Iniciativas Sustentáveis: Cargill – Certificação da cadeia de suprimentos

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545141556

Por Karen Pegorari Silveira

O óleo de palma é um dos óleos vegetais mais consumidos no mundo, um hectare da palmeira produz, em média, 5 toneladas de óleo.

Devido à grande demanda, o Governo Federal criou, em 2010, o Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil para disciplinar a expansão da produção de óleo e ofertar instrumentos para garantir uma produção em bases ambientais e sociais sustentáveis, já que o plantio da palma é considerado um dos maiores responsáveis por desmatamentos destrutivos atualmente, principalmente nos países que mais o produzem, Indonésia e Malásia, e sacrificam suas florestas e riquezas de biodiversidade.

Após diversas denúncias e polêmicas em torno da compra de óleo de palma desses fornecedores, muitas empresas passaram a procurar produtores certificados através de critérios internacionais.

A Cargill é uma dessas empresas e suas unidades em Mairinque (SP) e Itumbiara (GO) foram as primeiras na América Latina a serem certificadas sob os princípios e critérios do RSPO (Roundtable on Sustainable Palm Oil – Mesa Redonda para Óleo de Palma Sustentável, em tradução livre).

Para o gerente de Originação & Trading de Foods Brasil da Cargill, João Paes de Almeida, a certificação integra os compromissos globais da empresa em relação à cadeia de suprimento de palma ao mesmo tempo em que atende as intenções e os compromissos dos seus clientes. “A Cargill mantém refinarias ou plantações certificadas na América do Norte, Europa e Ásia e, a partir de agora, a América do Sul também pode contar conosco, oferecendo soluções e ingredientes que contém uma matéria-prima sustentável”, informa Almeida.

O diretor da unidade de negócio Foods Brasil da Cargill, Rubens Pereira, acredita que essa é uma grande conquista. “Para a Cargill, a construção de cadeias de suprimentos responsáveis é um compromisso global e nós endossamos o RSPO como o padrão primário global de sustentabilidade para produtos de óleo de palma, além de apoiarmos seus esforços para desenvolver mecanismos que diferenciem esses produtos como sustentáveis”, afirma Pereira.

As instalações da Cargill na Europa, Malásia, Estados Unidos e Austrália também já receberam a certificação da cadeia de suprimentos e podem oferecer produtos RSPO para os clientes. Além disso, suas plantações de óleo de palma na Indonésia – PT Harapan Sawit Lestari, no oeste de Kalimantan, e PT Hindoli, no sul de Sumatra – receberam a certificação RSPO, além de outra fazenda no oeste de Kalimantan, que está em processo de certificação.

A empresa também atua no processamento e na comercialização do óleo de palmiste, da oleina e da esterina e tem como compromisso a produção e o abastecimento de palma sustentável, que incluem a conservação da biodiversidade, a redução de gases de efeito estufa, a melhoria dos meios de subsistência e a segurança alimentar.

Sobre a Cargill

A Cargill produz e comercializa internacionalmente produtos e serviços alimentícios, agrícolas, financeiros e industriais. Em 67 países contam com 143 mil funcionários. No Brasil desde 1965, é uma das maiores indústrias de alimentos do País. Com sede em São Paulo (SP), a empresa está presente em 16 Estados brasileiros por meio de unidades industriais e escritórios e consta com mais de 9 mil funcionários.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545141556 VEJA OUTRAS INICIATIVAS SUSTENTÁVEIS