Em evento marcado pela emoção, Sesi-SP lança projeto educacional Teatro Musical

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Em um evento repleto de momentos de emoção, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) lançaram nessa segunda-feira (20/05), Projeto Educacional em Teatro Musical.

Por meio de oficina de vivências, curso de formação de atores e a produção do espetáculo “A Madrinha Embriagada”, a iniciativa visa formar profissionais e o público para o teatro musical brasileiro.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542667487

Atriz Stella Miranda, entre outros integrantes do elenco de 'A Madrinha Embriagada', cumprimenta Paulo Skaf. Ao fundo, nas poltronas, Walter Vicioni e maestro João Carlos Martins. Foto: Everton Amaro.

“Nós temos [no Sesi-SP e no Senai-SP] um trabalho muito forte na educação. E na nossa visão, além da sala de aula e dos laboratórios, a educação está nas quadras de esportes, nas atividades culturais, no teatro, na dança… A gente vem estimulando bastante  esses projetos que, na nossa visão, são bons para o Brasil, para as pessoas, para a formação, para  a educação, para o entretenimento, para a alegria, para a emoção. O teatro musical é um importante projeto: um educacional; o outro, uma grande estreia para o mês de agosto”, explicou o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf.

“A produção do espetáculo ‘A Madrinha Embriagada’ é uma oportunidade de todo mundo assistir sem pagar nada”, acrescentou Skaf.

>> Saiba mais sobre o projeto educacional do Sesi-SP em teatro musical
>> ‘Educação é única forma de dar oportunidade a todos’, afirma Skaf na solenidade
>> Elenco de ‘A Madrinha Embriagada’ tem grandes nomes do teatro musical brasileiro
>> Artistas aprovam a criação do programa Teatro Musical
>> Iniciativa atrai estudantes e profissionais da área artística
>> Estado de S.Paulo destaca projeto do Sesi-SP em teatro musical

 
A cerimônia

Com os atores Saulo Vasconcelos e Sara Sarres como mestres de cerimônia, o evento aconteceu no Teatro do Sesi-SP.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542667487

O ator e produtor Cleto Baccic, durante o lançamento do Projeto Sesi-SP em Teatro Musical. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Um dos idealizadores do projeto, o ator e produtor Cleto Baccic, emocionou a plateia ao afirmar, sem esconder as lágrimas, que o lançamento representa a realização de um sonho.

“Sonhar é elevar o intelecto humano e agir pelo bem das pessoas. O sonho que hoje compartilho com vocês é um ato de amor ao teatro brasileiro e uma ação de responsabilidade social”, disse Baccic.

Ele destacou que a parceria com o Sesi-SP, para ele, é “o exemplo maior da excelência na educação e promoção de inclusão social”.

“Com felicidade, fomos acolhidos aqui. E somos muito gratos”, disse ele.

Com a equipe de coordenação do projeto, o ator presenteou Paulo Skaf com uma caneta. “O senhor é o grande responsável pela realização desse sonho, com a sua visão do novo, à frente do seu tempo. Que a caneta seja o instrumento de muitos atos ainda, pela educação do povo, pela cultura brasileira, por São Paulo e pelo Brasil”, finalizou Baccic.

Coube a ele explicar o funcionamento do projeto, que será composto por três eixos principais: as oficinas de vivência em Teatro Musical, que começam em agosto, no Sesi Vila Leopoldina e será implantado em outras unidades de ensino por todo Estado; o curso de formação de atores, que começa em março do ano que vem e tem duração de três anos; e a montagem do musical “A Madrinha Embriagada”, que fica 11 meses em temporada no Teatro do Sesi-SP, com entrada gratuita.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542667487

Falabella diz que projeto do Sesi-SP 'abre a porta do sonho'. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Falabella: ‘projeto do Sesi é de grandeza ímpar’

A adaptação e direção do espetáculo serão de Miguel Falabella, que também se emocionou ao contar sua experiência com o teatro musical. “Minha avó adorava teatro, mas éramos 15 primos e ela não podia levar todos, claro. Por isso havia uma tradição na família que, no dia do aniversário, o presente era ir ao teatro”, lembra. “Em 1966, eu, com nove anos, fui ao teatro João Caetano, no Rio de Janeiro, ver a Bibi Ferreira, fazendo ‘Alô Dolly’. E eu saí de lá um menino transformado, uma outra pessoa.”

Para ele, a criação do projeto do Teatro Musical é de uma grandeza ímpar. “É a realização máxima de poder abrir a porta do sonho e da possibilidade para meninos como eu fui um dia. Tenho certeza que vários meninos vão sentar aqui na temporada de ‘A Madrinha Embriagada’ e sair transformados.”

Na sequência, Falabella apresentou o elenco do espetáculo, que inclui nomes como Paula Capovilla, Stella Miranda, Fred Reuter e Kiara Sasso. Juntos, eles cantaram, em primeira mão, uma das músicas de “A Madrinha Embriagada” e foram aplaudidos de pé pelo público.