Bachiana Filarmônica Sesi-SP faz concerto na Catedral da Sé para comemorar aniversário de São Paulo

Raisa Scandovieri e Emanuel Galdino da Costa, Agência Indusnet Fiesp

Para comemorar os 462 anos da cidade de São Paulo, em 25 de janeiro, o Sesi-SP presenteará no mesmo dia a capital paulista com uma apresentação especial gratuita da orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-SP, sob regência do maestro João Carlos Martins. O concerto será realizado na Catedral da Sé, símbolo histórico localizado no marco zero da cidade.

A apresentação será às 10h30, após missa solene celebrada pelo arcebispo Dom Odilo Scherer. A catedral, que comporta 900 pessoas, estará de portas abertas para receber a comunidade interessada em festejar a importante data e prestigiar o trabalho de um dos principais expoentes da música erudita no Brasil. Não será necessário realizar reservas ou retirar ingressos no local.

No repertório da Bachiana estarão composições clássicas de Beethoven, Bach e Mozart, além de sua versão de Trem das Onze, canção de Adoniran Barbosa que se tornou hino da maior metrópole do Brasil, como forma de homenagear a cidade de São Paulo.

 

O maestro João Carlos Martins à frente da Bachiana Filarmônica Sesi-SP. Foto: Fernando Mucci/Platinum - divulgação

 

Sobre a Bachiana Filarmônica Sesi-SP

Uma das maiores orquestras de iniciativa privada no Brasil, mantida pelo Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) desde 2010, tem como missão a educação musical e a inclusão cultural por meio da difusão da música erudita para todos os públicos, sob a direção artística e regência de João Carlos Martins.

Reconhecido internacionalmente, o maestro representa relevante apoio à música erudita e ao desenvolvimento dos integrantes da orquestra, contribuindo para a formação de talentos e abrindo múltiplas oportunidades profissionais ao integrar jovens músicos a experientes instrumentistas de diversas idades.

O termo Bachiana remete à riqueza musical do Brasil, em homenagem ao imortal maestro e compositor Heitor Villa-Lobos, autor das célebres Bachianas Brasileiras, e a Johann Sebastian Bach. A parceria com o Sesi-SP democratiza o acesso à música erudita com alta qualidade técnica e artística, levando a orquestra às periferias das grandes cidades e do interior.

João Carlos Martins

Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach, o maestro João Carlos Martins atingiu um patamar raramente alcançado por outros músicos brasileiros no século XX. Um dos pontos altos de sua carreira foi a gravação da obra completa para teclado deste gênio da música. Logo após, devido a problemas físicos, teve que abandonar a carreira de pianista, canalizando sua paixão pela música para a regência. Após mais de 60 anos de carreira, ainda hoje emociona o público quando volta ao piano em participações especiais.

 

Serviço:

Concerto especial da Bachiana Filarmônica Sesi-SP pelo aniversário da cidade de São Paulo – regência do maestro João Carlos Martins

Local: Catedral Metropolitana de São Paulo

Endereço: Praça da Sé, s/n – Centro

Data e horário: 25 de janeiro de 2016 (segunda), às 10h30

Capacidade: 900 lugares

Informações: (11) 3107-6832 / 7244

Duração: 75 minutos

Classificação indicativa: livre

Entrada gratuita.

Fiesp e Sesi-SP dão de presente para São Paulo shows dos Demônios da Garoa e de Abel Duërë

Raisa Scandovieri, Agência Indusnet Fiesp

A Fiesp e o Sesi-SP prepararam como presente para a cidade de São Paulo (que completa 462 anos no dia 25 de janeiro) dois shows para este domingo (24). O primeiro é do grupo Demônios da Garoa, um dos ícones da música paulistana, que apresentará a partir das 13h grandes sucessos de sua carreira, como Trem das Onze, Saudosa Maloca e Samba do Arnesto, compostas por Adoniran Barbosa.

Na sequência o músico angolano radicado no Brasil Abel Duërë fará uma viagem aos ritmos afro-brasileiros com o show Meu semba é teu samba, a partir das 15h30. O repertório do vencedor do Prêmio Sharp 1992 como Cantor revelação inclui Vissolela, Ginga de Angola, Kimbele e Canto das Três Raças.

A programação é parte do projeto Fiesp/Sesi – Domingo na Paulista. Todo domingo, quem passar pela calçada de um dos prédios mais conhecidos do centro comercial da cidade terá uma oportunidade única para desfrutar de boa música, participar de atividades físicas e aproveitar as ações de saúde e qualidade de vida.

Demônios da Garoa

O grupo formado por Sergio Rosa (vocal e afoxe); Wilder Paraizo (vocal e violão); Ricardo (vocal e pandeiro); Izael Caldeira (vocal e timba); Audisio Gomes (contrabaixo); Marcelo Barreira (bateria); Alex Gonçalvez (cavaco); Sergio Rosa Junior (percussão) é um dos ícones da música brasileira. A partir de seu estilo único de interpretar com humor o falar dos paulistanos, o Demônios da Garoa logo ganhou o gosto popular e emplacou diversos sucessos ao longo dos mais de 70 anos de carreira.

Demônios da Garoa se apresentam em show que Fiesp e Sesi-SP prepararam como presente para São Paulo. Foto: Divulgação

 

Abel Duërë

Cantor e compositor angolano, Abel Duërë ficou conhecido no Brasil em 1978 estreando no programa de TV Cassino do Chacrinha. De lá para cá, consolidou sua carreira no Brasil, trazendo sempre uma forte influência de ritmos como o samba, o semba, o afoxé e o maracatu reggae em suas composições.

Abel Duërë, que se apresenta no show que Fiesp e Sesi-SP prepararam como presente para São Paulo. Foto: Fabiana Ribeiro/Sec. Cultura

 

Sobre o FIESP/SESI – Domingo na Paulista

O projeto visa oferecer uma programação variada e de qualidade para o público paulistano que frequenta a avenida Paulista, aberta ao livre trânsito dos pedestres aos domingos. A cada semana atividades gratuitas são realizadas na calçada em frente ao prédio-sede da instituição, envolvendo cultura, saúde e esporte. Para mais informações sobre a programação cultural, consulte o site http://www.sesisp.org.br/cultura/.

Serviço:

FIESP/SESI – Domingo na Paulista

Apresentações: Demônios da Garoa (13h) e Abel Duërë (15h30)

Data: 24 de janeiro

Local: calçada do prédio da FIESP/SESI-SP (av. Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô).

Duração: 60 minutos (cada apresentação)

Classificação: livre
Gratuito. Para mais informações sobre os eventos do ciclo Domingo na Paulista, clique aqui

Aniversário de São Paulo: veja a mensagem do presidente da Fiesp e do Ciesp

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, divulgou neste domingo (25/01) uma mensagem alusiva ao Aniversário da Cidade de São Paulo.

Leia a mensagem

“Surpreendente e especial: assim é São Paulo, que hoje comemora 461 anos. Moderna e acolhedora, esta cidade cheia de contrastes guarda em cada esquina um pedacinho do mundo. Abriga sonhos, projetos e realizações. Abriga o futuro dos paulistanos de nascimento e de opção. Abriga desafios e oportunidades. Parabéns, São Paulo! É um orgulho ter nascido e viver nesta cidade!”

Paulo Skaf


>> Indústria faz homenagem à capital paulista na Galeria de Arte Digital Sesi-SP

São Paulo 460 anos: festa da Fiesp tem internet grátis, música e muita animação

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Em frente ao número 1.313 da Avenida Paulista, o 460º aniversário da maior cidade da América do Sul foi comemorado à altura neste sábado (25/01). E teve direito a internet grátis, shows, arte, dança, música e, principalmente, muita alegria.

Desde a manhã, quando começaram as atividades do #ChegaMais, ação promovida pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para homenagear a capital paulista, os paulistanos se reuniram na calçada da sede da instituição para aproveitar as atrações.

Paulistanos lotaram a sede da Fiesp neste sábado para as comemorações dos 460 anos de São Paulo. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Público lotou a frente da Fiesp para as comemorações dos 460 anos da capital. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

Às 10h da manhã, dando início às comemorações, a Fiesp passou a disponibilizar gratuitamente um ponto de WiFi para a população. O objetivo da federação é democratizar o acesso à internet disponibilizando sinal com a tecnologia WiFi perto da entidade. O acesso será livre daqui por diante por parte de qualquer cidadão que tenha um dispositivo compatível com o protocolo WiFi – como laptops, smartphones e tablets, entre outros. O serviço seguirá em funcionamento, como um presente para a população.

Quem acordou cedo, como Wagner Sandro, de 47 anos, e Ede Ribeiro, de 33, e foi para a avenida mais famosa da cidade para curtir o dia ensolarado, aproveitou muito o serviço, navegando de graça pela internet.

Palhaços ajudaram a animar os paulistanos na festa deste sábado (25/01). Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Palhaços ajudaram a animar os paulistanos na festa deste sábado (25/01). Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Elvis e Michael 

Em seguida, foi a vez das atrações musicais animarem o público.  Entre os artistas mais elogiados e aplaudidos estavam Márcio Aguiar, de 40 anos, que encarnou o Rei do Rock, Elvis Presley, e os irmãos Matheus,  Felipe e Davi Gomes de Luca, que fazem cover de Michael Jackson.

460 camisetas

Quem marcou presença no #ChegaMais ganhou também uma camiseta especial criada ao vivo pelo artista plástico Zilando Freitas. As primeiras 460 pessoas que publicassem no Instagram fotos do evento com a hashtag #chegamais levaram para casa o presente.

No saldo do dia, não faltaram animação e vontade de celebrar São Paulo, no melhor clima de diversidade e interação criado pela festa da Fiesp. A cidade da indústria, do trabalho e do empreendedorismo merece.

 

Elvis Presley e Michael Jackson fazem a festa na frente do prédio da Fiesp

Guilherme Abati e Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

Dois dos maiores nomes da música pop mundial marcaram presença, neste sábado (25/01), no #ChegaMais – evento promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para comemorar os 460 anos da capital. Ninguém menos que o Rei do Rock, Elvis Presley, e o Rei do Pop, Michael Jackson, fizeram a festa da multidão que participou das festividades.

A alegria e a descontração dos artistas fizeram com que muitas das pessoas que passavam pelo número 1.313 da avenida mais famosa do Brasil parassem para assistir as apresentações do ‘Elvis da Paulista’ e do trio cover de Michael Jackson.

Família Jackson

Ao lado dos irmãos Felipe e Davi, respectivamente de 16 e nove anos, o dançarino Matheus Gomes de Luca, de 17, foi um dos astros da festa da Fiesp para os 460 anos de São Paulo.

O trio, que faz cover do cantor Michael Jackson, é conhecido dos paulistanos pelas apresentações, todas as sextas, sábados e domingos, das 17h às 21h30, perto da esquina da Paulista com a Rua Augusta.

Orgulhoso pelo convite para se apresentar na frente da federação, Matheus aprovou a festa. “Até a pipoca estava muito boa, gostei da organização”, disse. “Nunca fomos convidados a dançar num evento assim, numa entidade do porte da Fiesp”.

O trio de covers de Michael Jackson: sucesso na frente do prédio da Fiesp. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

O trio de covers de Michael Jackson: sucesso na frente do prédio da Fiesp. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

O trabalho dos irmãos num dos endereços mais famosos de São Paulo começou em 2009, ano do falecimento do cantor norte-americano.  “Minha mãe era fã dele, que morreu em 25 de junho, um dia antes do aniversário dela”, contou Matheus. “Para animá-la, meu irmão comprou um DVD dele para ela e, no final, todos ficamos fãs e começamos a imitá-lo”.

Além dos shows na rua, os dançarinos se apresentam em festas e eventos.

“Eles dançam igualzinho ao original”, analisou Creuza Silva, de 51 anos, que assistia atenta ao espetáculo.

Elvis da Paulista

Outro grande cantor norte-americano homenageado durante o #ChegaMais foi Elvis Presley, representado pelo ator Márcio Aguiar, de 40 anos.

“Fico feliz por fazer parte da festa e celebrar o aniversário da minha cidade”, disse o artista, nascido em São Paulo e conhecido nas ruas como o “Elvis da Paulista”.

O Elvis da Paulista: feliz pelo reconhecimento nas ruas da cidade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

O Elvis da Paulista: feliz pelo reconhecimento nas ruas da cidade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

Além de encarnar o rei do rock em diversos pontos da cidade, Aguiar é responsável por outros 20 personagens, que apresenta em shows e eventos. A disposição é tanta que ele, em 2011, correu a Maratona de São Paulo vestindo a clássica roupa branca de Elvis, com direito a peruca com topete e óculos escuros de hastes douradas.

Acompanhado do irmão Marcus, Eric Leonardo, de 23 anos, acompanhou com atenção as apresentações.  Ele, que trabalha na Paulista e aprovou a apresentação de Aguiar, disse que é fã da versão 100% paulistana de Elvis, que costuma assistir em frente ao Shopping Center 3.

 

Aniversário de São Paulo: Fiesp presenteia paulistanos com 460 camisetas

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Uma camiseta para cada um dos 460 anos da capital. Essa foi a proposta da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que, em parceria com o artista plástico Zilando Freitas, presenteou, neste sábado (25/01), 460 pessoas que estiveram presentes no evento #ChegaMais, na frente do prédio da entidade, na Avenida Paulista.

Para ganhar o presente, bastava o participante publicar uma foto do evento com a hashtag #chegamais na rede social Instagram. Entre aqueles que receberam o presente estava Silvia França – que, assim como São Paulo, completa mais um ano de vida neste sábado.

Silvia exibe camiseta que ganhou no #ChegaMais. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Silvia, de 55 anos, mora em Florianópolis e está em São Paulo para visitar seu sobrinho. Ela conta que adorou participar de um “evento tão descontraído e alto astral”. “Achei a camiseta tão linda que até já estou usando ela”, disse, exibindo orgulhosa a peça.

“Amei a camiseta. Ela é linda, colorida, animada, assim como o evento”, disse a professora de filosofia de 40 anos Elaine Paiva, que também enviou sua foto e levou pra casa a lembrança da festa.

O artista também celebrou a ação apoiada pela Fiesp. Ele considera o #ChegaMais uma forma de promover a arte na cidade. “São Paulo precisa de ações como essa, que promovam a arte e acolham as pessoas”, disse.

Zilando Freitas: uma camiseta para cada ano da capital paulista. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Com o apoio da Fiesp, World Bike Tour São Paulo 2014 reunirá 8 mil ciclistas

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Serão 8 mil ciclistas pedalando para homenagear os 460 anos da maior metrópole brasileira. Neste sábado (25/01), o World Bike Tour São Paulo 2014 reunirá 8 mil participantes, que comemorarão o aniversário da capital paulista percorrendo um trecho de dez quilômetros entre a Ponte Estaiada e o Jockey Club.

O evento, realizado desde 2006, tem o apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). E terá um percurso diferente do utilizado na edição de 2013 para evitar problemas no trânsito da cidade.

A largada neste ano acontece novamente na Ponte Octávio Frias de Oliveira, a Ponte Estaiada, marco arquitetônico da cidade. Em seguida, os ciclistas seguem em direção ao Jockey Club no contra fluxo da Marginal Pinheiros sentido Interlagos.  Na última edição, parte do percurso foi realizado na pista expressa da Marginal Pinheiros sentido Marginal Tietê.

Em encontro realizado nesta segunda-feira (20/01) na sede da Fiesp, organizadores do evento e autoridades explicaram a razão para a mudança do circuito tradicional.

A reunião sobre o World Bike Tour realizada nesta segunda-feira (20/01) na Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A reunião sobre o World Bike Tour realizada nesta segunda-feira (20/01) na Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Segundo Agenor Filho, coordenador da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a mudança torna o trajeto mais “tranquilo” para os participantes, sem prejudicar o tráfego de veículos.  “Foi necessária a mudança, para não haver interferências no trânsito”, explicou.

Para o presidente do World Bike Tour, Diamantino Neves, as alterações do percurso do passeio tornam a edição 2014 ainda mais atrativa para os ciclistas de São Paulo – além de não prejudicar o tráfego normal de veículos. “O passeio é importante, pois contribui para o aumento do número de usuários de bicicleta em São Paulo”, disse. “Será um evento do nível de uma cidade que sediará a abertura da Copa do Mundo”, completou Neves.

Neves: pelo aumento no número de ciclistas em São Paulo. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Neves: pelo aumento no número de ciclistas em São Paulo. Foto: Everton Amaro/Fiesp

De acordo com Luís Carlos Bueno, vice presidente nacional do World Bike Tour, o passeio ciclístico busca promover modos mais saudáveis na vida da população, incentivando atividades físicas e o maior uso da bicicleta como opção sustentável para a mobilidade urbana.

Segundo Bueno, o evento é uma afirmação da importância da bicicleta como modalidade de transporte sustentável. “O passeio anual contribui para repensar a estrutura e a mobilidade urbana”, disse.

Retirada do kit de participação

Os inscritos no World Bike Tour São Paulo 2014 podem retirar seus kits de participação a partir desta terça-feira (21/01) na Feira WBT, que acontece na Avenida Faria Lima, 2.500, das 10h às 20h, até o dia 24.

Os kits são compostos por bicicleta, capacete, camiseta, mochila e cartão de acesso, além da placa com o número de participação de cada ciclista. As inscrições, já encerradas, custavam R$ 300 e eram submetidas a sorteio.

Para saber mais sobre o World Bike Tour, só clicar aqui.

 

No mês de aniversário de São Paulo, principais monumentos da metrópole são retratados em mostra na Fiesp

Dulce Moraes, Agência Indusnet

Verdadeiras obras de arte a ceu aberto, os monumentos e esculturas de bronze espalhadas pela cidade são testemunhas silenciosas da transformação da cidade e do País. Há décadas (ou séculos) elas estão ali, mesmo que não saibamos a sua história, o seu significado e, principalmente, como e por quem foram produzidas.

Como um presente à cidade de São Paulo, que comemora os seus 459 anos no próximo dia 25, a exposição Fundição Artística no Brasil, em cartaz no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso até o dia 10 de fevereiro, propõe uma visita pela história de quinze esculturas em bronze presentes no dia a dia do paulistano. São obras que diversos artistas que, em diferentes momentos, retrataram para a posteridade grandes momentos e personagens da história.

O escultor Israel Kislansly (autor da obra Vanackeriana II, que está na mostra) destaca a necessidade de mirar os olhos para essas obras tão presentes na vida urbana. “Sem perceber e amá-las, não poderíamos avaliar a importância da tecnologia que foi capaz de preservar, durante a décadas, séculos e milênios, essa arte tão misteriosa e primordial que é a escultura”.

Além de apresentar a intrigante tecnologia por trás da produção das esculturas, a mostra Fundição Artística no Brasil convida o público a buscar e reconhecer as obras originais pelas ruas da cidade. No catálogo da exposição há um verdadeiro roteiro turístico com a sinalização de onde estão cada um desses monumentos.

Para ver o PDF do mapa ampliado, clique aqui.

 

Veja a localização dos Monumentos:


Índio e Tamanduá
Localização: Praça Marechal Deodoro
Escultor:  Ricardo Cipicchia
Período: 1949-1950

Monumento a Luis Pereira Barreto
Localização: Praça Marechal Deodoro, no centro
Escultor: Galileo Emendabili
Período: 1925-1929

Depois do banho
Localização: Largo do Arouche
Escultor: Victor Brecheret
Período: 1940

Monumento a Duque de Caxias
Localização: Praça Princesa Isabel
Escultor: Victor Brecheret
Período: 1941 a 1960

Monumento a Giussepi Verdi
Localização: Conservatório Dramático e Musical de São Paulo (próximo ao Vale do Anhangabau)
Escultor: Amadeo Zani
Período: 1915-1916

Monumento à Mãe Preta
Localização:  Largo do Paissandu
Escultor: Julio Guerra
Período: 1953-1954

Contando a féria
Localização:  Praça João Mendes
Escultor: Ricardo Cipicchia
Período:  1949-1950

Busto do Dr. João Mendes
Localização:  Praça João Mendes
Escultor: Willian Zadig
Período: 1912-1913

O Beijo (Monumento à Olavo Bilac)
Localização:  Largo São Francisco
Escultor: Willian Zadig
Período: 1920

Monumento à Alfredo Maia
Localização:  Praça Julio Prestes
Escultor:  Amadeo Zani
Período: 1920

Monumento à Independência do Brasil
Localização:  Parque da Independência
Escultor: Ettore Ximenes
Período: 1919-1922

Gloria Imortal aos Fundadores de São Paulo
Localização:  Pátio do Colégio
Escultor: Amadeo Zani
Período: 1913-1925

Índio Pescador
Localização:  Praça Oswaldo Cruz
Escultor: Francisco Leopoldo e Silva
Período: 1920-1926

A Pega do Porco
Localização:  Parque do Ibirapuera
Escultor: Ricardo Cipicchia
Período: 1949-1950

Laocoonte e seus filhos
(cópia do original em mármore do século I aC)
Localização:  Parque do Ibirapuera
Escultores: Liceu de Artes e Ofícios
Período: 1938-1945

Museu a Ramos de Azevedo (alegoria A Engenharia)
Localização: Cidade Universitária – USP
Escultor: Galileo Emendabili
Período: 1929-1933