Mogi das Cruzes recebe novas instalações esportivas no Centro de Atividades do Sesi-SP

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Mogi das Cruzes

Sempre incentivando a prática de esportes, principalmente entre as crianças e jovens, o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), entregou, nesta sexta-feira (21/02), novas instalações esportivas no Centro de Atividades Nadir Dias Figueiredo, em Mogi das Cruzes, a 62 quilômetros da capital. O evento contou com a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

Além da entrega das instalações totalmente renovadas, dois esportistas do município foram homenageados durante a solenidade. José Carlos Miller da Silveira, o professor  Tuta, é o patrono do Ginásio de Esportes e o atleta da bocha Ugo Truffa, da nova cancha do CAT de Mogi.

Paulo Skaf falou da alegria de inaugurar mais um espaço esportivo no Estado. “Sempre que a indústria investe em educação, é um momento muito bom. Investimos em escolas com ensino em tempo integral, que tem como fundamento aprender na sala de aula, mas também na quadra de esporte, nos laboratórios, nas atividades culturais”, disse. “A unidade de Mogi foi toda revitalizada, com atenção especial para as instalações esportivas, porque esporte é lazer, é saúde e é educação.”

Skaf, à esquerda: investimentos nas áreas dedicadas à prática de esportes em Mogi. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Skaf, à direita, e convidados na inauguração das instalações em Mogi. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

De acordo com o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, somando os investimentos feitos em toda região do Alto Tietê, entre obras já entregues e em andamento, foram cerca de R$ 170 milhões aplicados pelo Sesi-SP. “Temos investimentos no CAT de Mogi, onde também esperamos a solução com relação ao terreno para construir ainda uma nova escola para substituir as duas que já existem e também faremos investimentos no Senai-SP, em Ferraz de Vasconcelos onde já foi inaugurada uma escola”, explicou. E mais:  “Temos uma obra em andamento em Suzano que termina no final do ano e em Itaquaquecetuba, onde ainda aguardamos uma solução. Esse é o investimento da indústria na região.”

Revolução no esporte

O diretor de esporte e qualidade de vida do Sesi-SP, Alexandre Pflug, chamou ao palco os atletas presentes: a equipe de vôlei paralímpico, goalball, atletas do judô e a jogadora de vôlei feminino Priscila Daroit. Pflug destacou a atuação do Sesi-SP na área esportiva.

“A gente sabe dos investimentos e da revolução do Sesi-SP na área de educação e do esporte. O grande diferencial é o olhar que o Sesi-SP tem para o estado de São Paulo como um todo, com equipes de rendimento em várias cidades”, disse Pflug.

Emocionado, Professor Tuta agradeceu por receber uma homenagem ainda em vida. “Se hoje me considero um homem realizado pelo que conquistei, não consigo traduzir em palavras a alegria que essa honrosa homenagem, ainda em vida, me traz”, declarou o homenageado, que deixou um conselho aos presentes. “Aos jovens, gostaria de dizer: Não desistam de seus sonhos. Tracem um objetivo de vida e dediquem-se a ele com disposição e vontade.”

O atleta da bocha, Ugo Truffa, afirmou estar feliz não só pela homenagem, mas também pelo espaço dedicado ao seu esporte. “Depois da minha família, a bocha sempre foi a minha segunda paixão”, explicou. “Gostaria muito que os jovens praticassem a bocha, que agora tem uma das melhores canchas que já conheci. Agradeço ao Sesi-SP por essa homenagem.”

Da esquerda para a direita: Tuta, Skaf e Truffa: homenagem às personalidades locais. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Da esquerda para a direita: Tuta, Skaf e Truffa: homenagem às personalidades locais. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Inspiração

Walter Vicioni Gonçalves, superintendente do Sesi-SP e do Senai-SP, destacou o papel inspirador dos patronos. “Essa inauguração em Mogi é um momento especial para o Sesi-SP, pela justa homenagem aos que se destacaram no esporte”, afirmou. “Mas a escolha desses nomes vai além: ao escolher o professor Tuta e Ugo Truffa, o Sesi-SP indica para a atual e para as futuras gerações de esportistas uma fonte de inspiração. O grande papel do patrono é inspirar as pessoas a seguirem o seu exemplo.”