Exposição Beirute – Capital Mundial do Livro 2009 é apresentada na Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

A Associação Cultural Brasil-Líbano, para apresentar ao público brasileiro a cidade de Beirute – Capital Mundial do Livro-2009, realizou nesta terça-feira (5), solenidade no Teatro do Sesi São Paulo, na sede Fiesp.

O evento contou com a cooperação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), do Ministério do Turismo do Líbano, além do Consulado Geral do Líbano, em São Paulo.

A Unesco nomeou Beirute como Capital Mundial do Livro 2009 em função de sua diversidade cultural. A coordenadora da entidade, em São Paulo, Vera Melis, frisou que “as mudanças acontecem com informação”, reforçando a importância das salas de leitura e bibliotecas públicas.

A relevância da comunidade libanesa, em São Paulo, se dá não só pela sua grandiosa presença, mas também pela rica contribuição econômica e cultural.

O fato foi lembrado por Fernando Jafet, diretor do Departamento de Comunicação – representando o presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, de descendência libanesa –, que agradeceu a presença de todos em tão importante comemoração na casa.

“Beirute é o maior centro comercial e da cultura no Líbano, sede de diversas universidades e centros de estudo”, disse Paulo Daniel Farah (doutor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP), justificando a escolha da cidade.

No evento foi lançado selo comemorativo pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT) – com tiragem de 600 mil exemplares – e também o bilhete da Loteria Federal, pela Caixa Econômica Federal (CEF), com estampa alusiva, entregue à Lody Brais, presidente da Associação Cultural Brasil-Líbano.

Após a solenidade, a exposição foi aberta à visitação pública gratuita (veja o serviço). São fotos de locais históricos de Beirute, documentos, jornais, revistas e livros de autores brasileiros, libaneses e descendentes. Artistas de renome internacional prestam homenagem com suas obras.

Entre as autoridades presentes, Gilberto Kassab (prefeito), Geraldo Alckmin (ex-governador e Secretário do Desenvolvimento, representando o Governador Serra), Joseph Sayah (Cônsul Geral do Líbano), além de representantes do Legislativo e autoridades religiosas.