ciesp anunciou, ainda, que os municípios de Agudos, Bariri, Ourinhos, Pederneiras e Santa Cruz do Rio Pardo, integrantes da macrorregião de Bauru, serão os próximos contemplados com a transferência de alunos para novos Centros Educacionais, totalizando R$ 50 milhões. “Essas unidades terão laboratório de informática, recreio coberto, quadra esportiva e instalações totalmente adequadas à prática de um ensino de excelência”, frisou Skaf.


Excelência profissional

No final da manhã, o presidente da Fiesp inaugurou três novos espaços para a capacitação profissional e a prestação de serviços às industrias na Escola Senai João Martins Coube, totalizando um aporte tecnológico de R$ 8 milhões.

O laboratório de Acumuladores de Energia Elétrica – Baterias oferecerá testes de qualidade e laudos para os fabricantes locais, que representam 40% da produção nacional. O espaço, acreditado pelo Inmetro, é dotado com tecnologia de última geração e terá profissionais altamente qualificados.

O núcleo de construção civil será composto por dois laboratórios: um didático, que complementará a metodologia adotada nos cursos profissionalizantes, e outro, chancelado pelo Inmetro, que será destinado à prestação de serviço para as empresas do setor. Nele será possível realizar ensaios físico-mecânicos para a aferição de dimensões, permeabilidade, resistência e o atendimento às normas da ABNT em diferentes insumos da construção civil, como brita, cimento, areia, concreto, blocos, aço e telhas.

O núcleo de panificação, equipado com as tecnologias mais recentes do segmento, será destinado exclusivamente à capacitação profissional e oferecerá oito cursos de qualificação para a confecção de pães variados, bolos, pizzas, salgados e doces.