“Não inauguro bustos, construo escolas”, diz Skaf no Senai de Votuporanga

Agência Indusnet Fiesp

Votuporanga conheceu nesta sexta-feira (11 de agosto) a nova escola do Senai-SP na cidade. Ao apresentar as novas instalações, que tiveram investimento de R$ 28,1 milhões, Paulo Skaf, presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, destacou que são “um verdadeiro centro de inovação e tecnologia”. Seus laboratórios e equipamentos são os melhores do mundo, afirmou. “Não inauguro bustos, construo escolas”, disse Skaf.

Em terreno de 15.200 metros quadrados, o novo prédio tem 8.000 metros quadrados de área construída e foi projetado para oferecer dezenas de cursos nas modalidades de Aprendizagem Industrial, Formação Inicial e Continuada e Técnico. A escola tem oito salas de aula, três laboratórios de informática e um auditório com 118 lugares.

Paulo Skaf com alunos do Senai de Votuporanga, que ganhou nova escola. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Sesi de Rio Preto

Skaf também participou da inauguração da Escola Sesi Yolanda C. Bassitt, de São José do Rio Preto, no sábado (12 de agosto). A escola tem 11.500 metros quadrados de área construída, em terreno de 44.600 metros quadrados, e recebeu investimento de R$ 46 milhões.

A escola tem uma equipe supercampeã de robótica, a Sesi Robotic Generation, que neste ano disputou o FLL Open European Championship, em maio, na Dinamarca. Em 2016 participou de outra competição internacional, o Philippine Islands Invitation, e ficou em primeiro lugar na categoria Estratégia e Inovação.

O ano de ouro do time foi 2015, quando os alunos foram campeões da etapa estadual e conquistaram o prêmio de Processo de Pesquisa no torneio nacional. Também se sagraram campeões gerais do Asia Pacific Open, disputado em julho, na Austrália. Além disso, a equipe é presença constante nas finais estaduais e nacionais.

A escola oferece Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 1.134 estudantes atendidos, 861 estão no Ensino Fundamental e 273 no Ensino Médio.

Também no sábado, Skaf participou da abertura do Festival de Natação do Sesi de Rio Preto, com a participação de 240 atletas, e assinou convênios do Programa Sesi Atleta do Futuro na região. A parceria com a Casa de Eurípedes e Serralheria Ferraço atenderá 180 alunos nas modalidades futsal e voleibol. Com a prefeitura municipal de Adolfo e Bebidas Poty Ltda, a renovação do convênio prevê o atendimento de 160 crianças e adolescentes também nas modalidades futsal e voleibol. Em Mendonça, o convênio com a prefeitura municipal atenderá 240 alunos nas modalidades futebol, futsal, natação e voleibol.

Criado para estimular a prática esportiva e a cidadania, o programa Sesi-SP Atleta do Futuro está presente em 201 municípios e contempla 84 mil participantes entre 6 e 17 anos. Toda a metodologia foi desenvolvida pelo Sesi-SP e além da prática esportiva, os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural, entre outros. Todos os profissionais envolvidos passam por capacitações, e os alunos têm acesso a todos os materiais necessários para a prática de diferentes modalidades de esporte. Simultaneamente são difundidos valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

Skaf na nova escola do Sesi de São José do Rio Preto. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Sistema Sesi-SP de Ensino

Em Catanduva, Skaf e o prefeito do município, Afonso Machione, assinaram termo de ratificação do contrato do Sistema Sesi-SP de Ensino com o município, acordo que foi firmado em fevereiro deste ano e que beneficiará 8.147 crianças e jovens. É uma metodologia pedagógica criada pela instituição e aplicada a cada ano a 149.642 alunos da rede, do Infantil ao final do Ensino Médio. Criado em 2008, o Sistema Sesi-SP de Ensino considera os alunos figuras em processo de desenvolvimento em todas as suas dimensões: desde o básico, ou seja, do ponto de vista biológico, até sob o aspecto da socialização.

Sesi-SP inaugura quadra poliesportiva e assina convênio para 190 alunos em Catanduva

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Catanduva

Um dos maiores nomes da história do tradicional Clube Atlético Juventus, do bairro da Mooca, em São Paulo, o ex-jogador de futebol Moacir Bernardes Brida, o Brecha, foi designado oficialmente, na tarde desta quinta-feira (24/04), patrono da nova quadra poliesportiva da unidade do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) da cidade de Catanduva, a 395 quilômetros da capital.

Em cerimônia que contou com as presenças de Walter Vicioni Gonçalves, superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo  (Senai-SP), e Alexandre Pflug, diretor de Esporte, Lazer e Qualidade de Vida do Sesi-SP, o papel do esporte e da educação na formação dos jovens foi ressaltado.

“A prática esportiva tem um valor imenso para inspirar futuras gerações”, afirmou Vicioni.  “Essa quadra é um presente para os alunos, para que esses  possam ser cidadãos corretos e dignos”.

Vicioni: “A prática esportiva tem um valor imenso para inspirar futuras gerações”. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Vicioni: “A prática esportiva tem um valor imenso para inspirar futuras gerações”. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

“Para mim, é uma homenagem justa, porque meu falecido pai fez muito pelo esporte de Catanduva”, disse Felipe Brida, filho do atleta homenageado. “Espero que meu pai sirva de exemplo para todos os alunos do Sesi-SP”, completou.

Atletas do Futuro

Também durante a solenidade, foi assinado o convênio Programa Atleta do Futuro (PAF), que atenderá 190 alunos da rede municipal de ensino na cidade de Catanduva. Os alunos terão vivências e aperfeiçoamentos esportivos em natação.

“O PAF é o maior programa de inclusão esportiva que conheço”, avaliou Vicioni. “É um programa que permite atendimento de milhares de jovens de 6 a 17 anos”, completou.