Entenda a nova versão do Certificado de Origem On-line com assinatura digital

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp


Imagem relacionada a matéria - Id: 1544701360

Soler: nova versão do certificado de origem é mais ágil, prático e seguro. Foto: Julia Moraes

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) lançou nesta segunda-feira (22/10) a versão atualizada do “Certificado de Origem On-line”, agora com assinatura digital, ferramenta que facilita o processo de exportação e garante o cumprimento das regras de acordos comerciais internacionais.

Para exportar seus produtos, o empresário precisa atender a uma série de formalidades impostas por órgãos do governo, entre elas o “Certificado de Origem”, documento que dá ao exportador tratamento preferencial em mercados estrangeiros com os quais o Brasil possui acordo de comércio.

A Fiesp já disponibilizava uma versão eletrônica do Certificado de Origem, mas sem a assinatura digital. Com a nova versão, o uso de papel diminui ainda mais. A federação também simplificou um documento chamado “Declaração de Produto”.

“Apenas uma ‘Declaração por Produto’, o sistema faz a correlação da classificação. O sistema informa todas as ‘Regras de Origem’ para todos os ‘Acordos Comerciais’ do produto exportado”, explica Francisco Gimenez Soler, coordenador de Serviços de Comércio Exterior.

O “Certificado de Origem” da Fiesp é reconhecido em todos os países membros da Associação Latino-Americana de Integração (Aladi) e é a instituição que mais emite o documento na América Latina, com cerca de 240 mil processos por ano, o equivalente a 49% de toda a emissão feita no país.

Segundo Soler, a nova versão do Certificado de Origem Online com Assinatura Digital “está mais ágil, prático e seguro, com muitos campos, como cálculos e preenchimento, automatizados.”