Ministro de Negócios do novo governo britânico reúne-se com empresários na Fiesp

Agência Indusnet Fiesp,

O Ministro de Negócios, Inovação e Treinamento do Reino Unido, Vince Cable, lidera uma delegação com 25 grandes empresas que estará na Fiesp nesta quarta-feira(1º/9), às 9h.

Com a previsão de que o Brasil se torne a quarta maior economia do mundo em 2050, esta é a segunda visita que cumpre a promessa do governo de coalizão de consolidar relações com parceiros-chave no século XXI.

Além disso, Vince Cable também vai explorar o potencial desta parceria em diversos setores. Os objetivos são de desenvolver a expertise mundial necessária para garantir Jogos Olímpicos bem-sucedidos em Londres, em 2012, e no Rio, em 2016, além de encorajar a cooperação industrial em setores como defesa e segurança, energia e engenharia avançada.

Antes de iniciar sua visita ao Brasil, Vince Cable ressaltou a importância do País. “O governo britânico acredita que é prioritário fortalecer nossas relações com parceiros-chave. Assim sendo, decidi que uma das prioridades seria encontrar pessoalmente meus colegas no Brasil, que é a nova potência crescente das Américas”, explicou.

“O Brasil é a oitava maior economia do mundo, respondendo por metade do PIB total da América do Sul. Estou muito animado com o fato de que as exportações de produtos britânicos mais do que dobraram desde 2004, alcançando £1,7 bilhão em 2009, apesar da recessão. O Reino Unido pode exercer um grande papel à medida que mais e mais empresas brasileiras buscam a internacionalização”.

Empresas britânicas são líderes em muitas áreas de real importância para a economia brasileira, e muitas delas já operam no País:

Educação – Um exemplo é a Pearson, que fornece serviços educacionais para a crescente força de trabalho do Brasil;

Energia – A Shell e a Cosan acabam de assinar acordo para suprir biocombustíveis; a BG é a maior investidora no setor de óleo e gás no Brasil;

Infraestrutura – A Halcrow realizou estudo de viabilidade para o trem de alta velocidade que ligará Rio de Janeiro e São Paulo;

Engenharia avançada – A Rolls Royce e a GKN são fornecedores líderes de mercado;

Biotecnologia e Farmacêutica – A AstraZêneca e a GlaxoSmithkline são também key players no mercado brasileiro.