Galeria de Arte Digital do Sesi-SP faz parte das comemorações do ano Brasil-Alemanha

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp 

A abertura da  nova exposição da Galeria de Arte Digital do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), na noite dessa quarta-feira (15/05), transformou a fachada do edifício-sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) em plataforma para as comemorações do ano Brasil-Alemanha 2013-2014.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539710212

Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp

Com obras visuais e interativas, a mostra “Brasil-Alemanha: Culturas Conectadas” mistura culturas dos dois países. “Essa mostra busca um mundo bem melhor para o desenvolvimento da pessoa humana, conectando inovação e inteligência entre o Brasil e a Alemanha”, afirmou o superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni.

“Um aspecto muito importante dessa mostra é a interatividade porque não é apenas receptiva; ela envolve o público”, afirmou o presidente mundial do Goethe-Institut, Klaus-Dieter Lehmann, ao destacar o fato de a exposição não está num ambiente virtual, mas sim num espaço público.

Para ele, o papel das duas curadoras, uma de cada nacionalidade, trabalhando em conjunto para dar vida ao projeto, foi muito importante. “Elas tiveram um papel fundamental na escolha das obras e artistas, porque São Paulo e Berlim são cidades diferentes”, afirmou Lehmann.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539710212

Marilia Pasculi, da Verve Cultural/Brasil, Susa Pop, do Public Art Lab, curadoras da mostra 'Brasil-Alemanha: Culturas Conectadas'. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp

A curadora Marilia Pasculi, da Verve Cultural/Brasil, explicou que essa mostra é a junção de obras de artistas dos dois países – quatro, no total, que são tratadas como uma única obra. “O nosso briefing para os artistas foi o e pensar nessa fachada como uma janela para o público interagir. A ideia era ser uma mídia urbana, como é”, afirmou.

“Essa mostra é uma plataforma de intercâmbio cultural, um palco digital para os cidadãos”, afirmou curadora Susa Pop, do Public Art Lab. Na opinião da alemã, essa oportunidade permitiu que os artistas mesclassem as culturas das nações. “Eles [os artistas] buscaram misturar as culturas dos dois países e criam algo totalmente novo”, completou.

Brasil-Alemanha 2013-2014

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539710212

Klaus-Dieter Lehmann, presidente mundial do Goethe-Institut. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp

O presidente mundial do Goethe-Institut, Klaus-Dieter Lehmann, lembrou que essa exposição faz parte de uma série de eventos que inauguram as comemorações do ano Brasil-Alemanha, que começou na segunda-feira (13/05) com a vinda do presidente da Alemanha, Joachim Gauck, que participou do 31º Encontro Econômico Brasil-Alemanha.

Para Walter Vicioni, essa mostra materializa o tema do ano Brasil-Alemanha [Quando ideias se encontram”]. “É uma conexão da cultura de dois num formato inusitado que provoca um novo olhar dos artistas”, explicou Vicioni.

A curadora Marilia Pasculi concorda. “Esse é o nosso projeto dentro desse cenário. Além de aproximar a arte digital entre os dois países, o público é cocriador da obra e isso é muito importante.”

Clique aqui e conheça mais sobre a mostra “Brasil-Alemanha: Culturas Conectadas”.