Revisão dos contratos de financiamento apontam para redução no custo da energia

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Negociações sobre os contratos de financiamento do setor elétrico, em andamento entre o governo e bancos, deve implicar em uma tarifa de energia menor, mas não estão mais sob o controle do Ministério de Minas e Energia, afirmou nesta segunda-feira (9/3) o ministro Eduardo Braga.

“Uma redução futura no custo depende do resultado dessa negociação que deverá ser concluída, creio eu, até o fim do mês. Tudo que dependia do Ministério já foi feito”, disse Braga após participar do 11º Construbusiness – Congresso Brasileiro da Construção 2015, realizado pelo Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).  Essa fase de negociação está acontecendo entre o Ministério da Fazenda e o setor financeiro nacional”.

Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, durante Construbusiness na Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Durante o Construbusiness, Braga confirmou que o governo desenvolve um estudo para a realização de um leilão de energia térmica para o atendimento de carga de ponta em 2016.

“Estamos confiantes da nossa capacidade de vencer e superar esta crise com união”, afirmou o ministro durante o congresso na Fiesp.