Araraquara e Cândido Rodrigues vão atender 360 alunos no Programa Atleta do Futuro

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Matão

Em uma semana de muitas parcerias do Programa Atleta do Futuro, foram assinados, na tarde desta quarta-feira (27/08), mais dois convênios com as Prefeituras de Araraquara e Cândido Rodrigues.

Juntas, as cidades irão atender 360 alunos, entre 6 e 17 anos, no programa criado pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) para promover a prática esportiva, disseminando os valores do esporte.

Alexandre Pflug com o prefeito. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

“O grande diferencial do programa é que ele faz avaliação física, mas também atitudinal, porque não estamos avaliando o esportista, mas o aluno como um todo”, explicou Alexandre Pflug, diretor da Divisão de Esporte e Qualidade de Vida do Sesi-SP.

“Outro destaque do PAF é o envolvimento da família. Muitas vezes, quando a criança vai mal na escola, os pais proíbem a prática do esporte, mas assim ele não está ajudando, porque o esporte só pode ajudar no processo educacional.”

Na cidade de Araraquara, a parceria do Sesi-SP com a Prefeitura foi renovada e ampliada. Agora, participam 200 alunos, nas modalidades futsal e karatê. A iniciativa tem apoio da empresa Indalfa Plásticos.

O prefeito Marcelo Barbieri ressaltou a importância do PAF para Araraquara. “É uma honra estar assinando esse projeto, que é de extremo interesse público para a comunidade. Por meio dele, ampliamos, melhoramos e fortalecemos esse vínculo com o Sesi-SP e valorizamos a qualidade de vida das crianças”, afirmou, durante a solenidade de assinatura do convênio, realizada na sede da Prefeitura.

A parceria com o município de Cândido Rodrigues foi firmada no Centro de Atividades (CAT) do Sesi-SP, em Matão. O objetivo é atender 160 crianças e jovens, na prática de futebol, futsal e karatê.

Para o prefeito Antonio Cláudio, o PAF é um presente para a cidade. “É muito importante o que o Sesi-SP vai trazer para Cândido Rodrigues, porque somos um município pequeno, com poucos recursos. Nossas crianças e jovens só tem a ganhar com essa parceria, porque educação é mais do que ler e escrever. Esporte também faz parte.”