Ataque de vândalos ao prédio da Fiesp leva à suspensão da exposição “Tesouros Paulistas”

Agência Indusnet Fiesp

A exposição “Tesouros Paulistas”, aberta na última terça-feira (13), na Galeria de Arte do Sesi-SP, que recebe milhares de pessoas por ano para exposições gratuitas, permanecerá fechada a pedido da Curadoria do Acervo do Governo do Estado de São Paulo, que considerou o espaço vulnerável após os ataques de vândalos na noite de terça-feira, quando o prédio da Fiesp foi invadido e depredado.

O ato colocou em risco mais de 300 obras e, em especial, duas de valor inestimável: Ventania, de Anita Malfatti e Operários, de Tarsila do Amaral, que estavam expostas na parede que dá de frente para a avenida Paulista e que era protegida por mais de 26 metros de vidros, estilhaçados por ataques de rojões e esferas de metal arremessadas por vândalos.

O Centro Cultural Fiesp também cancelou a programação do Fiesp/Sesi Domingo na Paulista deste final de semana, que teria como atrações o Coral Jovem da Igreja Adventista de Vila Maria e a Banda Paralela, por questões de segurança e por ter tido palco, microfones, pedestais de microfones, banco de bateria destruídos.

A Fiesp continua trabalhando para que seus espaços culturais voltem à normalidade o mais rapidamente possível para atender, como sempre, à população com programação gratuita e de qualidade.