Testar é a melhor maneira de utilizar as mídias sociais para alavancar negócios

Katya Manira, Agência Indusnet Fiesp

Quem não sabe muito bem como utilizar Facebook, Instagram, Linkedin e outras ferramentas sociais para alavancar seus negócios não tem outra saída que não testar. Esse  foi o principal conselho dado pela especialista em mídias sociais Carla Falcão, durante o Congresso CJE Superação pelo Conhecimento, realizado nesta segunda-feira (9/11) na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Apesar de trabalhar há dez nos com marketing digital, Falcão conta que aprendeu mais sobre o funcionamento das ferramentas há cinco anos, quando resolveu criar um blog sobre culinária. “Quando o Facebook pegou aqui no Brasil eu o odiava”, brinca. “Eu tive que aprender a utilizar essas novas ferramentas e meu blog foi criado para isso. Então, coloquei a mão na massa, e esta é minha primeira dica: é fuçando que a gente aprende. Por isso, fucem, testem bastante.”

Não é um teste aleatório, contudo. A especialista explica que antes de sair por aí postando inúmeros memes e compartilhando vídeos engraçados, a empresa precisa definir com clareza quais seus objetivos, seu público estratégico e qual resultado quer atingir. Perguntas como “quero acesso ao meu site ou visitas pessoais à minha loja?”; “quero dois milhões de seguidores ou dois mil compradores?” podem ajudar a estabelecer essas resoluções. O próximo passo é a pesquisa.

“Redes sociais são como países. É preciso entender quem são seus cidadãos, sua cultura. Uma [rede] é mais texto, outra imagem, uma pode gíria, a outra não. Mas só se conhece a Itália indo à Itália”, compara Falcão. “Não existe fórmula mágica, tem que avaliar e criar a sua própria receita. Os ingredientes estão aqui: conheça as ferramentas, seu cliente, analise o que ele compra, o que você vende e a partir daí experimente conteúdo, horários, mídia, postagens. Teste, teste, teste!”

Veja outras dicas da especialista:

– Vasculhe sua rede. Veja quem já fala sobre seu produto / serviço. Pesquise as hashtags relacionadas a sua área, sua marca, com seu nome e também os dos seus concorrentes;

– Defina o que vai fazer: vídeo, texto ou foto. Uma vez definido, mantenha-o. Ative e não pare.

– Faça gestão dos comentários. Responda rápido, dê feedback, mostre ao cliente que você o escuta. “Os clientes adoram quando a marca responde, brinca. A gente precisa de feedback, [somos] iguais a um bebezinho chorão. Porque quando a gente comenta ou publica em uma fan page, queremos atenção”, explica Falcão.

– Monitore. Uma vez por mês utilize as ferramentas estatísticas para analisar quem acessa seu conteúdo, por quanto tempo ficam, o que fazem com aquela informação. Faça a análises e as utilize para estratégias futuras.

– Pense como pensa seu cliente. Descubra o que ele está buscando, transforme em conteúdo e o atraia para si.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544555039

Carla Falcão durante palestra sobre mídias sociais no Congresso CJE Superação pelo Conhecimento. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp