Fiesp e Câmara de São Paulo firmam coopeIndicadores

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544678654

José Police Neto, presidente da Câmara Municipal, e Paulo Skaf, presidente da Fiesp, durante assinatura de cooperação técnica. Foto: Junior Ruiz

Foi assinado nesta terça-feira (06/12) um termo de cooperação técnica entre a Fiesp e a Mesa Diretora da Câmara Municipal para a criação de indicadores de desempenho do Poder Legislativo. O objetivo é medir a eficácia do processo administrativo e parlamentar da Câmara.

A avaliação será feita por um sistema desenvolvido pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper), que também poderá ser utilizado em outros órgãos legislativos quando finalizado. Os primeiros resultados deverão ser divulgados no primeiro semestre de 2012.

O termo foi assinado pelo presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e pela coordenadora do Insper, Luciana Yeung. “Fomos procurados pela Câmara Municipal, que propôs este projeto de aferir a produtividade desta casa legislativa. A Fiesp tem um compromisso com o País, e nossa resposta de apoio foi muito rápido”, afirmou Skaf, que ressaltou ainda sua preocupação com a gestão de recursos públicos.

“Uma casa legislativa tem que estar atenta e ser ágil para aprovar leis que possam simplificar e beneficiar a vida das pessoas, e essa é a base da eficiência: uma Câmara de Vereadores capaz e com foco em bons projetos”, completou.

O presidente da Câmara Municipal, José Police Neto, falou sobre a participação do Insper na construção do indicador de desempenho. “Com esta instituição respeitada internacionalmente, o primeiro passo é construir uma base sólida da metodologia que constitui na sua aplicação um indicador de desempenho na Câmara Municipal, das atividades meio às atividades fim”, explicou.

Curso Técnico Legislativo

Em paralelo, foi assinado também um convênio da Câmara de São Paulo com o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, que prevê a criação do primeiro Curso Técnico Legislativo do Brasil. Com turma inaugural de 40 alunos, o curso começa no primeiro semestre de 2012.

O curso, gratuito e com duração de um ano e meio, terá vagas destinadas aos funcionários da Câmara Municipal de São Paulo e às demais casas legislativas municipais interessadas.