Embaixador da França elogia Azevêdo na OMC e aumento da taxa de retorno das concessões de infraestrutura

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

A expectativa dos empresários franceses com a nomeação de Roberto Azevêdo para a Organização Mundial do Comércio (OMC) é que ele favoreça o multilateralismo das empresas brasileiras e francesas, afirmou nesta quinta-feira (09/05) o embaixador da França no Brasil, Bruno Delaye, durante encontro com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, na sede na entidade.

“Elogiamos a escolha de Roberto Azevêdo para o cargo de diretor-geral da OMC e reconhecemos sua enorme competência, e também da diplomacia brasileira”, disse Delaye. “Esperamos muito dessa nova direção. Investimos muito no Brasil”, completou.

Segundo o embaixador, existem mais de 500 empresas francesas erradicadas no Brasil, “e elas empregam mais de 500 mil brasileiros”.

Bruno Delaye também elogiou a decisão do governo brasileiro de aumentar a Taxa de Retorno (TIR) dos projetos de investimento para concessões de rodovias de 5,5% para 7,2%.

“É uma boa notícia. Isso vai nos permitir participar de maneira muito mais agressiva das licitações”, disse o embaixador da França.