Senai-SP de Osasco recebe investimento de mais R$ 27 milhões

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Osasco

Paulo Skaf inaugura novas instalações do Senai de Osasco. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Uma das maiores referências no ensino de metalurgia no país, a unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) de Osasco celebrou nesta terça-feira (01/04) um investimento de cerca de R$ 27,4 milhões.

O aporte resultou em uma grande transformação dos ambientes de ensino. Além da reforma geral na escola, passaram por modernização as oficinas de metalurgia, mecânica geral e eletroeletrônica, com melhorias na estrutura e a chegada de novos equipamentos e mobiliário. 

O evento de inauguração das novas instalações teve a presença do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Senai-SP, Paulo Skaf, e do vice-prefeito de Osasco, Valmir Prascidelli.

Também participou da solenidade o diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni Gonçalves.

“Essa unidade do Senai-SP tinha um fundição que foi descontinuada no final dos anos 80. Hoje, tem uma oficina de fundição moderníssima. E fomos ainda mais longe, criando a fundição artística, que não existia no Brasil”, afirmou Vicioni.

Walter Vicioni Gonçalves: “Brasil precisa de bons exemplos”. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

“Em todas as escolas do Senai-SP existe a visão da inovação e da tecnologia. É preciso seguir o exemplo da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, que são instituições que não ficam no falar, mas partem para o fazer. O Brasil precisa de bons exemplos, porque, pelo exemplo, também se educa.”

Em seu pronunciamento, Skaf destacou o papel dos funcionários do Senai-SP. “

Não adiantaria nada a vontade da indústria, do presidente da Fiesp, do Conselho e da diretoria, se não fossem os colaboradores, que fazem com que os sonhos, ideais e objetivos e virem realidade. Seja por meio da discussão dos projetos, da realização das obras, ou do dia a dia do Senai-SP, sempre com dedicação de corpo e alma”, assinalou o diretor regional da instituição.

Como homenagem aos alunos, o presidente da Fiesp e do Senai-SP chamou ao palco os alunos medalhistas na Olimpíada do Conhecimento em 2013. Entre eles, Wellyngton Tadeu Ribeiro Labes – medalha de ouro com maior pontuação.

Durante o evento, Skaf atendeu a uma demanda dos alunos. Eles pediram a cobertura da quadra de esportes, obra que deve começar no segundo semestre. O presidente também anunciou o início da criação de um centro de nanotecnologia, na unidade de Osasco. A previsão é que as atividades comecem no início de 2015.

“Aproveitem as novas instalações, aproveitem a oportunidade de estar no Senai-SP, perguntem, tirem todas as suas dúvidas, porque é assim que se aprende. Só assim vocês vão formar o maior patrimônio que alguém pode ter, que é o conhecimento”, aconselhou Skaf.

“E acreditem no Brasil. Temos que nos orgulhar muito por sermos brasileiros.”

Na cerimônia, alunos pediram a cobertura da quadra de esportes. Obra deve começar no segundo semestre. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

Além do investimento no Senai-SP, a indústria paulista também está investindo mais R$ 65 milhões em Osasco, na obra de uma nova escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), que vai centralizar todas as unidades do município.

Sobre as novas instalações

Para a área de metalurgia do Senai-SP de Osasco, foram adquiridos equipamentos automatizados na oficina de fundição e tecnologias de injeção de metal. Atendendo às demandas do mercado foram criados os laboratórios de nanotecnologia, de prototipagem rápida e de digitalização de imagem 3D.

Além da metalurgia, os novos equipamentos vão ajudar os alunos do Centro Técnico de Fundição Artística – único curso nessa área no Brasil.

Também foi feita a modernização tecnológica dos laboratórios de microscopia, tratamento térmico, química, ensaios mecânicos e tratamento de superfícies. A área de soldagem recebeu equipamentos de automatização e robotização.

Os ambientes pedagógicos da área de mecânica geral receberam máquinas CNC, de eletroerosão a fio e a penetração, laboratórios de medição a CNC, de CAD e CAM, de pneumática e hidráulica e novos tornos convencionais, que atendem às novas normas técnicas.

Essa atualização tecnológica também foi feita no setor de eletroeletrônica, que recebeu máquinas CLPs e novas tecnologias no laboratório de automação predial.

Leia mais: 

>> Senai-SP anuncia projeto de nova unidade em Itapevi

>> Senai-SP de Barueri recebe visita do presidente da instituição

>> Carapicuíba: nova escola do Sesi-SP está em construção