Retrospectiva 2013 – Estímulo à prática de atividade física e pedagogia do exemplo são destaques na área de esportes

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

No Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), a atuação na área de esportes contempla três vertentes:  participação ativa, onde todos os alunos e funcionários da indústria paulista são incentivados a praticar atividade física; formação e treinamento esportivo popularizando as modalidades, aumentando o número de praticantes e revelando novos talentos, e o rendimento esportivo com o viés do desempenho e, principalmente, a excelência por meio da pedagogia do exemplo.

Em 2013, as ações na área foram focadas nesses objetivos.

Três novas modalidades esportivas foram lançadas: badminton, na região de Presidente Prudente; hóquei na grama, nas unidades de Mogi das Cruzes e Suzano – ambas esportes olímpicos –, além do karatê, em Santos.

Badminton em Presidente Prudente: novas modalidades esportivas na rede. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Badminton em Presidente Prudente: novas modalidades esportivas na rede. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Também foi implantada a modalidade capoeira, com a contratação de 28 instrutores que farão o atendimento em 28 escolas da Rede Sesi-SP distribuídas pelo estado, atingindo 3.360 alunos.

Ainda em 2013, outros dois esportes paralímpicos também começaram a ser praticados no Sesi-SP: o Goalball, em Mogi das Cruzes, e o Futebol PC, em Suzano.

Try Rugby, Academia e Dança

Outro esporte que teve destaque nas ações do Sesi-SP em 2013 foi o rugby, que foi ampliado para mais sete unidades do estado, chegando a 19, além da realização de oficinas da modalidade. Hoje, são mais de 9 mil alunos em atividades permanentes do esporte de mais de 60 mil em eventos especiais.

O trabalho realizado pelo Sesi-SP nesse esporte rendeu a premiação da Liga Inglesa de Rugby, que indicou o Sesi-SP como melhor projeto comunitário da modalidade.

Outra atividade que cresceu muito em 2013 foi a dança, com mais de 5 mil alunos, tendo também como destaque o Encontro Estadual de dança: 630 alunos participaram das duas etapas do Encontro Estadual de Dança em novembro nas unidades de São Bernardo e São José do Rio Preto.

As academias do Sesi-SP receberam 40.564 alunos em 2013, o maior número dos últimos anos.

Princípio Acidente Zero

O Princípio Acidade Zero (PAZ) atrela os cuidados com os milhares de crianças, jovens e adultos que transitam todos os dias nos Centros de Atividades do Sesi-SP, atuando com educação para prevenção de acidentes. Entre as diversas ações, destacou-se em 2013 o Bombeiro Mirim.

Depois da tragédia da Boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, foi iniciado um treinamento com grupos de 20 alunos em cada escola da rede, formando brigadas de incêndio e mostrando a importância da segurança nas escolas e dentro das casas.

Contratações

Com foco na pedagogia do exemplo, o Sesi-SP buscou atletas exemplares em suas modalidades para integrar as equipes adultas. Para o time de polo aquático, foi repatriado o brasileiro Tony Azevedo, que chegou a integrar a equipe olímpica americana.

Tony Azevedo durante partida contra a equipe do Fluminense. Foto:Beto Moussalli

Tony Azevedo: exemplo para os jovens e referência no polo aquático. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Os times de vôlei masculino  e feminino  também foram reformulados e ambos hoje mantém jogadores experientes, com nível de seleção brasileira, com atletas formados na base do Sesi-SP. A meta é que as equipes do Sesi-SP sigam competitivas, disputando os primeiros lugares, mas sempre trazendo atletas da base.

No vôlei, atualmente, o Sesi-SP é a única equipe que têm times em todas as categorias do vôlei, masculino e feminino, disputando os campeonatos oficiais.

O reforço das equipes reflete, de forma direta, na participação de crianças e jovens do Sesi-SP nos esportes. No Programa Atleta do Futuro, considerando os esportes de rendimento desenvolvidos desde 2009, o número de crianças participantes aumentou de 5466 quando foi criado, para 23.382 em 2013. O mesmo crescimento foi visto no Treinamento Esportivo, que passou de 617 atletas em 2009 para 1344 em 2013.

Conquistas importantes

Cumprindo a missão de colaborar com o esporte nacional, não faltaram conquistas e participações de atletas do Sesi-SP em seleções brasileiras.

Uma das vitórias mais importantes foi de Verônica Hipólito, do Atletismo Paralímpico. Aos 17 anos de idade, ela foi para o primeiro Mundial, em Lyon, na França, e trouxe duas medalhas: ouro nos 200m, tornando-se recordista da prova e prata nos 100m.

A atleta teve outras conquistas importantes durante o ano, o que rendeu a ela o prêmio de Atleta Revelação dado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CBP).

No vôlei, o Sesi-SP foi a instituição que mais cedeu atletas para a seleção brasileira. Craques como Lucão, Lucarelli, Renan, Evandro e Sidão no masculino, e Fabiana, Suellen e Pri Daroit no feminino contribuíram para conquistas da seleção e também do Sesi-SP. Além disso, o Sesi-SP contribuiu com a seleção de novos destaques no vôlei masculino, composta com jogadores de até 24 anos, com as convocação de Ari, Lucarelli, Battagin, Aracaju e Thiaguinho.

As meninas foram bicampeãs da Copa São Paulo e vices no Paulista, enquanto os homens venceram o Campeonato Paulista, conquistando o tetracampeonato para o Sesi-SP.

O pólo aquático do Sesi-SP ganhou dois títulos inéditos: campeão paulista  e vice-campeão da Liga Nacional. O esporte terminou o ano em primeiro lugar no ranking masculino da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

Na natação, três atletas tiveram resultados excelentes em competições internacionais. Thiago Pereira ganhou duas medalhas de bronze no Mundial de Barcelona, o melhor resultado na sua carreira. Na mesma competição, Etiene Medeiros obteve uma marca história para a natação brasileira, com o 4º lugar nos 50m costas.

Ainda no Mundial, Ana Marcela Cunha fez bonito na maratona aquática e ganhou medalha de bronze nos 5km e prata nos 10km. Além disso, a nadadora integrou a equipe bicampeã brasileira de maratona aquática.

O esporte paralímpico do Sesi-SP também obteve títulos expressivos em 2013. A equipe feminina de voleibol sentado sagrou-se pentacampeã paulista e brasileira. Na bocha, o Sesi-SP foi tetracampeão paulista, tricampeão brasileiro e tricampeão no regional sudeste.

A equipe de golbol conquistou o campeonato brasileiro da modalidade. Os resultados colocam o Sesi-SP como uma das instituições que mais contribuiu com o esporte paralímpico nacional.

Educação pelo esporte

O programa de formação esportiva gratuito de inclusão social Atleta do Futuro chegou a 173 municípios, 73.959 alunos (já inclusos 20 mil alunos da rede escolar SESI-SP) e 147 empresas madrinhas. A prática esportiva também foi estimulada para todos os alunos da rede escolar do Sesi-SP por meio dos Jogos Estudantis do Sesi-SP, realizados ao longo de 2013, atendendo 97 mil alunos de 6 a 17 anos.

Na área educativa, o Sesi-SP realizou outras ações importantes como a implantação de quatro aulas de educação física em toda a rede Sesi-SP para alunos do 1º ao 5º ano, algo inédito nas redes de ensino brasileiras, atendendo 38.368 alunos

Para a difusão de conhecimento, o Departamento de Esportes produziu publicações, como o Caderno de treinamento esportivo, feito com depoimentos de todos os técnicos e preparadores das equipes de competição, a Proposta Curricular da Educação Física, a Metodologia Sesi-SP de Dança, os Cadernos Didáticos do PAF e o lançamento mais recente, Caderno do Paradesporto.

Ainda como forma de divulgar o esporte, foram produzidas em 2013 as exposições “Olhar a toda a prova” e “Jogos Olímpicos”, que ficaram expostas no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, de maio a junho. Depois, tornaram-se exposições itinerantes, passando por várias unidades do Sesi-SP.

Em junho, o Departamento de Esportes inaugurou, no Centro de Atividades de Votorantim, o Circuito Educativo Dinossauros do Brasil. Em pouco tempo, o projeto tornou-se um sucesso de público, recebendo mais de 5 mil visitantes.

Paulo Skaf na inauguração do Circuito Educativo Dinossauros do Brasil, em Votorantim. Foto: Julia Moraes/Fiesp

Paulo Skaf na abertura do Circuito Educativo Dinossauros do Brasil, em Votorantim. Foto: Julia Moraes/Fiesp


Centro de Referência em Ciência do Esporte

Em 2013, foi criado o Centro de Referência em Ciências do Esporte, localizado no Sesi Vila Leopoldina, na capital paulista. Ele conta com uma experiente equipe multidisciplinar com médicos, fisioterapeutas,  nutricionistas, psicólogas, terapeutas ocupacionais além de profissionais de educação física que atuam como técnicos e preparadores físicos.

O Centro atua em três pilares principais: atendimento aos atletas, estudo e pesquisa, parceria e inovação, onde a Unifesp/Departamento de Biofísica, se tornou a primeira parceira em um convênio de cooperação técnica.


Sesi-SP inaugura escola e lança modalidade esportiva em Presidente Prudente; Skaf anuncia campo de futebol e pista de atletismo

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp, de Presidente Prudente

O dia começou agitado para os alunos João Vitor Corazza Santos e Isabella Cristina Marques. Ambos têm 15 anos e cursam o primeiro ano do ensino médio da escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) em Presidente Prudente, no interior paulista. Sem esconder a ansiedade, aguardavam pela cerimônia de inauguração da unidade, realizada na manhã desta sexta-feira (13/09), com a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220623

Escola tem capacidade para 843 estudantes. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


“Estudando aqui eu sei que tenho o futuro encaminhado”, disse João Vitor. “O Sesi-SP nos ajuda nos estudos e na nossa formação como pessoas”. Ao lado dele, Isabella tinha opinião parecida. “O clima é muito bom e os professores são nossos amigos.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220623

Paulo Skaf: “O mais importante é que milhares de crianças vão passar por aqui, adquirir conhecimento por décadas". Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf lembrou que toda semana inaugura uma ou duas escolas nos mesmos moldes da unidade de Presidente Prudente. “A gente consegue fazer as coisas porque tem o apoio da indústria de São Paulo”, disse. “Há nove anos todas as nossas votações são unânimes. Existe união e a gente deixa de lado as coisas pequenas em nome de um objetivo maior”, afirmou.

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP lembrou de iniciativas da indústria paulista como a luta pelo fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), e as campanhas pela redução de impostos da cesta básica e da conta de luz. “É muito gratificante trabalhar para as pessoas”, disse.

Sobre a unidade de Presidente Prudente, ele elogiou o espaço e disse que o terreno ao lado, hoje sem uso, receberá um campo de futebol com grama sintética e uma pista de atletismo em volta. “Então, está resolvido, vamos fazer e inaugurar em março”, anunciou.

Hora de jogar badminton

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220623

Badminton já está fazendo o maior sucesso na escola, disse aluno do 6º ano. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Skaf recebeu ainda o time de basquete juvenil do Sesi-SP de Franca. E lançou uma nova modalidade dentro do Programa Atleta do Futuro (PAF), o badminton – um  jogo de raquete com peteca, que tem alguma semelhança com tênis. A ideia é ampliar as oportunidades de formação esportiva e revelar novos talentos. Na ocasião, foi feita uma apresentação curta do esporte para o presidente da Fiesp e do Sesi-SP. “Nas próximas Olimpíadas vamos colocar 50 atletas formados pela indústria de São Paulo para representar o Brasil”, explicou.

Um dos participantes do PAF na nova modalidade na escola, o estudante Thiago Barros Torres, de 11 anos, do 6º ano, disse que o jogo é um “exercício de coordenação motora e reflexão”. “O badminton já está fazendo o maior sucesso na escola”, explicou.

As aulas de badminton são gratuitas e voltadas a crianças e adolescentes da rede e da comunidade em geral. Os participantes devem ter entre 6 e 17 anos. Especificamente para a modalidade, as aulas, oficinas e eventos serão realizados nas escolas do Sesi-SP de Presidente Prudente.

Atualmente, o PAF promove 27 modalidades esportivas, sendo 20 olímpicas. E envolve cerca de 70 mil alunos distribuídos em 106 municípios do estado. Em Presidente Prudente e região são atendidos 15 mil estudantes, em 28 municípios, com a parceria de 29 empresas.

Cuidado com a educação

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220623

Walter Vicioni destacou o padrão de qualidade da rede de ensino do Sesi-SP. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Presente à cerimônia de inauguração, Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), disse que se emocionou na cerimônia de inauguração ao ouvir a música “Cuida de Mim”, de Angélica, cantada pelos estudantes para receber Skaf. “Isso é o que o Sesi-SP tem feito”, afirmou.  “O futuro não está escrito, é filho do sonho e motivado pela necessidade e pelo desejo. Acreditar no impossível e querer acima de tudo”, destacou.

Segundo ele, o padrão de qualidade encontrado na rede também está ligado ao estilo de liderança do presidente da instituição. “Paulo Skaf mantém acesa a chama e o desejo de construir um Brasil melhor”, disse. “Essa escola é mais um fruto da diligência e da perseverança dele”, explicou. “Vamos formar aqui novos construtores na nação brasileira”.

Já o prefeito da cidade, Milton Carlos de Mello, disse que as comemorações do aniversário do município, em 14 de setembro, “começaram da melhor maneira possível, com a inauguração de uma escola”. Ele lembrou que Presidente Prudente ocupa a 25ª posição no ranking nacional do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “Hoje, o Sesi-SP oferece mais salas e mais equipamentos para quem estuda”, afirmou. “Paulo Skaf acredita no desenvolvimento da nossa cidade.”

Ensino em tempo integral 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220623

Alunos fazem apresentação na visita de Paulo Skaf. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Para a administradora da unidade, Rosimeire Vargas Lucheta, trabalhar na escola da rede em Presidente Prudente é motivo de orgulho e reconhecimento. “O que eu aprendi trabalhando no Sesi-SP eu não teria aprendido em lugar nenhum”, diz. “Todo dia é um aprendizado novo”, explicou.

A unidade do Sesi-SP em Presidente Prudente fica na rua Alfa Boscoli, s/nº, no bairro Jardim Vila Real. E é mais uma iniciativa no sentido de consolidar o modelo educacional da instituição, sempre com o objetivo de fazer do ensino um aliado do desenvolvimento econômico e social. Até 2014, a meta é construir 70 escolas no estado, das quais 50 do Sesi-SP e 20 do Senai-SP.

O local foi projetado com 16 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, dois laboratórios de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de artes cênicas, uma sala de música, uma sala de treinamento, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

A unidade oferece ensino fundamental em tempo integral, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 843 estudantes, 515 serão atendidos no ensino fundamental, sendo 417 matriculados em período integral. A escola também oferecerá ensino médio para 128 alunos e Educação de Jovens e Adultos (EJA) para 200.

“O mais importante é que milhares de crianças vão passar por aqui, adquirir conhecimento por décadas”, disse Skaf. “Não adiantaria nada termos escolas bonitas e vontade de investir em educação se nós não tivéssemos os atores principais que são os educadores, para os quais peço aplausos.”

Novas escolas

Neste ano, já foram inauguradas 16 unidades do Sesi nos municípios de Presidente Epitácio, Mococa, Tambaú, Guararapes, Votuporanga, Vinhedo, Americana, Bragança Paulista, Pirassununga, Descalvado, Jacareí, Avaré, Sumaré, Porto Ferreira, Jardinópolis, Lençóis Paulista e duas do Senai-SP, respectivamente, em Ourinhos e Pompeia.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem. A escola foi construída em terreno com 32,4 mil m².

Sesi-SP inaugura escola em Presidente Prudente nesta sexta-feira (13/09)

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, inaugura, nesta sexta-feira (13/09), em Presidente Prudente, no interior paulista, às 9h, a nova escola do Sesi-SP no município. A unidade, que fica na rua Alfa Boscoli, s/nº, no bairro Jardim Vila Real, é mais uma iniciativa no sentido de consolidar o modelo educacional da instituição, sempre com o objetivo de fazer do ensino um aliado do desenvolvimento econômico e social. Até 2014, a meta é construir 70 escolas no estado, das quais 50 do Sesi-SP e 20 do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP).

E tem mais: além da inauguração da escola, a sexta-feira vai ser de lançamento de uma nova modalidade dentro do Programa Atleta do Futuro (PAF), o badminton. A ideia é ampliar as oportunidades de formação esportiva e revelar novos talentos.

Outra atividade programada para o dia é a inauguração de uma quadra poliesportiva na Escola Sesi Carlos Arruda Garms, na cidade de Paraguaçu Paulista. O espaço vai homenagear o atleta Orlando Theodoro da Silva, conhecido como Orlandinho. Ex-jogador de tênis pelo Paraguaçu Tênis Clube, Orlandinho foi campeão por dezessete vezes consecutivas dos Jogos Regionais. E agora será o patrono do espaço dedicado ao esporte na unidade.

Ensino em tempo integral

A nova unidade do Sesi-SP na cidade foi projetada com 16 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, dois laboratórios de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de artes cênicas, uma sala de música, uma sala de treinamento, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

A unidade oferece ensino fundamental em tempo integral, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 843 estudantes, 515 serão atendidos no ensino fundamental, sendo 417 matriculados em período integral. A escola também oferecerá ensino médio para 128 alunos e Educação de Jovens e Adultos (EJA) para 200.

Neste ano, já foram inauguradas 16 unidades do Sesi nos municípios de Presidente Epitácio, Mococa, Tambaú, Guararapes, Votuporanga, Vinhedo, Americana, Bragança Paulista, Pirassununga, Descalvado, Jacareí, Avaré, Sumaré, Porto Ferreira, Jardinópolis, Lençóis Paulista e duas do Senai-SP, respectivamente, em Ourinhos e Pompéia.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem. A escola foi construída em terreno com 32,4 mil m².

Badminton

As aulas de badminton são gratuitas e voltadas a crianças e adolescentes da rede e da comunidade em geral. Os participantes devem ter entre 6 e 17 anos. Especificamente para a modalidade, as aulas, oficinas e eventos serão realizados nas escolas do Sesi-SP de Presidente Prudente.

Atualmente, o Programa Atleta do Futuro promove 27 modalidades esportivas, sendo 20 olímpicas. E envolve cerca de 70 mil alunos distribuídos em 106 municípios do estado. Em Presidente Prudente e região são atendidos 15 mil estudantes, em 28 municípios, com a parceria de 29 empresas.

Homenagem em Paraguaçu Paulista

Patrono da quadra esportiva da Escola Sesi Carlos Arruda Garms, em Paraguaçu Paulista, Orlando Theodoro da Silva, o Orlandinho, tem hoje 86 anos e, em sua carreira, também jogou futebol no antigo Clube Primeiro de Maio e basquete, nos anos 40, modalidade que defendeu em competições amistosas e oficiais. A escola fica na Rua Prefeito José Deliberador, 300 no bairro de Vila Athaide. A homenagem está programada para as 15h.

Entretanto, foi como tenista que alcançou seu maior reconhecimento, promovendo nacionalmente o nome do Paraguaçu Tênis Clube e da cidade ao conquistar, por dezessete vezes consecutivas, o título de campeão dos Jogos Regionais.

Hoje, atua em conselhos ou diretorias de entidades e clubes locais. Foi por mais de trinta anos membro do Conselho Deliberativo do Paraguaçu Tênis Clube, participando muitas vezes de sua Diretoria Administrativa.

No campo pessoal, casou-se com D. Maria de Lourdes Cunha Silva. Teve três filhos: Flávia, Flávio e Nanci; e é avô de Vivien, Rodrigo Augusto e Heloisa.