Fiesp quer promover Rodada de Negócios entre Mercosul e União Europeia

Katya Manira, Agência Indusnet Fiesp

Paulo Skaf (à esq.) recebe na Fiesp o vice-presidente da Comissão Europeia. Foto: Junior Ruiz

Interessado em garantir que os setores de atividade da Europa saiam da atual crise econômica mais fortes e competitivos, o vice-presidente da Comissão Europeia, Antônio Tajani, esteve na manhã desta sexta-feira (16), na Fiesp, em busca de mercado e de cooperação para a internacionalização de empresas do velho continente.

Recebido pelo presidente da Fiesp, Paulo Skaf, Tajani afirmou que é muito importante trabalhar em conjunto com os empresários brasileiros, principalmente os paulistas, já que o estado de São Paulo é a região mais forte em termos econômicos e empresariais.

“Viemos porque estamos lutando contra a crise na Europa e acredito que podemos vencê-la se trabalharmos a favor da economia real, que são as indústrias e as pequenas e médias empresas”, falou. “Temos outros mercados pelo mundo, como o chinês, o russo e o africano, mas neste momento o mais importante é a América Latina e, consequentemente, o Brasil.”

Para Paulo Skaf, o interesse dos europeus pelo mercado consumidor brasileiro não gera conflitos com a indústria nacional. “Eles possuem 500 milhões de habitantes com poder aquisitivo maior que o nosso. Então, se eles querem o nosso mercado, certamente também queremos o deles.”

Relações comerciais

O presidente da Fiesp lembrou que, embora as relações comerciais entre o Brasil e a União Europeia não sejam novas, o fluxo de comércio é muito baixo, cerca de 1%. “O fluxo comercial europeu, isto é, tudo que eles importam e exportam, gira em torno de US$ 8 trilhões. Já o nosso fluxo [Brasil-União Europeia] é de US$ 80 bilhões. Ou seja, temos muito o que crescer nessa balança”, declarou.

Skaf também pontuou que o país possui oportunidades no setor habitacional, agronegócio e petróleo e gás e que é possível estender a aproximação do bloco europeu com o Brasil para outros países latinos.

“Podemos fazer uma rodada de negócios entre União Europeia e Mercosul”, sugeriu. “Já fizemos isso com a Itália, promovemos cerca de 1300 reuniões e encontros, e o volume de negociação foi muito grande.”

Segundo o líder empresarial esta seria uma das maneiras mais eficientes de garantir o fortalecimento dos laços comerciais entre os dois blocos econômicos.

Fiesp recebe vice-presidente da Comissão Europeia nesta 6ª feira, 16

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, recebe na manhã desta sexta-feira (16) o vice-presidente da Comissão Europeia, Antonio Tajani. No encontro, serão tratados temas como o desenvolvimento das pequenas e médias empresas e a cooperação econômica e comercial entre o Brasil e países da Europa.

Tajani é reconhecido por sua iniciativa em implementar uma nova cultura de empreendedorismo e inovação, de forma a criar um ambiente no qual os cidadãos não tenham receio de lançar novos projetos empresariais.

A delegação que acompanha o vice-presidente é composta por 22 empresas europeias, entidades representativas e de setores industriais e associações empresariais de quinze nacionalidades diferentes.