Sesi-SP e Senai-SP anunciam investimento de R$ 52 milhões para construção de escola

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Caçapava

A doação de um terreno de 46 mil m² pela Prefeitura de Caçapava, a 112 quilômetros da capital, realizado nesta quinta-feira (20/03), foi o primeiro passo de um grande projeto realizado em conjunto pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP). Com um investimento de mais de R$ 52 milhões, será criado um campus integrado das duas entidades para oferecer educação básica e profissionalizante.

O projeto foi apresentado pelo superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni Gonçalves. Serão 768 vagas de ensino fundamental em tempo integral e médio, articulado com o Senai-SP, na nova unidade do Sesi-SP, além de mais 544 vagas para educação de jovens e adultos no período noturno. O investimento total nesta unidade será de R$ 23,8 milhões.

O Senai-SP de Caçapava vai receber 5,9 mil alunos por ano, entre aprendizagem industrial, cursos técnicos e formação inicial e continuada. Serão oferecidos cursos na área de automação industrial, eletroeletrônica, mecânica de manutenção, construção civil e alimentos, atendendo as demandas das empresas da região. O investimento é de R$ 28, 5 milhões.

“Muitas pessoas têm falado sobre educação, mas no Sesi-SP e no Senai-SP, nós não falamos apenas, mas fazemos a educação”, afirmou Vicioni, que citou o exemplo do Sistema Sesi-SP de ensino, que já chegou a 21 municípios de São Paulo. “O que a Fiesp está fazendo, por meio das duas entidades, é transferir tecnologias sociais para que a educação brasileira possa ser melhor e colaborar com o crescimento do País”.

Vicioni falou sobre o trabalho integrado de Sesi e  do Senai no estado. “Hoje, temos uma mudança nas profissões, com as inovações e avanços tecnológicos. Do artesanal passamos para a manufatura e, no futuro, seremos “cerebrofatura”, com atividades com nível de complexidade muito grande. Por isso, preciso de uma educação de base de altíssimo nível, como é oferecido no Sesi-SP, para que sobre ela o Senai-SP possa desenvolver os talentos profissionais.”

Crescimento econômico

A assinatura da doação do terreno foi feita pelo prefeito de Caçapava, Henrique Rinco, e pelo presidente do Sesi-SP, Senai-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. Ambos foram presenteados com uma peça de artesanato tradicional da região, produzida pelas figureiras de Taubaté.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537309142

Doação de terreno pela Prefeitura de Caçapava foi o primeiro passo para a construção da nova escola integrada Sesi-SP e Senai-SP. Foto: Tamna Waqued/Fiesp

O prefeito destacou o crescimento econômico da cidade. “Caçapava está entre os primeiros municípios do Vale do Paraíba na geração de empregos. Para atender essa demanda, precisamos ter pessoas preparadas e qualificadas e por isso precisamos do Sesi-SP e, em especial do Senai-SP. Agradeço muito pelo esforço de todos para que esse projeto acontecesse.”

Skaf falou sobre detalhes da obra das novas instalações em Caçapava. “Passamos a primeira etapa, que é a assinatura da escritura, agora vamos dar início aos projetos, que devem ficar prontos em até 90 dias. Depois teremos os editais e a previsão é de que as obras comecem em agosto e terminem a tempo do início do ano letivo de 2016”, afirmou o presidente do Sesi-SP e do Senai-SP, que destacou dois pontos importantes do novo prédio. “Todas as salas terão ar condicionado, porque essa região é muito quente. E a área esportiva ficará entre as duas escolas, para ser utilizada pelos alunos Sesi-SP e pelo Senai-SP.”

“Mesmo sem ter a obrigação de investir em educação, a indústria paulista está investindo em Caçapava mais do que os governos federal e estadual”, disse Skaf. “E nossas escolas não são apenas arquitetura bonita, elas têm os equipamentos e laboratórios mais modernos do mundo. É por meio da educação que podermos transformar São Paulo e o Brasil em um estado e um país com oportunidades iguais para todos”, concluiu.

Qualidade de vida nas empresas

No evento, também foi assinado um convênio de Ginástica de Empresa, que será realizado pelo Sesi-SP em duas indústrias de Caçapava: IFF Essências e Fragrâncias (Taubaté) e Viapol Ltda. (Caçapava). O projeto consiste em levar ações educativas para os trabalhadores, em busca do benefício mental e físico e na melhoria da qualidade de vida.

Caçapava vai ganhar uma nova escola do Sesi-SP e uma unidade do Senai-SP

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Caçapava

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Paulo Skaf, visitou, na tarde desta terça-feira (25/02), as instalações do Sesi-SP em Caçapava, a 117 quilômetros da capital.

Skaf, ao centro, em visita ao local que vai receber as novas instalações do Sesi-SP e do Senai-SP. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Skaf, ao centro, em visita ao local que vai receber as novas instalações do Sesi-SP e do Senai-SP. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

A unidade vai ser desativada para dar lugar a uma nova escola do Sesi-SP e outra do Senai-SP na cidade. Ao todo, serão investidos R$ 35,2 milhões no projeto. Desses, R$ 14,7 milhões serão para o Sesi-SP e R$ 20,5 milhões para o Senai-SP.

A previsão é de que, oficializadas as escrituras de terrenos que vão se juntar à área original hoje usada pelo Sesi-SP em Caçapava, as obras fiquem prontas dentro de um ano e meio. Nesse período, os alunos seguirão estudando em outro local.

Durante a visita, Skaf conversou com estudantes, mães e professores, fazendo questão de conhecer as antigas instalações da escola. “Em um ano e meio teremos nesse terreno um novo templo do conhecimento”, disse. As crianças daqui sairão preparadas para a vida”.