Vôlei: equipe feminina do Sesi-SP espera ‘caldeirão’ em Uberlândia no 2º playoff

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Depois da vitória sobre o Banana Boat/Praia Clube por 3 sets a 1, no domingo (23/03), a equipe do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) já começou a preparação para a segunda partida válida pelas quartas de final da Superliga feminina, programada para sábado (29/03), às 13h.

Se vencer, o Sesi-SP conquista a classificação para as semifinais. Mas a equipe sabe que não será fácil enfrentar o adversário em Uberlândia (MG).

“Vai ser um jogo dificílimo. Lá é um caldeirão. Mas esta fase, de quartas  de final, é um campeonato para gente grande. E estamos preparadas para tudo”, resume a ponteira Pri Daroit.

A jovem central Bia, de 22 anos, concorda. “É um dos lugares em que a torcida mais apoia. A torcida vai junto, milhares de pessoas gritando por elas. Mas acho que isso não pode influenciar.”

Mais experiente, a central bicampeã olímpica Fabiana Claudino diz que a equipe não pode se abalar diante da torcida adversária. “Nessa hora temos que estar prontos para tudo. Nosso objetivo é chegar até a final.”

Na análise do técnico Talmo de Oliveira, a vitória no primeiro jogo valeu pelo resultado, mas é preciso aproveitar a semana para corrigir alguns problemas observados no domingo (23/03). “A gente sabe que lá a pressão é grande e vai ser um jogo muito difícil.”

A equipe, de acordo com a líbero Suelen, precisa ajustar a qualidade do passe. Segundo ela, esse fundamento deixou a desejar no primeiro duelo. “A gente vinha passando muito bem, mas no domingo ficou num percentual de 40, 50%. É isso que nesta semana vamos focar para poder melhorar.”

Para a levantadora Dani Lins, a maior carga de treinamentos já passou. “Agora, é mais cabeça: tranquilidade e paciência.”

Superliga feminina: Sesi-SP vence Banana Boat/Praia Clube e larga na frente nos playoffs

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

A equipe feminina de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) venceu na manhã deste domingo (23/03) o Banana Boat/Praia Clube por 3 sets a 1 (19/21, 21/13 21/13 e 21/19), em 2h.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

Equipe comemora vitória em casa, resultado que permite possibilidade de classificação no segundo jogo da melhor de três. Foto: Caio Lopes/Fiesp


O jogo, realizado no ginásio da Vila Leopoldina, valeu pela primeira rodada da série melhor de três das quartas de final da Superliga 2013/14. Com a vitória, o Sesi-SP pode garantir a classificação no sábado (29/03), data do segundo confronto dos playoffs. Se necessário, um terceiro jogo está programado para o outro sábado (05/04), no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, às 18h30.

Ao final da partida, o técnico Talmo de Oliveira explicou a mudança que o levou a substituir a ponteira Dayse por Pri Daroit no segundo set. “Principalmente por volume de passe. Não estava com regularidade o passe e tomamos alguns pontos. A Dayse passava, depois tirava um pouco. A Priscila entrou para equilibrar um pouco mais isso aí”, explicando que, depois de sofrer uma lesão, Pri Daroit está bem condicionada, mas ainda sente falta de ritmo de jogo. “Com o passar dos jogos ela vai conquistando isso.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

Suelen com o troféu Viva Vôlei. Foto: Caio Lopes/Fiesp

Na visão de Pri Daroit, o time jogou bem, mas cometeu falhas. “O que mais importa é a vitória. O primeiro passo já foi dado. O time como um todo jogou bem, mas a gente teve algumas falhas como muito erro de passe. E com certeza é uma coisa que esta semana a gente vai treinar bastante.”

A líbero Suelen, ganhadora do troféu Viva Vôlei, disse ter ficado satisfeita com a equipe.  “Nossa equipe bloqueou super bem e, teoricamente, a defesa funcionou melhor. Mas feliz por toda equipe ter jogado bem.”

Maior pontuadora do jogo, com 15 pontos, a central Fabiana Claudino disse ficar feliz por ter sido uma das bolas de segurança da equipe. “Hoje, graças a Deus, eu consegui ajudar tanto no saque, no bloqueio e no ataque. Eu sei que tenho que desafogar, sei que tenho essa responsabilidade e quero assumir cada vez mais. Quero treinar cada dia mais, buscando cada vez mais confiança e dar esse conforto a mais para a equipe.”

Também atuaram a oposta Ivna, a levantadora Dani Lins, as centrais Fabiana e Bia, as ponteiras Suelle e Dayse, e entraram no decorrer do jogo a oposta Neneca, a ponteira Pri Daroit e a levantadora Carol Albuquerque.

O Banana Boat/Praia Clube atuou com as centrais Natália e Mayhara, as ponteiras Mari e Michelle, a levantadora Juliana e a oposta Monique, com Tássia como líbero. Também atuaram Isabela, Glass, Laura e Letícia Hage.

O jogo

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

Fabiana foi um dos destaques da partida, com 15 pontos. Foto: Caio Lopes/Fiesp

No primeiro set, o Praia Clube começou melhor, abrindo 03/00, com dois bloqueios duplos seguidos. O Sesi-SP reduziu a diferença e conseguiu o empate (06/06) no bloqueio de Fabiana. Foi a central bicampeã olímpica que colocou o Sesi-SP em vantagem na parcial ao aproveitar contra-ataque pela saída da rede (07/06). Depois da parada técnica, o Praia Clube reassumiu a dianteira (09/07) em ponto de Monique muito contestado pelas donas da casa. A central Bia, em bola rápida de Dani Lins, manteve o Sesi-SP na cola das adversárias. Novo empate (11/11) veio em dois toques do Praia Clube. Mesmo errando muitos saques, o Sesi-SP foi aproveitando o ataque para pontuar, mas as visitantes chegaram ao segundo tempo técnico na frente: 14/13. Na volta, um erro de recepção do Sesi-SP fez com que o técnico Talmo de Oliveira pedisse tempo. O empate veio com Fabiane em contra-ataque rápido. Uma boa passagem da oposta Monique pelo saque elevou a vantagem das visitantes para três pontos (18/15) e Talmo parou o jogo novamente. Fabiana retomou o serviço para o Sesi-SP e Talmo escalou Neneca para sacar. Em bonito rali, Bia, no bloqueio, fez o Sesi-SP encostar no placar (17/18). Novo rali e Dayse manteve o Sesi-SP no jogo (18/19). Bia salvou o primeiro set point das visitantes (19/20), mas a central Natalia fechou o parcial por 21/19 em 23´26″.

No segundo set, o Sesi-SP começou atrás, mas virou aproveitando erros das visitantes. Bloqueio simples de Fabiana, pelo meio, fez a vantagem subir para três pontos (04/01) e o técnico Spencer Lee, do Praia, pediu tempo. A arbitragem apontou dois toques da levantadora Juliana e a diferença aumentou (06/00). O primeiro tempo técnico veio em ataque de Ivna (07/02).  Na volta, o Sesi-SP manteve o volume de jogo – ataques de Bia e Ivna fizeram a diferença subir para oito pontos (11/03). A diferença caiu para cinco (12/07) e depois para quatro pontos (13/09). Talmo decidiu substituir Dayse por Pri Dairot. Um erro de Monique pela saída da rede levou a parcial para a segunda parada técnica (14/09). O Sesi-SP voltou melhor e Pri Daroit aumentou a vantagem. O técnico do Praia parou o jogo, mas o Sesi-SP manteve o ritmo com Fabiana marcando o 19º. Depois de desperdiçar três chances de fechar o set, o Sesi-SP empatou a partida com Ivna (21/13) em 20’09”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

A ponteira Pri Daroit (camisa 7) entrou no segundo set. Foto: Caio Lopes/Fiesp

Na volta para o terceiro set, o Praia Clube abriu a contagem ao bloquear Pri Daroit, mantida por Talmo no lugar de Dayse. Ivna reduziu a vantagem em largadinha no fundo da quadra. As visitantes ampliaram para 04/01 e Talmo preferiu parar o jogo e conversar com a equipe. No ponto seguinte, o público assistiu a um belo rali, finalizado por Ivna, que soltou o braço pela saída de rede. A diferença subiu para quatro (06/02) em favor das visitantes, que chegaram à primeira parada técnica com 07/04 no placar. O Sesi-SP empatou em mais uma largada, bem curta, de Ivna (07/07). Em belo ataque de Pri Daroit, o Sesi-SP fez 09/07. Um ataque tramado de Dani Lins e Fabiana aumentou a vantagem. O Sesi-SP chegou à segunda parada técnica com cinco pontos de frente (14/09). Em belo rali, Pri Daroit colocou o Sesi-SP seis pontos na frente (17/11). Em passagem de Fabiana pelo saque, o Sesi-SP chegou a oito de diferença (19/11). A arbitragem apontou dois toques do Praia Clube e o Sesi-SP fechou a parcial em 22’48 por 21/13.  Dois sets a 1 para as donas da casa.

No quarto set, o jogo foi mais equilibrado, mas o Sesi-SP soube aproveitar os ataques para chegar à primeira parada em 07/05. O jogo subiu em vibração, com pontos mais disputados e a diferença oscilando de um a dois pontos. Pri Daroit fez um ace em saque balanceado após indecisão da linha de passe do Praia Clube: 14/10 na segunda parada técnica obrigatória. Na volta, Ivana parou no bloqueio das visitantes. Monique, no saque, reduziu a diferença para um ponto e Talmo pediu tempo para orientar a equipe. No retorno, as visitantes conseguiram o empate (14/14). Depois de mais um rali, Ivna bateu cruzado, pela saída de rede, para recolocar o Sesi-SP na frente. No ponto seguinte, Fabiana subiu bem e marcou de bloqueio (16/14). O jogo seguiu equilibrado, com Monique, de um lado, e Fabiana, do outro, pontuando (17/16). A ponteira Glass desperdiçou ataque e o Sesi-SP, atuando com Carol Albuquerque e Dayse, manteve a margem de dois pontos (18/16). Dayse fez um ponto em mais um rali (19/17) e Spencer Lee tentou seus últimos cartuchos, pedindo tempo. Glass, pela saída de rede, reduziu para um ponto (19/17). Talmo voltou com Dani Lins e Pri Daroit. A ponteira explorou o bloqueio e deu o primeiro match point do jogo. Ivna parou no bloqueio e o Praia diminuiu para 20/19. Talmo pediu tempo e na sequência Ivna fechou o jogo em 21/19. Três sets a 1 em 25’56”.

Superliga feminina: Sesi-SP perde segunda partida dos playoffs e decide vaga na segunda-feira (04/03)

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

Monique (Banana Boat/Praia Clube) ataca. Foto: Alexandre Arruda/CBV

Agência Indusnet Fiesp

A equipe feminina do Sesi-SP tem nesta segunda-feira (04/03), às 18h30, em Uberlândia, mais uma chance de conquistar a vaga na fase semifinal da Superliga feminina 2012/13.

Com a derrota para o Banana Boat/Praia Clube na noite de sexta-feira (01/03), também na cidade mineira, a disputa das quartas de final ficou empatada, levando a decisão para uma terceira partida.

No segundo jogo, a equipe de Uberlândia venceu por 3 sets a 0 (26/24, 25/20 e 25/22), em 1h51.

O técnico do Sesi-SP, Talmo de Oliveira, disse que para o próximo jogo terá que reorganizar a equipe.

“O time do Praia dominou a partida o tempo inteiro e nós tivemos muitas dificuldades. Não aproveitamos as oportunidades. Sabíamos que ia ser um jogo muito difícil. Agora é colocar a cabeça no lugar, organizar o time pro próximo jogo e vir com tudo na segunda-feira”, disse Talmo.

O Sesi-SP entrou com Carol Albuquerque, Elisângela, Fabiana, Bia, Sassá e Tandara. A líbero foi a jovem Juliana Paes. Entraram Dani Lins, Jéssica, Verê e Marina.

O Banana Boat/Praia Clube atuou com Juliana, Monique, Angélica, Dani Scott, Dayse e Michelle. De líbero jogou Arlene. Entraram Sara, Camilla Adão e Mayhara.

O jogo

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

Oposto Elisângela (camisa 2) tenta conter ataque de Dani Scott. Foto: Alexandre Arruda/CBV

No primeiro set, o Banana Boat/Praia Clube abriu vantagem de 06/02, obrigando o técnico Talmo de Oliveira a pedir tempo. O time de Uberlândia aumentou a diferença e foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/11, mas o Sesi-SP buscou o empate. Em ataque de Dani Scott, o Banana Boat/Praia Clube fechou o set em 26/24.

No segundo set, o Banana Boat/Praia Clube fez 04/00 e novamente Talmo parou o jogo para dar instruções. O time de Uberlândia chegou à primeira parada vencendo por 08/05. As donas da casa chegaram ao segundo tempo técnico com 16/12 e fecharam o set em 25/20.

O terceiro set teve início mais equilibrado. O Banana Boat/Praia Clube chegou ao primeiro tempo técnico com apenas um ponto de vantagem (08/07) e ampliou para dois na segunda parada obrigatória (16/14). O set foi fechado em bloqueio depois de rali: 25/22 e 3 sets a 0.

Acompanhe o vôlei do Sesi-SP nas redes sociais

Twitter: @sesisp_volei 
Facebook: www.facebook.com/sesisp.volei

Líbero Verê aguarda resultado de exames para seguir na Superliga feminina

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539981449

Verê foi afastada preventivamente depois que, em exames de rotina, os médicos do Sesi-SP observaram um possível quadro de arritmia cardíaca.Foto: Everton Amaro

A exemplo do que acontecera na sexta-feira (23/02), a atleta Veridiana, a Verê, líbero do time de vôlei feminino do Sesi-SP, não foi escalada para enfrentar o Banana Boat/Praia Clube no primeiro jogo dos playoffs, realizado na noite de segunda-feira (25/02).

Verê foi afastada preventivamente depois que, em exames de rotina, os médicos do Sesi-SP observaram um possível quadro de arritmia cardíaca.

“Foi uma grande surpresa para mim e para toda minha família. Nunca tive nenhum tipo de problema. Por precaução, os médicos me afastaram do time”, disse a líbero.

Segundo Verê, os médicos do Sesi-SP realizaram uma nova bateria de exames e os resultados devem ser divulgados ainda esta semana. “A equipe médica deve se reunir para analisar as imagens e poder dar um diagnóstico certinho. Daí, a gente vai saber que tipo de tratamento vai ser feito.”

Otimista, Verê espera voltar às quadras ainda na edição 2012/13 da Superliga. “Tenho esperança de jogar os playoffs. Se eles decidiram me manter afastada é porque existe um risco que a gente não quer correr. Em primeiro lugar está a minha vida”, declarou.

Acompanhe o vôlei do Sesi-SP nas redes sociais:

Veja outras notícias de esporte do Sesi-SP no site: www.sesisp.org.br/esporte


Meninas do Sesi-SP sofrem o primeiro revés na Superliga

Agência Indusnet Fiesp

A equipe de vôlei feminino do Sesi-SP sofreu a sua primeira derrota na Superliga 2012/13. O time do técnico Talmo de Oliveira viajou, nesta sexta-feira (30/11), para cidade de Uberlândia, Minas Gerais, onde foi derrotado pelo time da casa, o Banana Boat/Praia Clube por 3 sets a 0. Parciais: 25/17, 25/20 e 25/19, em 1h27. A partida válida pela 3ª rodada da 1ª fase do campeonato nacional.

Com o resultado, a equipe mineira permanece na primeira posição, com nove pontos. Já o time da indústria paulista mantem a 3ª colocação, com seis pontos.  Destaque da partida, a atleta da equipe praiana, Herrera foi a maior pontuadora do jogo, com 14 finalizações. Dois pontos a mais que a central do Sesi-SP, Fabiana.

Em busca da sua reabilitação no campeonato, as meninas da indústria paulista voltam as quadras, nesta terça-feira (04/02), contra o Vôlei Amil, às 19 horas, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina.

Serviço
Superliga Feminina de Vôlei
Banana Boat/Praia Clube 3 x 0 Sesi-SP
Parciais: 25/17, 25/20 e 25/19

Ficha técnica
Banana Boat/Praia Clube:
Mayara, Juliana, Angélica, Herrera, Monique e Michele. Líbero: Arlene
Entraram: Dayse, Sara e Camila
Técnico: Spencer Van Dijk

Sesi-SP: Fabiana, Elisângela, Dani Lins, Sassá  e Ingrid. Líbero: Veridiana
Entraram: Suellen, Carol Albuquerque, Ana Beatriz, Tandara, Natália e Juliana.
Técnico: Talmo de Oliveira

Em noite de Elisângela, Sesi vence sua segunda partida na Superliga

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp 

Elisângela desequilibrou, marcou 16 pontos, e o Sesi-SP venceu a equipe do Rio do Sul, em Santa Catarina, na última terça-feira, pela segunda rodada da Superliga 2012/2013. Com o placar de 3×0 (11/25, 24/26 e 23/25) em 1h30 de jogo, o time da indústria passou a ocupar a terceira colocação na tabela, e o próximo confronto é exatamente contra os líderes do Praia Clube.

O ginásio Artenir Werner lotado não intimidou o time paulista, que conseguiu se impor completamente no primeiro set e fechou com relativa facilidade. Com ataques consistentes e defesas incríveis, o Sesi-Sp fechou em 25 a 11, garantindo uma tranquilidade que poderia ser importante para o restante da partida.

Mas essa tranquilidade acabou tão logo começou o segundo set. O Rio do Sul mudou o cenário e brigou por cada ponto como se fosse o último. Elis e Neneca foram importantíssimas e acertaram quase tudo. O Sesi precisou de toda sua técnica para conseguir fechar em 26 a 24, depois de empatar o set em 22 a 22.

O derradeiro set foi quase um replay do anterior. O time da casa novamente agressivo e o Sesi precisando alternar jogadas para superar o adversário. Dani Lins trabalhou bem com Elisângela e Suelle e após novo empate em 22 a 22, o time paulista conseguiu fechar em 25 a 23 garantindo sua segunda vitória na competição.

Para Talmo, o jogo foi difícil como se esperava, mas a qualidade individual das suas jogadoras, principalmente Elisângela, fez a diferença.

“No primeiro set, nós dominamos bem, mas depois o jogo engrossou demais. Elas viraram muitas bolas no segundo, variaram bastante e nos confundiram. Ainda bem que a Eli estava em noite inspirada, e com a ajuda das demais jogadoras que não perderam o controle em momento algum, nós conseguimos fechar na frente e nos mantivemos assim para o terceiro set”.

Na sexta-feira, o Sesi-SP enfrenta o atual líder da Superliga, o Banana Boat/Praia Clube, em Uberlândia. Na próxima terça-feira, o time volta a jogar em casa, às 19h, o clássico contra o Amil.

Outras noticias no site do Sesi Esporte 

Sesi-SP conhece adversários da Superliga Feminina 2012-13

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp 

Em busca do título inédito da Superliga Feminina de Vôlei 2012-13, o time do Sesi-SP já sabe quais serão os seus adversários na disputa do campeonato nacional. A tabela com datas e horários dos jogos foi divulgada pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). A estreia da equipe do técnico Talmo de Oliveira acontecerá no dia 23 de novembro (sexta-feira), às 18 horas, contra o time do E.C Pinheiros, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo.

Nesta edição, o torneio conta com a participação de dez equipes: Sollys/Nestlé (SP) , Unilever (RJ), Usiminas/Minas (MG), Banana Boat/Praia Clube (MG), São Bernardo Vôlei (SP), E.C Pinheiros (SP), Rio do Sul (SC), São Caetano (SP) e Vôlei Amil (SP), além do próprio Sesi-SP.

Como na edição anterior, o torneio será divido em duas fases: etapa classificatória e eliminatórias.

Na fase classificatória, todos os times jogam entre si, em rodadas de turno e returno. As oito melhores equipes garantem uma vaga na disputa das quartas de final, com os seguintes cruzamentos: 1ºx8º; 2ºx7º; 3ºx6º e 4ºx5º, no sistema de playoffs com série melhor de três. Nas semifinais, as equipes classificadas disputarão séries de três partidas. Já a grande final acontecerá em apenas um único jogo.

Veja aqui a tabela completa dos jogos do Sesi-SP na Superliga Feminina de Vôlei

Acompanhe outras notícias no site do Sesi Esporte