Indústria de higiene e beleza registrou crescimento de 12,6% em 2010

Flávia Dias, agência Indusnet Fiesp

O setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC) terminou o ano de 2010 com um balanço positivo. O segmento registrou um faturamento Ex-Factory (saída da fábrica, sem adição de impostos sobre venda) de R$ 27,5 bilhões e crescimento de 12,6% nas vendas.

As informações foram divulgadas, nesta quarta-feira (16), pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), durante evento na Fiesp.

No último ano, houve alta de 17,8% nas exportações, somando US$ 693 milhões. No mesmo período, as importações aumentaram 52,6%.

“Uma das razões do crescimento deste setor, além da modernização do parque industrial, do investimento em marketing e da inovação tecnológica da indústria, é a democratização do consumo e do maior acesso a produtos pela classe”, analisou João Carlos Basilio, presidente da Abihpec.

Além disso, o presidente destacou que as indústrias de higiene e beleza contrataram mais de 4.000 novos funcionários, índice superior a média de emprego e renda de outros setores industriais brasileiros.

Histórico

Abihpec, fundado em 1997, representa mais de 110 mil empresas de produtos de beleza e higiene, defendendo os interesses do setor junto às autoridades governamentais de âmbito estadual e federal, além de propor ações que contribuem com o crescimento e fortalecimento da categoria.