Fiesp e Firjan formam 3ª turma do MBA em Gestão Empreendedora para a educação

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

O Teatro do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), o Teatro do Sesi-SP, recebeu na tarde desta terça-feira (18/11) a cerimônia de formatura de 200 gestores escolares de São Paulo e do Rio de Janeiro no curso de MBA em Gestão Empreendedora.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540111902

Walter Vicioni: “Precisamos de uma nova escola pública de qualidade, de referência. Para isso, precisamos atuar em três eixos: reconhecimento do professor, educação integral com qualidade, não apenas segurar as crianças na escola, e a autonomia da gestão da escola”. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


Oferecido gratuitamente, o MBA é resultado de uma parceria das Federações das Indústrias dos Estados de São Paulo (Fiesp) e do Rio de Janeiro (Firjan), do Sesi-SP, e das secretarias de educação dos dois estados. O objetivo é o de aumentar a qualidade da educação pública. A parceria vai até 2017 e tem a meta de capacitar 3.200 profissionais de educação. O curso tem 18 meses de duração.

O diretor da divisão de Educação e Cultura do Sesi-SP, Fernando Carvalho, deu as boas-vindas aos alunos e entregou a placa de homenagem ao professor Ricardo Drummond. Em seguida, o diretor da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da Universidade Federal Fluminense (UFF), Fernando Augusto Lagoeiro de Oliveira, também parabenizou os formandos.

Em nome dos alunos, o orador Nivaldo Menegatti agradeceu pela oportunidade. “Estou muito honrado por fazer parte dessa turma e agradeço ao Sesi-SP por tudo que tem nos proporcionado”, afirmou o gestor, que elogiou o conteúdo e os colegas de curso.

O superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, entregou os prêmios aos alunos que se destacaram por mérito acadêmico: Elisabeth Pecegueiro de Souza, da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, e Margareth de Cassia Magalhães, do Sesi-SP.

“Precisamos de uma nova escola pública de qualidade, de referência. Para isso, precisamos atuar em três eixos: reconhecimento do professor, educação integral com qualidade, não apenas segurar as crianças na escola, e a autonomia da gestão da escola”, afirmou Vicioni.

“O desafio é transformar nossas escolas em únicas e eu espero que o MBA posso ajudar nisso.”


Desafios aos diretores

Como parte da comemoração, os formandos tiveram a oportunidade de ver a palestra “Gestão pedagógica da escola ou a qualidade da gestão: desafios e possibilidades”, com o professor Erisevelton Silva Lima, especialista em administração educacional.

Para ele, a esperança é uma das características fundamentais do educador. “Temos o dever de não deixar que nenhuma outra instituição tome a frente da escola no papel de educar”, alertou. “A educação é a área de quem acredita que ainda tem jeito, que é possível transformar, que não se entrega diante das dificuldades, que olha os problemas e entende que são desafios.”

Ele também elogiou os alunos do MBA, reforçando que é essencial estar sempre disposto a aprender. “Quando a gente para de estudar, a gente se torna cruel, porque esquece o quanto é difícil aprender.”

Formandos

O conteúdo e formato do MBA foi aprovado pelos alunos. “O curso foi fantástico! Está acrescentando muito no dia a dia da escola, estamos colocando muita coisa em prática. Além do conteúdo, houve uma troca de experiência com outras escolas e outros profissionais”, disse Zilda Borba Cambiatti, da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo.

Denise Kelly Alves, do Sesi-SP de Mauá, o MBA foi enriquecedor. “Foi possível fazer a ponte entre teoria e prática, dentro das nossas unidades. Foi muito enriquecedor vivenciar a prática com base no que aprendemos.”

Uma das premiadas por mérito acadêmico, Margareth de Cassia Magalhães, do Sesi-SP de Cubatão, ressaltou a aplicabilidade do conteúdo. “Foi uma experiência maravilhosa. O curso dá uma dimensão exata do que a gente enfrenta na escola, como gestor, e mostra as possibilidades para melhorar nosso trabalho”, afirmou. “Faz a gente conhecer o potencial da nossa equipe e evoluir, chegando até o aluno, que é nosso maior objetivo.”