Busto de Raphael Noschese é colocado entre líderes da Indústria no Salão Nobre na Fiesp

Rubens Toledo, Agência Indusnet Fiesp

Solenidade contou com a presença de empresários e familiares do ex-presidente da Fiesp/Ciesp. Foto: Kenia Hernandes

 

 

Na noite de quarta-feira (15), a Fiesp/Ciesp prestou homenagem a uma personalidade da indústria paulista. Raphael de Souza Noschese, ex-presidente da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp/Ciesp), teve o busto entronizado no Salão Nobre da entidade.

“Este gesto testemunha o reconhecimento de todos e nos impele ainda mais ao trabalho voluntário em nossas entidades de classe”, afirmou o 2º vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, que presidiu a solenidade, ao lado de dois presidentes eméritos, Luis Eulálio de Bueno Vidigal Filho e Carlos Eduardo Moreira Ferreira.

A homenagem contou também com cerca de 300 participantes, entre os quais os netos do homenageado, Renato e Flávio Noschese. “Entre suas muitas virtudes, Noschese era capaz de agregar todos em torno de uma causa. Líder nato que, nos momentos mais difíceis, tinha o conselho certo para quem o procurasse”, lembrou Ometto.

A imagem de homem agregador foi lembrada pelo ex-presidente Moreira Ferreira. “Raphael está perpetuado neste salão e continuará vivo em nossa lembrança como o grande conciliador e amigo”, recordou.

O busto de Noschese se juntou aos de outros grandes líderes da indústria, que compõem a galeria do Salão Nobre da Fiesp/Ciesp:

  • Roberto Simonsen;
  • Francisco Matarazzo;
  • José Ermírio de Moraes;
  • Jorge Street;
  • Nadir Dias de Figueiredo;
  • Horácio Lafer;
  • Morvan Dias de Figueiredo;
  • Antonio Devisate;
  • Armando de Arruda Pereira;
  • Theobaldo De Nigris.

 

Posse do Sinafer

A cerimônia de entronização do busto de Raphael Noschese marcou ainda a posse da nova diretoria do Sindicato de Artefatos de Ferro, Metais e Ferramentas em Geral no Estado de São Paulo (Sinafer), que também comemorou os seus 70 anos de história.

Milton Rezende, presidente do Sinafer. Foto: Kenia Hernandes

“Tenho em Raphael Noschese um exemplo e modelo de liderança”, discursou Milton Rezende, que acaba de tomar posse do Sinafer, triênio 2010/2013, sucedendo a José Duílio Justi. Rezende confessou que terá em Noschese a fonte de inspiração e coragem para repetir a boa gestão de Justi à frente do Sindicato, cujo número de filiados saltou para 2.300 nos últimos três anos.

“Noschese assumiu a Fiesp/Ciesp num período de turbulência política e atuou como um verdadeiro guardião da indústria”, recordou Maurice Costin, diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) e que conviveu longamente com o líder empresarial, na Fiesp e no próprio Sinafer, entidade que Noschese presidiu por 40 anos.

“No auge da crise política, quando o governo Goulart ameaçou cortar o crédito das indústrias paulistas, ele telefonou ao presidente da República e advertiu que, se tal medida fosse levada a cabo, as empresas de São Paulo deixariam de recolher os impostos federais”, revelou.