Centro Cultural Fiesp traz exposição com 124 obras de arte abstrata latino-americana

Agência Indusnet Fiesp

O Centro Cultural Fiesp recebe uma das mostras mais abrangentes e representativas da arte abstrata da América Latina. A exposição Construções Sensíveis: a experiência geométrica latino-americana na coleção Ella Fontanals-Cisneros, na Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp, gerenciada pelo Sesi-SP, traz 124 obras de 63 artistas, de sete países da América Latina. O presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, participou da abertura da exposição nesta quarta-feira (5 de abril).

Montada pelos curadores Rodolfo de Athayde e Ania Rodríguez, a partir da coleção Ella Fontanals-Cisneros, a mostra, que fica em cartaz até 18 de junho, engloba desde pintura, desenho ou obras sobre papel, até esculturas, objetos, fotografias e vídeos. A entrada é gratuita.

“A exposição traz ao Brasil um recorte da abstração no nosso continente. Junto ao importante legado do concretismo e neoconcretismo brasileiros, são apresentadas as poéticas abstratas que prosperaram em outros países a partir dos anos de 1930”, explica Ania. Vários dos nomes representados na mostra têm reconhecimento internacional e muitos influenciaram e foram influenciados por latino-americanos que encontraram em Paris ou Nova York, pontos comuns de contato, intercâmbio e informação na época.

Essa rara oportunidade de conhecer num único evento tantos e tão instigantes autores e obras só foi possível porque Ella Fontanals-Cisneros construiu, a partir de 1970, uma coleção de arte abstrata geométrica e concreta, que já reúne mais de 2.600 obras, produzidas entre 1920 e 1982.

Com a instalação, em 2002, da Fundação de Arte Cisneros-Fontanals, criaram-se condições para apoiar artistas latino-americanos tanto em suas produções quanto na realização de exposições e promoção de arte e cultura.

A colecionadora, nascida em Cuba e criada na Venezuela, faz questão que o público tenha acesso ao que ela conseguiu reunir. “No meu caso, a motivação fundamental é aprender; a abstração me interessa e por isso continuo adquirindo obras, mas simultaneamente me agradam outras coisas e quero aprender mais sobre o conceitual”, comenta Ella Fontanals-Cisneros, que compareceu à abertura da exposição. Nela o público poderá apreciar o diálogo entre os artistas e grupos formados em países como Brasil, Argentina, Uruguai, Cuba, Venezuela, Colômbia e México, potencializado pela exposição.

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, na abertura da exposição. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp, na abertura da exposição. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Desde a sua fundação, a fundação já doou mais de US$ 1 milhão para mais de 120 artistas da América Latina, para ajudar na criação e exibição de novos trabalhos. E organizou exibições da coleção de Ella Fontanals-Cisneros em várias instituições, de diversos países. Esse ambiente de estímulo aos criadores e apreço pela arte, desenvolvido pela presidente da Fundação de Arte Cisneros-Fontanals encontrou, nos curadores a parceria adequada para desenvolver o projeto da exposição brasileira.

Ania destaca que Construções Sensíveis “é uma exposição pensada especialmente para o Brasil, e presta uma sutil homenagem à mostra Arte Agora III, América Latina: Geometria sensível, que em 1978 ocupou o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e foi destruída por um incêndio. Muitos dos artistas apresentados naquela histórica ocasião estão presentes aqui, como representação das tendências pioneiras na região, agora junto a artistas contemporâneos que apontam para os rumos da abstração hoje”.

Os abstratos brasileiros estão bem representados, com os Bichos e Tteia de Lygia Clark, o Metaesquema de Hélio Oiticica e as fotografias de Thomaz Farkas e Geraldo de Barros, dentre outras obras relevantes.

Os países representados
Abaixo alguns dos autores com obras na exposição:

Argentina: Gyula Kosice, Enio Iommi, Gregorio Vardanega, Martha Boto e Julio Le Parc

Brasil: Lygia Clark, Hélio Oiticica, Mira Schendel, Geraldo de Barros e Thomaz Farkas

Colômbia: Edgar Negret, Leo Matiz, Eduardo Ramírez Villamizar e Feliza Bursztyn

Cuba: Sandu Darie, Loló (Dolores) Soldevilla, José Mijares, Roberto Diago e Carmen Herrera

México: Mathias Goeritz e Gunther Gerzso

Uruguai: Joaquín Torres García, Héctor Ragni, Antonio Llorens, Maria Freire e Marco Maggi

Venezuela: Alejandro Otero, Jesús Rafael Soto, Elsa Gramcko, Gego e Magdalena Fernández

 

Para aquela parcela do público que ainda não está habituado às obras abstratas e sinta alguma dificuldade em “entender” propostas não figurativas, talvez seja útil uma frase de Ella Fontanals-Cisneros: “Penso que a arte abstrata é algo sofisticado, cujo gosto e apreciação se vai adquirindo com o tempo”. A exposição Construções Sensíveis é uma excelente oportunidade para aprimorar essa sensibilidade.

Visitas educativas
Um marco sempre presente nas atividades do Sesi-SP, responsável pela gestão da programação do Centro Cultural Fiesp, é o trabalho educativo, que potencializa ainda mais a experiência do público ao entrar em contato com as artes e a cultura, em alguns casos, pela primeira vez.

Pensando na democratização do acesso às manifestações artísticas e culturais em suas várias formas de expressão, o Sesi-SP disponibiliza o serviço de visitas mediadas voltadas tanto para grupos escolares, quanto sociais, sem nenhum custo. O agendamento pode ser feito pelo telefone (55 11) 3146-7439, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h30, ou pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi.

Serviço:
Exposição Construções Sensíveis
:A experiência geométrica latino-americana na coleção Ella Fontanals-Cisneros
Período: de 6 de abril a 18 de junho de 2017
Horários: diariamente, das 10h às 20h (entrada permitida até 19h40)
Local: Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp | Avenida Paulista, 1.313 (em frente à estação Trianon-Masp do Metrô) – São Paulo, SP
Curadoria: Rodolfo de Athayde e Ania Rodríguez
Realização: Sesi-SP
Visitas educativas: agendamentos escolares e de grupos pelo telefone (55 11 3146-7439).
GRÁTIS. Mais informações no site www.centroculturalfiesp.com.br