Vencedores do Acelera se reúnem com investidores na Fiesp

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

A tarde desta quinta-feira (22/05) foi de troca de ideias e bons contatos entre empreendedores e investidores na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Em encontro promovido pelo Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da instituição, dois dos vencedores da última edição do concurso Acelera Startup se reuniram com representantes e sócios de empresas de investimentos. O objetivo era simplesmente conversar, apresentar modelos de negócios, falar, ouvir, considerar possibilidades futuras de negócios.

“O nosso objetivo é linkar empreendedores e investidores”, explicou o diretor do CJE e coordenador do Comitê de Investimento e Inovação do grupo, Bruno Ghizoni da Silva. “O investimento-anjo é um casamento e hoje saímos dos cinco minutos de apresentação do Acelera para uma conversa mais aprofundada, que foi a ignição desse relacionamento.”

Para o segundo colocado no Acelera, o sócio-fundador da Carrega+, de dispositivo móvel de carregamento de baterias de celular, Júnior Valverde, “só os ‘toques’ dos investidores já foram diferenciais”.

“Gostei de ouvir que preciso usar as necessidades do mercado ao mesmo tempo em que ofereço inteligência”, explicou.

A reunião com os vencedores do Acelera e os investidores na Fiesp: boas possibilidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

A reunião com os vencedores do Acelera e os investidores na Fiesp: possibilidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

 

Com três meses de atividades e sede em São Caetano do Sul, no ABC Paulista, a Carrega+ oferece quatro tipos de carregadores portáteis, um dos quais tem duração de 22 horas. Os produtos podem ser oferecidos para a locação para eventos de empresas, ou mesmo para a distribuição como brindes em formatos variados, como latinhas ou até bolas.

Além disso, Valverde é o mais novo integrante do CJE. Sem falar nos contatos com potenciais parceiros e investidores já acertados no encontro desta quinta-feira (22/05).

Catapultado

Terceiro colocado do Acelera, Rubens Benbassat, sócio-fundador da Banheiro 360º, de construção de toaletes em espaços reduzidos, disse se sentir “catapultado” (jogado para o alto) depois de participar do concurso. “Agora começo a afinar as conversas, possibilidades de investimento são abertas”, explicou.

Além dos contatos com investidores combinados na reunião na Fiesp, Benbassat também já foi alvo de sondagens “de fora”.

Cultura empreendedora

Sócio e CEO da Project One, de investimentos, Ricardo Sodré diz que vem prontamente quando convidado pelo CJE para encontros do tipo porque quer “espalhar a cultura empreendedora”.

“Os empreendedores têm que aprender a validar suas ideias, entender o negócio”, afirmou. “É importante criar experimentos. Para ter retorno, tem que testar o produto no mercado.”

Sodré informou ainda que vai apresentar os dois projetos vencedores do Acelera para outras empresas e investidores.

O mesmo será feito por Eduardo Cortez, representante da Cedrom Assessoria e da PayyCom, de tecnologia de recuperação de créditos. “Gostei bastante do que vi”, disse. “A gente não consegue ter esse contato mais aprofundado durante o Acelera. Me comprometi a apresentar as ideias para outras empresas.”

Aos empreendedores interessados em fazer contato para discutir suas ideias de negócios com o CJE, Ghizoni da Silva diz que é possível procurar o Comitê de Investimento e Inovação do grupo nos e-mails cje@fiesp.com.br e pamela.merique@fiesp.com.br ou no telefone (11) 3549-4695.