Energia: Revista Época comenta cálculos da Fiesp sobre quanto país poderia economizar

Agência Indusnet Fiesp

A revista Época desta semana publica na seção Ideias a reportagem Por que a luz é tão cara?, na qual menciona cálculos da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Veja trechos da matéria:

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539678921“Em 2015 vencerão 112 contratos de empresas responsáveis pelo fornecimento de energia. Depende desses contratos mais de um quarto da geração e mais de 80% da transmissão de energia no País, pelos cálculos da Fiesp. Temos três anos para garantir  que alguém assuma o serviço. Poderíamos aproveitar a oportunidade para exigir que as empresas interessadas em prestá-lo cobrem menos por ele.”

Segundo a reportagem, “Renovar os contratos não atende aos interesses da sociedade. O Governo deixaria de aproveitar em nosso favor poderosas forças de mercado. Uma rodada de leilões bem organizada poderia atrair empresas que ainda não atuam nesse setor no Brasil. Elas não teriam preocupação em lucrar sobre obras feitas há décadas, como ocorre com as atuais prestadoras do serviço”.

O texto acrescenta que “Pelas contas da Fiesp, consideradas conservadoras por outros especialistas, uma rodada de leilões poderia resultar numa economia de 2,5 bilhões de reais para o País, com energia, ao longo dos próximos 30 anos, em comparação com a renovação dos contratos”.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.

O assunto é foco central das discussões do 13º Encontro Internacional de Energia, que acontece nestas segunda e terça-feira (06 e 07/08) no Hotel Unique, em São Paulo, com o tema Energia no Brasil: tão limpa, tão cara. Saiba mais no site: http://www.fiesp.com.br/agenda/encontro-energia