Missões empresariais da Fiesp ajudam a prospectar mercados internacionais

Katya Manira, Agência Indusnet Fiesp

Aproveitar a alta do dólar para tornar seu produto mais competitivo em mercados estrangeiros é a estratégia de muitas empresas brasileiras para contornar a crise e conseguir diminuir os impactos da queda de vendas no mercado interno. Porém, a falta de expertise e conhecimento dos processos de exportações e de contatos com empresas internacionais acaba, muitas vezes, inibindo empresários com pouca experiência nessa área.

As missões empresariais promovidas pela Fiesp auxiliam empresas a alcançar o mercado internacional, fornecendo-lhes informações sobre acesso e exigências técnicas e regulatórias, preferências dos consumidores locais, prospecção in loco e oportunidades para inserção de produtos brasileiros. Entre os dias 2 e 7 de maio, por exemplo, a entidade levou 40 empresários de 29 empresas para a China, onde participaram da maior feira de alimentos do país, a Sial.

Durante palestras realizadas antes da feira, os empresários brasileiros puderam conhecer melhor as características do mercado consumidor chinês. Quais as exigências para poder exportar produtos ao país, hábitos de consumo e dicas sobre como se aproximar e fechar negócios com empresas locais.

Presente na feira, o diretor administrativo e financeiro da Ofner, Mário Martins da Costa Jr, conta que a missão foi muito importante para poder conhecer de perto as tendências atuais, fazer a aproximação com possíveis fornecedores e futuros clientes, além de tirar dúvidas sobre acesso ao mercado.

“Já fazíamos a outra ponta do processo, que é a importação de embalagens chinesas. Agora viemos com objetivo de estender nossa linha de produtos e procurar espaço no mercado externo, internacionalizar a empresa”, conta. “A missão foi maravilhosa para a empresa. Saímos com muitos contatos e agora é chegar no Brasil, filtrar as oportunidades e dar sequência a cada um.”

Costa Jr diz ainda que pretende voltar ao país, para fazer “algo mais exclusivo” como, “visitas pontuais, principalmente na linha de chocolates, para a qual houve bastante procura”.

De acordo com a gerente do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Fiesp (Derex), Magaly Menezes, ao preparar cada nova missão, o departamento leva sempre em conta o monitoramento das demandas setoriais. “Durante nossos encontros com os sindicatos e outros departamentos da casa, apontamos quais setores demandam suporte para estruturação de ações no exterior”, explica. “O contrário também funciona, quando identificamos eventos e feiras internacionais que possam ser de interesse e levamos ao conhecimento do setor. O mais importante é manter escolhas que reflitam demandas empresariais.”

Baseado nesses argumentos, o departamento organizou, para 2016, quatro missões prospectivas, uma missão empresarial e uma missão de defesa de interesses. São elas:

– Missão Prospectiva à Feira Bauma, Alemanha. De 10 a 15 abril, para o setor da construção;

– Missão Prospectiva à Feira Sial, China. De 2 a 7 de maio, para o setor de alimentos e bebidas;

– Missão Prospectiva à Feira Summer Fancy Food, Estados Unidos. De 25 a 29 de junho, para o setor de alimentos e bebidas;

– Missão Prospectiva à Feira FIHAV, Cuba. De 31 de outubro a 4 de novembro, multissetorial;

– Missão de Defesa de Interesses da seção brasileira no Conselho Empresarial Brasil – Estados Unidos (Cebeu) e encontro “Brazil on the Hill”, Estados Unidos. De 10 a 18 de setembro;

– Missão Empresarial à Argentina, multissetorial (sem data confirmada).

Sobre as diferenças entre cada missão, Menezes explica que a “prospectiva” permite ao empresário sem muita experiência em exportações “conhecer e prospectar in loco tendências de mercado, preferências dos consumidores, oportunidades para inserção de produtos brasileiros e formas de acesso ao mercado, além da intensificação do relacionamento com possíveis clientes”. Já as missões “comerciais” possuem foco na geração de negócios para a empresa brasileira, permitindo a participação em rodadas de negócios. E, por fim, as missões “institucionais” têm como objetivo fomentar as relações bilaterais comerciais com o país-alvo e contam, prioritariamente, com a participação da presidência e diretores da Fiesp.

Delegação da missão empresarial à feira Sial, na China. Foto: Divulgação/Fiesp

 

Balanço

Desde 1999, a Fiesp já realizou 125 missões em mais de 32 países. A partir de setembro de 2004, as ações foram intensificadas em 100%, resultando em uma média de, aproximadamente, 9 missões ao ano. Mais de 3.000 empresários já participaram das missões da entidade, conseguindo prospectar novos clientes e fornecedores e ampliar seus conhecimentos em exportação e mercados internacionais.

O Derex divulga, regularmente, informações e convites para as missões. As empresas interessadas em participar podem acompanhar as novidades pelo site da Fiesp ou encaminhar suas dúvidas para o e-mail promocaocomercial@fiesp.com.br .

Outras missões

Além do Derex, outros departamentos da Fiesp também promovem missões específicas para os setores que representam. Um exemplo é a missão à Batimat, promovida pelo Departamento da Construção Civil (Deconcic) desde 2009.

Em 2015, a missão à feira da França conduziu ao país 30 empresários interessados em aprimorar seus conhecimentos sobre novas tecnologias para o setor. Em Paris, eles participaram de visitas técnicas, cursos na Universidade de Sorbonne, rodadas de negócios e encontros empresariais com órgãos públicos.

O empresário e consultor da área de construção Eduardo Francisco Nogueira participou por duas vezes da feira, em 2013 e 2015, e conta que se inscreveu pois “precisava ver alguns aspectos novos no que diz respeito a materiais e equipamentos”.

“Vi várias novidades no setor que talvez sozinho eu não conseguiria aproveitar tanto, já que a Fiesp proporcionou visitas técnicas e seminários. A agenda foi ótima, o evento, um sucesso, e trouxe tanto conhecimento que fiz até algumas explanações no meu trabalho”, relembra o empresário que, atualmente, presta serviço na linha 5 do metrô de São Paulo.