Iniciativas Sustentáveis: Beauty’in – inovação para o consumo

Por Karen Pegorari Silveira

A proposta dos chamados nutricosméticos é oferecer beleza de dentro para fora. Eles são vendidos em formato de comprimidos, cápsulas ou em pó para ser dissolvido em água e oferecem doses extras de vitaminas, minerais, proteínas e outros nutrientes importantes para o organismo. Diversas marcas reconheceram este nicho de mercado, de consumidores ávidos por alimentos mais saudáveis, e lançaram novos produtos, como é o caso da empresária Cristiana Arcangeli e seus “aliméticos” da Beauty’In, uma linha composta por drinks e balas de colágeno que prometem benefícios extras, como fortalecimento de unhas e cabelos e auxílio na hidratação do organismo.

Atualmente, a marca apresenta mais de dez linhas com fórmulas enriquecidas com colágeno hidrolisado, vitaminas, extratos de frutas orgânicas e minerais, como: o beautydrink (águas vitaminadas), a beautycandy (balas de colágeno), o beautytea (chás instantâneos), o chocobeauty (chocolates), o beautyworkout (whey protein), o beautyyogurt (iogurte em parceria com a Vigor), os beautyjuice (sucos prontos), as beautybar gourmet (barras de cereais orgânicos), e as beautyworkout supernutsbar (barras de pistache). A empresa possui ainda os nutricosméticos da linha nutrabeauty e a divisão de cosméticos beautyLAB, uma exclusiva linha de esmaltes com fórmula à base de colágeno e PhytoCellTec.

A Beauty’in foi uma empresa inovadora que, em meio à crise, aproveitou para desenvolver novos produtos e se manteve estável no mercado. Os números comprovam esta informação:- de 2014 para 2015, a empresa cresceu 13%.

Para a presidente da empresa, Cristiana Arcangeli, empresas inovadoras são mais competitivas porque estão sempre um passo à frente da tecnologia usual. “Não se pode falar disso sem falar de seus processos voltados para a sustentabilidade”, diz ela.

Com menos de seis anos neste mercado, a empresa já foi premiada nas categorias de inovação pelos prêmios Marketing Best, Fisa Awards, Embalagem e Marca e Atualidade Cosmética Awards.

Uma pesquisa realizada pela PROTESTE Associação de Consumidores, para avaliar os hábitos alimentares e de compra de comida dos brasileiros nos últimos anos, revelou o aumento do consumo de legumes e menos carne e apontou que as pessoas estão dispostas a pagar mais por alimentos saudáveis. Por exemplo, 94% dos entrevistados estariam dispostos a consumir mais produtos deste tipo se a oferta fosse maior. Além disso, 40% disseram que pagariam até 5% a mais por estes alimentos.

Sobre a Beauty’in

A Beauty’in é a terceira grande criação da empresária Cristiana Arcangeli. A ideia da empresa nasceu numa viagem de férias que Cristiana fez ao Japão em 2008. Foi lá que ela conheceu o que chama de “aliméticos”, alimentos com funções cosméticas que a fez criar ainda outras duas marcas de cosméticos bem sucedidas, a Phytoervas e a Éh.

Iniciativas Sustentáveis: AES Eletropaulo – Aquecimento solar para a periferia

Por Karen Pegorari Silveira

A demanda por energias renováveis cresceu rapidamente em todo o mundo em função das pressões ambientais. No Brasil, a captação de energia solar é uma excelente opção, já que as características geográficas – sol praticamente o ano todo – privilegiam essa alternativa, por isso o sistema de aquecimento solar tem sido uma das opções mais procuradas para residências e empresas em todo o país.

Pensando nisso, a AES Eletropaulo, maior distribuidora de energia elétrica em consumo e faturamento da América Latina, criou um projeto que instala aquecedores solares em bairros de baixa renda, o que ajuda esses consumidores a economizar até 50% de energia elétrica e ainda mudar hábitos em favor do meio ambiente.

Inicialmente as moradias dos conjuntos habitacionais da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) nos bairros Cidade Tiradentes, Guaianazes e Itaquera, região leste da capital paulista, foram as escolhidas e já alcançaram a economia de até 35%.

A concessionária assumiu a instalação de todos os equipamentos e nenhum valor foi repassado aos moradores. Juntamente aos síndicos dos prédios, foi elaborado um cronograma para a instalação dos equipamentos, que se iniciou em janeiro de 2012 e, até agora, mais de 20 mil moradores foram beneficiados. Todos foram orientados pela AES para utilização dos equipamentos de forma correta, ressaltando as dicas de segurança.

Para complementar a ação, os chuveiros convencionais também foram trocados por um equipamento híbrido, que funciona junto ao sistema de aquecimento solar. Em dias de menos calor, o chuveiro é automaticamente transferido ao modo elétrico, com baixa potência, para garantir a água quente. A vantagem desse modelo é um alarme que avisa sobre o tempo no banho, solicitado pelos próprios moradores para que economizem ainda mais energia.

O projeto da AES contou com um investimento total de R$ 25 milhões e tem o objetivo de economizar até 50% do consumo de energia elétrica dessas residências. Segundo o gerente de novos mercados, José Cavaretti, a iniciativa não só contribui com a redução dos gastos desses consumidores, como também proporciona mais discernimento. “Muitos consumidores ganharam uma nova consciência ambiental e passaram a ter atitudes mais responsáveis; para nossa surpresa o alarme no chuveiro com tempo de 8 a 10 minutos de banho foi muito bem aceito”, relata o profissional.

A partir desse ano, a empresa fará uma avaliação completa para medir os resultados do projeto e, de acordo com as necessidades, farão as modificações necessárias para torná-lo mais eficiente e ampliá-lo.

A AES Eletropaulo atua na região metropolitana de São Paulo, distribuindo energia elétrica para 24 municípios paulistas em uma área total de 4.526 km², atendendo 6,7 milhões de unidades consumidoras e aproximadamente 20,1 milhões de clientes.

VEJA OUTRAS INICIATIVAS SUSTENTÁVEIS