Time de vôlei feminino do Sesi-SP vence mais uma na Copa São Paulo

Agência Indusnet Fiesp

Carol Albuquerque, levantadora do Sesi-SP. Foto: Everton Amaro - Arquivo/Fiesp

Jogando na casa do adversário, na cidade de Araraquara, a equipe de vôlei feminino do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) venceu mais uma partida na busca do título da Copa São Paulo. Na sexta-feira (30/08), as meninas do Sesi-SP ganharam por 3 sets a 0, parciais de 21/14, 21/15 e 21/15.

A equipe, ainda sem contar com Dani Lins, Fabiana Claudino e Priscila Daroit, todas a serviço da seleção brasileira – segue invicta na competição.  Nas rodadas anteriores, o Sesi-SP venceu o São Bernardo (3 sets a 1) e o São Caetano (3 sets 2).

Neneca foi a maior pontuadora do Sesi-SP e da partida, com 10 pontos. Barbara e Ju Costa marcaram nove, cada uma, seguidas por Mari Casemiro (sete), Carol Albuqueque (seis) e Francine (quatro).

O Sesi-SP jogou com Neneca, Barbara, Mari Casemiro, Carol Albuquerque, Francine e Ju Costa. Suelen foi a líbero. Técnico: Talmo de Oliveira. Assistente: Alexandre Freitas.

O Uniara entrou com Mococa, Solange, Thalita, Ana Paula, Sylvia e Angélica. Eleine foi a líbero. Também jogaram Dau, Islany, Viviane e Milca. Técnica: Sandra Mara. Assistente: Samara Santos.

O próximo desafio da equipe feminina será contra o Pinheiros, na quinta-feira (05/09), às 19h, no Ginásio do Sesi-SP na Vila Leopoldina. O jogo tem entrada gratuita.

Pela Superliga feminina, Sesi-SP vence, mas perde vantagem no playoff diante do Praia Clube

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Tandara foi a maior pontuadora do Sesi-SP. Levantadora Carol Albuquerque ganhou o Troféu Viva Vôlei. Foto: Fiesp

Com público pequeno por conta da chuva e horário, Sesi-SP e São Caetano fecharam suas participações na primeira fase da Superliga feminina 2012/13 nesta sexta-feira (22/02), na Vila Leopoldina. A vitória veio por 3 sets a 2 (25/17, 19/25, 23/25, 25/16, 15/09), mas os dois sets perdidos custaram uma posição na tabela.

Com o resultado, o Sesi-SP cai do 4º para o 5º  lugar na fase classificatória e enfrenta o Banana Boat/Praia Clube, adversário das quartas de final na fase de playoffs, sem a vantagem de atuar duas vezes em casa se houver necessidade de uma terceira partida.

Antes da nona e última rodada do returno da fase classificatória, Sesi-SP e Banana Boat/Praia Clube estavam empatados em números de pontos (32), mas a equipe paulista tiha vantagem nos critérios de desempate. Para manter a quarta posição, bastava ao Sesi-SP uma vitória de três pontos – por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1.  O time de Uberlândia (MG) fez seu papel e venceu o Rio do Sul por 3 sets a 0, ficando com a quarta posição e a vantagem.

O primeiro jogo entre Sesi-SP e Banana Boat/Praia Clube será nesta segunda-feira (25/02), às 18h30, na Vila Leopoldina. A segunda partida está marcada para sexta-feira (01/03), em Uberlândia. Se houver necessidade, uma terceira partida será realizada também no município mineiro, na outra segunda-feira (04/03).

O Sesi-SP jogou com Dani Lins, Marina Daloca, Bia, Tandara, Elisangela e Sassá. A líbero foi Juliana Filipelli. Entraram Carol Albuquerque, Jessica e Roberta.

Tandara, maior pontuadora da Superliga 2012/13, liderou a pontuação, com 19 acertos. Elisangela fez 14 pontos.

Carol Albuquerque com o Troféu Viva Vôlei. Foto: Lucas Dantas/Fiesp

O jogo

Com mudanças na formação do sexteto que normalmente começa a partida, com a central Marina Daloca e a líbero Juliana escaladas como titulares, a equipe de Talmo de Oliveira chegou a abrir 06/02 no primeiro set. Mas o São Caetano se recuperou e chegou a empatar. Na sequência, o Sesi-SP voltou a acertar as jogadas e retomou a vantagem até conseguir fechar o set em 25/17 em 24 minutos, dando a impressão de que seria um jogo fácil.

No início do segundo set, as visitantes abriram quatro pontos seguidos. O Sesi-SP até esboçou uma reação, mas o bloqueio do São Caetano marcou bem os ataques de Tandara e manteve a vantagem até fechar a etapa em 25/19, em 27 minutos.

O que faltou de equilíbrio nos dois primeiros sets, teve de sobra no terceiro. Nenhuma das equipes deixou a outra respirar, mas o São Caetano liderou a maior parte do tempo. As visitantes chegaram a abrir 23/20, maior vantagem obtida no set, mas deixaram o Sesi-SP encostar. Em erro de Jéssica, o São Caetano fechou o set em 25/23  em 32 minutos, virando a partida.

No quarto set, o Sesi-SP voltou mais concentrado. Com poucos erros, as donas da casa mantiveram uma folgada vantagem durante todo o tempo. Com Carol Albuquerque no lugar de Dani Lins e Marina como central, o time alternou bem as opções de ataque e fechou em seguros 25/16 em 25 minutos, forçando o tie-break.

Na etapa final, o Sesi-SP soube manter o ritmo e não teve muitos sustos. Com Tandara inspirada, o time sempre ficou à frente no placar até fechar em 15/09, em 17 minutos. Ao final da partida, Carol Albuquerque ganhou o troféu Viva Vôlei.