Sesi-SP inicia luta pelo bicampeonato paulista de Polo Aquático

Agência Indusnet Fiesp

O time de Polo Aquático do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) sentirá neste sábado (15/03) um gostinho especial. Pela primeira vez, a equipe começará uma competição defendendo o título. Campeão paulista em 2013, o Sesi-SP fará sua estreia na competição contra o Paineiras, às 11h15, na Vila Leopoldina, e tentará o bicampeonato sem a pressão de ser “o time a ser batido”. Para o técnico André Avallone, o time da Vila não entra como favorito, mas com a obrigação de chegar à final.

“Não temos obrigação de ganhar ou ser campeão. Vamos jogar para disputar o título. Esse é o nosso papel. O favoritismo é do Pinheiros, que se reforçou bastante e trouxe sete jogadores da Seleção Brasileira. Mas ainda temos o Tony Azevedo do nosso lado, e isso pode pesar bastante a nosso favor”, disse Avallone.

A fera Tony Azevedo fará sua segunda temporada na piscina da Vila Leopoldina e concorda com o treinador: o mais forte candidato ao título é o Pinheiros. Mas Tony está bem empolgado com o time do Sesi-SP para a temporada e projeta muitas alegrias.

“O nosso projeto é sempre melhorar e ajudar a desenvolver o esporte no país. E temos um time muito jovem. Por mais que tenhamos conquistado o título paulista e chegado na decisão do nacional, ainda temos muito a percorrer. Queremos todos os títulos que vamos disputar”, avisou Tony, que terá a companhia do experiente goleiro Marcelo Chagas para ajudar a comandar a equipe.

Ex-atleta do Fluminense, clube onde foi tricampeão nacional, Marcelo possui longa passagem pela seleção, sendo quatro vezes campeão sul-americano e medalha de bronze no Pan-Americano de Guadalajara (2011). Para o goleiro de 34 anos, a estrutura do Sesi-SP está acima dos clubes no Brasil e em diversos lugares do mundo. Além disso, Marcelo acredita que sua experiência poderá ser muito útil para liderar a equipe jovem e com um futuro promissor.

“Vim para São Paulo para aproveitar a estrutura do Sesi-SP e também pensando nas Olimpíadas de 2016. Joguei um ano na Espanha e não vi o que encontrei aqui. Nem nos outros clubes do Brasil. Ter uma piscina só para o polo é um diferencial incrível. O SESI-SP é hoje o time com o maior potencial do país. Tem garotos espetaculares de 20, 22 anos. No Fluminense, nossa média era de 30 anos. Estávamos no limite e jogando contra gente muito mais nova e com potencial. Falta pouco para o Sesi-SP deslanchar e não vai demorar muito para começarem a colher muitos frutos”, finalizou Marcelo.

O primeiro turno do Campeonato Paulista de Polo Aquático 2014 começa na sexta-feira, com Pinheiros x Paulistano, às 20h45, no Esporte Clube Pinheiros, e termina em maio. Por conta da Copa do Mundo de Futebol e compromissos da Seleção Brasileira de Polo, o campeonato retornará em agosto para o segundo turno. Confira abaixo a tabela de jogos do Sesi-SP do primeiro turno.

15/03/2014 Sábado 11:15 SESI SÃO PAULO SESI-SP X PAINEIRAS
24/03/2014 Segunda 20:00 SESI SÃO PAULO SESI-SP X HEBRAICA
04/04/2014 Sexta 20:30 CAP SÃO PAULO PAULISTANO X SESI-SP
12/04/2014 Sábado 11:30 SESI SÃO PAULO SESI-SP X CL JUNDIAIENSE
19/05/2014 Segunda 20:00 SESI SÃO PAULO SESI-SP X ECP


Serviço

Campeonato Paulista 2014

Sesi-SP x Paineiras
Data: 15/03/2014 (sábado)
Hora: 11h15
Local: Vila Leopoldina – Rua Carlos Weber, 835, Vila Leopoldina, São Paulo, SP
Entrada gratuita

Jogadores e diretoria do Sesi-SP miram agora em outra conquista: Superliga de vôlei

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540142884

Superliga é o novo objetivo de Murilo (camisa 8 ) e equipe. Foto: Junior Ruiz

A  comemoração que tomou conta do Ginásio Marcello de Castro Leite na noite de segunda-feira (22/10) agora dá lugar a um novo objetivo. Depois de faturar o campeonato paulista de 2012, superando o Medley/Campinas por 3 sets a 0 (parciais de 25/19 / 25/17 / 25/17), em uma partida em que o adversário não esteve nenhuma vez à frente no placar,  o time masculino do Sesi-SP já pensa na Superliga 2012/13.

A principal competição nacional entre clubes começa no dia 23 de novembro.

“A partir do momento em que nossa equipe fechou a defesa e começou a jogar mais, facilitou. Todos estão de parabéns, pois nosso grupo é muito fechado e determinado”, comentou Murilo, capitão do Sesi-SP. “Encerra-se aqui um ciclo vitorioso, agora é Superliga”, completou.

O oposto Lorena, um dos destaques da partida, tem confiança nas chances do Sesi-SP.  “Todos sabemos que a Superliga é muito mais difícil, mas nosso grupo é muito bom. O favoritismo se revela dentro de quadra, e para ser campeão teremos que jogar mais ainda. É nosso grande objetivo da temporada”, afirmou.

Apoio irrestrito

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, acompanhou a partida na Vila Leopoldina ao lado da esposa, Luzia, e dos filhos André e Neto. Entre abraços, sorrisos e muita festa na quadra durante a entrega do troféu, ele ressaltou a qualidade do time.

“Foi um show! No segundo jogo da final foi 3 a 0; hoje 3 a 0 [decisão], e ganhar assim é muito legal. Nosso time está afinadíssimo, eles jogaram com garra e serenidade, deu gosto de ver”, exclamou Skaf, que também está ansioso para a próxima competição. “Temos tudo para ganhar a Superliga. Estamos com um time bom, equilibrado e afinado. Vamos ganhar!”, disse Skaf.

O superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, também festejou em quadra. “Comemorar o segundo título da temporada é muito bom, ainda mais um bicampeonato. E estou feliz porque essa conquista vai servir de exemplo para nossos alunos do Sesi-SP”, disse, sorrindo.

O bicampeão olímpico e técnico do Sesi-SP, Giovane Gávio, acredita que tem em mãos uma equipe competitiva para a Superliga. “Podemos jogar cada momento com um time, e nossa intenção é chegar bem nas finais. Voltaremos a treinar no dia 5 de novembro, para estrear na Superliga no dia 24 [do mesmo mês].”

Presença feminina

“Achei muito legal o título paulista! Nos dois primeiros jogos da semifinal e da final eles perderam, mas conseguiram dar a volta por cima, o que foi importante para o fortalecimento da equipe nessa final. Estão de parabéns, todos puderam contribuir com cada ponto, e mereceram”, opinou Jaqueline, que joga no time feminino do Sesi-SP.

Os campeões paulistas de 2012 também foram reverenciados por Tandara, outra integrante da equipe. “Nós, jogadoras do time feminino, temos a mesma rotina, então os acompanhamos de perto. Espero que eles façam uma Superliga melhor ainda, assim como nós vamos trabalhar bastante para conquistá-la também”, reforçou a medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.