De olho na final do Paulista, Sesi-SP supera Barueri pela Superliga feminina de vôlei

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Ivna recebeu o troféu Viva Vôlei. Foto: Caio Lopes/Fiesp

A equipe feminina do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) venceu o Barueri por 3 sets a 0 (parciais 21/13, 21/15 e 21/12) em jogo válido pela Superliga feminina de vôlei, na noite desta sexta-feira (29/11), na Vila Leopoldina, em São Paulo.

Sem encontrar muitas dificuldades para superar a defesa adversária, o Sesi-SP venceu o primeiro set por 21/13, sem jamais ser incomodado no placar.

O segundo set foi um pouco mais complicado, mas a técnica de Dani Lins, Fabiana, Ivna e companhia prevaleceu e a equipe da casa venceu por 21/15.

O domínio do Sesi-SP continuou durante a última etapa do jogo. Sempre com boa folga no placar, o time de Talmo de Oliveira fechou o terceiro set em 21/12.

O time a passa o foco agora para a final do Campeonato Paulista, que será disputada no próximo domingo (01/12) contra o Molico/Osasco.

Segundo Talmo, o time mostrou maturidade contra um rival considerado perigoso. “Entramos com a cabeça no jogo, focado na Superliga”, disse o técnico. “Temos pela frente o Osasco e acreditamos que estamos prontos para o título”, completou o treinador.

Para a central Ivna,  que ganhou o troféu Viva Vôlei, concedido à melhor da partida,  a partir de agora a equipe volta a concentração para a final do Paulista. “Se jogarmos o que jogamos hoje temos grande chance de ser campeãs.”

O jogo

O Sesi-SP dominou todo o primeiro set, abrindo vantagem já nos minutos iniciais. Destaque para os ataques de Ivna e Fabiana, bloqueios de Suelle e saques de Ana Beatriz, a Bia.

Mostrando superioridade técnica, o Sesi-SP chegou à conquista do primeiro set em pouco mais de 20 minutos de jogo, cravando 21/13 na primeira etapa.

No segundo set, o Barueri surpreendeu e abriu 05/00 nos primeiros minutos. O Sesi-SP soube reagir. E com 17 minutos jogados, ultrapassava o rival, fazendo 15/13.

Com 21 minutos na segunda etapa, o Sesi-SP fechava o segundo set em 21/15.

O domínio do Sesi-SP continuou durante a última etapa do jogo. Fim do terceiro set (21/12) e do jogo: 3 sets a 0.

Sesi-SP vence Vôlei Amil por 3 sets a 1 na primeira partida da semifinal pelo Paulista feminino

Agência Indusnet Fiesp

Com boa atuação, a equipe feminina do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) fez o dever de casa e superou o Vôlei Amil por 3 sets a 1 (21/19, 21/19, 17/21 e 21/18) na primeira partida da semifinal do campeonato paulista. O jogo aconteceu na tarde deste domingo (24/11), no ginásio do Sesi-SP na Vila Leopoldina, zona oeste da capital paulista.

Dayse e Bia bloqueiam Tandara. Ponta e central tiveram boa atuação. Foto: Lucas Dantas/Fiesp

 

Na partida que marcou a volta da levantadora Dani Lins às quadras depois de um mês e meio de afastamento por lesão, o destaque foi a central Bia, com 15 pontos. Ela fez cinco dos 13 pontos de bloqueio do Sesi-SP. A ponta Pri Daroit marcou 16 pontos e também foi decisiva. Ju Costa, contundida, ficou de fora, dando lugar à ponta Dayse,  também com boa atuação.

O técnico do Sesi-SP, Talmo de Oliveira, elogiou a atuação de suas comandadas. “Nós treinamos muito bem em função desse time . Conseguimos anular bem as principais jogadas dele. Valeu, mas ainda tem uma pedreira na terça-feira.”

José Roberto Guimarães, técnico do Vôlei Amil, disse que o Sesi-SP mereceu a vitória. “Nosso time cometeu erros que foram cruciais.”

A segunda partida está marcada para terça-feira (26/11), às 18h30, na casa do rival. em Campinas. Para avançar na competição, o Sesi-SP precisa vencer por qualquer placar. Em caso de derrota no jogo normal, o regulamento prevê a disputa do Golden Set na sequência.

Caso chegue à final, o Sesi-SP enfrenta o vencedor do confronto Osasco x Pinheiros.

O Sesi-SP jogou com Dani Lins, Neneca, Pri Daroit, Dayse, Fabiana Claudino e Bia. Suelen foi a líbero. Entrou Suelle.


>> Conheça a equipe de vôlei feminino do Sesi-SP

 

Time comemora. Foto Lucas Dantas/Fiesp

 

Vôlei: Sesi-SP vence São Cristóvão Saúde/São Caetano pelo campeonato paulista

Agência Indusnet Fiesp

Na última partida pela pela primeira fase do campeonato paulista feminino de vôlei, a equipe do Sesi-SP venceu na noite de terça-feira (19/11), fora de casa, o São Cristóvão Saúde/São Caetano por 3 sets a 2 (14/21, 21/19, 15/21, 21/18 e 15/11) em 1h52 de partida.

O Sesi-SP terminou a fase classificatória com cinco vitórias e duas derrotas.

A equipe do técnico Talmo de Oliveira aguarda o desfecho da etapa classificatória para conhecer o próximo adversário na fase de playoff.

Sesi-SP perde para Vôlei Amil no campeonato paulista feminino de vôlei

Agência Indusnet Fiesp

Sesi-SP perdeu invencibilidade na competição. Foto: Divulgação

Jogando fora de casa, em Campinas, a equipe feminina do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) foi derrotada na noite de quarta-feira  (16/10) pelo Vôlei Amil por 3 sets a 1 (21/16, 20/22, 21/19 e 21/18) em 1h42.

A partida, válida pelo campeonato paulista, marcou a perda da invencibilidade do Sesi-SP na competição.

Na sexta-feira (18/10), a equipe do técnico Talmo de Oliveira enfrenta o Rio do Sul/Equibrasil pela Superliga 2013/14.

Meninas do Sesi-SP perdem para Vôlei Amil e ficam em desvantagem na semifinal do Paulistão

Ponto que fechou o segundo set.

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

O Sesi-SP precisa de uma vitória para permanecer vivo na disputa das semifinais do campeonato paulista de vôlei feminino. Jogando fora de casa, a equipe do técnico Talmo de Oliveira não suportou a pressão do time do Vôlei Amil, que venceu por 3 sets a 0 (25/15, 25/21 e 25/23) em Campinas. A partida foi válida pela primeira rodada da série melhor de três das semifinais do estadual.

Destaque da partida, a jovem central do Sesi-SP Bia lamentou os erros de contra-ataque cometidos pelo equipe. “Treinamos bem durante a semana, mas hoje jogamos mal e perdemos muitos pontos de contra-ataque.  Vamos aproveitar estes dias para treinar para poder fazer diferente na quinta-feira (18/10)”, afirmou.

Entre as novidades apresentadas pelo time do Sesi-SP, Talmo de Oliveira destacou o retorno da medalhista olímpica e ponteira Sassá, que  nesta partida assumiu a função de líbero.

Nesta quinta-feira (18/10), às 18h30, o Sesi-SP recebe o Vôlei Amil no ginásio do Sesi Vila Leopoldina. O time da indústria paulista precisa de uma vitória para forçar a terceira partida da série melhor de três.

O jogo

No início da partida, a equipe do Sesi-SP conseguiu abrir dois pontos de vantagem no placar (06/04). No decorrer da parcial, a equipe errou nas finalizações. As falhas foram aproveitadas pelo Vôlei Amil, que abriu oito pontos (18/10). O Sesi-SP continuou cometendo erros de recepção e as mandantes de quadra venceram com facilidade por 25/15.

No segundo set, o Sesi-SP não se deixou abater e conseguiu abrir quatro pontos de vantagem no início da parcial (07/03), mas, na reta final, a equipe do técnico José Roberto Guimarães passou à frente (22/20) e, com um bloqueio eficiente, venceu por 25/21.

No terceiro set, a equipe do Sesi-SP “encaixou” o saque e, com um passe mais refinado, abriu oito pontos de vantagem (10/02). Mesmo com a boa atuação da central Bia, principalmente no contra-ataque, o Sesi-SP cometeu erros fatais de ataque, o que contribuiu para a reação do Vôlei Amil (18/17). Melhor para o time da casa, que fechou o set por 25/23 e a partida por 3 sets a 0.